Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Entretanto na terra da fantasia... (3)

por Fernando Melro dos Santos, em 06.05.15

Podem dizer o que bem vos aprouver do Correio da Manhã, mas o certo é que os EUR 957,20 que este ano vou largar de IRS sobre um rendimento de EUR 3600 não irão pagar o papel higiénico destes alunos, e sim a régia vivência dos 230 nababos que povoam o sultanato de S. Bento.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:15

António Costa e a panelinha de pressão

por John Wolf, em 06.05.15

W92160-6qt-Pressure-Cooker_large.jpg

 

Estão surpreendidos? A Câmara Municipal de Lisboa (e as restantes autarquias) deve (m) ser virada (s) ao avesso. Por um instante apenas ponham de parte os partidos e a política. Concentrem-se na ideologia de mercados e dinheiro. Na religião das influências. No sector profissional da troca de favores. Estão chocados com os alegados favorecimentos da autarquia ao Grupo Espírito Santo? Pois, não deviam estar. Sabemos como as coisas funcionam. Imaginem uma enorme orgia com convidados de todos os parâmetros económicos e sociais. Um enorme lóbulo de amigos e compadrios, arquitectos, empresários, escritores, poetas, intelectuais, fazedores de opinião, jornalistas, advogados, construtores, gestores de resíduos sólidos, responsáveis de outdoors, directores de agências de comunicação, donas de quiosques e refrescos - tudo misturado numa bela caldeirada de vantagens para quem está no poder e não só. É disso que se trata. Venha de lá essa sindicância, a investigação levada a cabo por instâncias judiciais. O que é realmente impressionante é ter havido tanto silêncio durante tanto tempo. Alguém colocou uma tampa firme sobre a panela. Pelos vistos há limites para a pressão que se aguenta. Quero lá saber de timings e calendários eleitorais. Está a acontecer agora? Ainda bem. Portugal e Lisboa merecem melhor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:38

Ler na íntegra

por Samuel de Paiva Pires, em 06.05.15

Pedro Afonso, A idolatria absurda das 40 horas de trabalho semanal:

Esta medida constitui um erro político pelas razões que passarei a expor. Em primeiro lugar, subsiste, em muitos políticos e empresários, a crença errada de que presença prolongada no local de trabalho é sinónimo de maior produtividade e compromisso laboral. Esta ideia é falsa. A produtividade cai inevitavelmente com o cansaço, pois a nossa capacidade de concentração é limitada e o nosso organismo não é propriamente uma máquina que se programa de acordo com as conveniências. Além disso, quando se insiste em prolongar demasiado as horas de trabalho, os erros aumentam e o preço a pagar na nossa saúde é elevado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:16

A baba dos convertidos

por Fernando Melro dos Santos, em 06.05.15

Confere tudo: trocam Deus pelo Estado, a bifana pelo caviar, e o jornalismo pela propaganda.

 

(Imagem via Vitor Cunha / Blasfémias)

  

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:34

.

por Fernando Melro dos Santos, em 05.05.15

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:44

Viagens na minha Terra

por Cristina Ribeiro, em 05.05.15

image.jpg

image.jpg

image.jpg

image.jpg

E a serra envergava as mesmas coloridas vestes com que nos recebera há um ano. No céu azul de diferente algumas nuvens. Mas quente ainda. O pretexto, o mesmo: as cerejas de Penajóia, que tão vivamente tinham sido recomendadas por saudoso comentarista lamecense. A beleza do Marão!... A cidade recebia-nos com o calor dos 25 graus temperado por doce brisa. A majestosa catedral, terminadas as obras de restauro, deixava-se agora ver no esplendor gótico, mas o afamado claustro permanecia defeso... Com o restante património artístico ainda bem vivo na memória, havíamos de nos virar para a gastronomia, pois claro...; um restaurante no largo da Sé - boa a vitela à arouquense, mas foi a deliciosa bola que salvou a honra de um " convento " onde o vinho esteve muito longe de fazer jus à região. Ela e o raposeira " rosé "... Tempo de encetar o caminho de regresso. Que formosura nas estradas serranas até Penajóia - onde adquirimos as almejadas cerejas - e Resende. À nossa frente surgiu de novo o Marão, que nos aproximava já de Amarante e do Tâmega. O Douro e seus socalcos ficavam para trás, até uma próxima visita, que, querendo Deus, não há-de demorar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:28

Contos da gleba (1)

por Fernando Melro dos Santos, em 05.05.15

À minha lista de merceeiro acrescentei hoje EUR 499.15 relativos a "imposto de selo", um tributo medieval, que me extorquiram sobre a doação de uma casa. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:44

Recomenda-se: A Idade de Adaline

por João Quaresma, em 05.05.15

idadeadaline

De Lee Toland Krieger, com Blake Lively, Ellen Burstyn, Michiel Huisman e Harrison Ford.

A história de uma mulher que, a dada altura da sua vida, se vê incapaz de envelhecer. O que em princípio seria o sonho da eterna juventude revela-se, afinal, um infortúnio que a priva de uma vida normal, ao viver noutro tempo que não o do ciclo de vida de toda a gente; uma realidade a que ela terá de se adaptar. Um grande desempenho da bela e elegante Blake Lively no papel principal, conseguindo retratar uma mulher criada no início do Século XX mas que procura adaptar-se aos tempos e situações que atravessa, necessariamente madura apesar de fisicamente jovem, prudentemente contida mas não conseguindo esconder as emoções. Outro grande desempenho é o do veterano Harrison Ford, de entre um elenco bem escolhido. Não sendo excepcional, é um bom filme a todos os níveis, a que não falta boa fotografia, música original e guarda-roupa de época.

Uma vez mais aconselho vivamente a não ver o trailer, que revela demasiado da história. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 02:12

Ao ponto a que se chegou

por João Almeida Amaral, em 04.05.15

Não se trata de moralismo ou de mero choque de princípios, mas a verdade é que estou chocado. Há minutos vi um vídeo de um ser,  a que não consigo chamar de Pai,  a ter uma conversa absolutamente repugnante com uma criança de cerca de 4/5 anos. Segundo o indivíduo as conversas que tem com as filhas são de igual para igual ??? mas será que um Pai de 30 a 40 anos deve ter conversas de igual para igual com uma criança de 4/5 anos sobre a zona púbica da Avó ou da Mãe da criança? A resposta é sim, claro, este ser apresenta-se como humorista, a fazer pela vidinha  e logo vale tudo para ganhar protagonismo, notoriedade, entre o grupo patético de saloios, analfabetos que acham graça saber que;  "... a mãe não tem pelos no pipi..."

Preocupante, a criança deveria ser referenciada pela Segurança Social, quanto ao individuo que tem esta conversa com a própria filha e que faz questão de a gravar num telemóvel enquanto conduz , a prova esta produzida. Não se acrescenta mais nada , ao ponto a que se chegou.   

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:13

Nova contratação - João Almeida Amaral

por Samuel de Paiva Pires, em 04.05.15

É com muito gosto que anuncio a mais recente contratação do Estado Sentido, João Almeida Amaral. Nascido num Portugal que já não existe, em que a cordialidade e a boa educação eram um apanágio da população portuguesa e onde se aprendia na escola a dizer colectivamente "bom dia, senhora professora", aguardando a autorização para nos sentarmos, define-se como católico, monárquico, liberal, independente, amante de poesia, autodidacta em História, velejador, apreciador de automóveis clássicos e uma pessoa do campo. Possui formação em Gestão de Marketing no IPAM e, a nível profissional, conta trinta e cinco anos de trabalho, vinte dos quais como profissional liberal ou empresário. Teve sete enfartes, um AVC e um cancro. Tem uma enorme vontade de aprender e fazer coisas novas e escrever foi sempre um prazer. Está cansado de um grupo restrito, que por um motivo ou por outro é considerado a elite intelectual de Portugal. Para o João, a vida é para ser vivida com intensidade, como se todos os dias fossem o último, sempre acompanhado de umas boas gargalhadas. Bem-vindo, caro João!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:13

Entretanto, no Soviete do sudoeste...

por Fernando Melro dos Santos, em 04.05.15

...Cristas, a Católica Carmim, violenta o direito à propriedade. Tudo na Graça do Senhor Estado, claro, ímpios.

http://www.publico.pt/economia/noticia/governo-avanca-com-tomada-de-posse-das-terras-sem-dono-conhecido-1694405

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:06

O micro-Leviatã...

por Fernando Melro dos Santos, em 04.05.15

...que remenda a minha rua cinco vezes por ano desde que há memória, quando podia simplesmente pavimentá-la, tem: departamentos, divisões, veterinários, sub-delegadas, despachos e pasme-se, senhores, noções de cumprimento. 

 

Resta saber o que foi feito, se algo, a propósito dos cães ou se, para variar, me queixei em vão. Por mais que releia a carta, não atino com a estrutura frásica da despachante.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:14

Entretanto na terra da fantasia... (2)

por Fernando Melro dos Santos, em 04.05.15

... alegado bandalho alegadamente cigano oferece alegadamente recompensa, alegadamente paga com o dinheiro do RSI, alegadamente pela vida de militar herói.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:23

Entretanto na terra da fantasia...

por Fernando Melro dos Santos, em 04.05.15

...onde campeia a propaganda sobre retomas meteóricas, criminalidade cadente, e de maneira geral o triunfo do esbulho e da chibaria sobre o esforço e a humildade, fica a saber-se que a mão da Hidra tem um preço

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:18

Venezuela exige reparações a Portugal

por John Wolf, em 04.05.15

0.603311001181223158.jpg

 

Eu não disse que esta história das compensações lançada pelos gregos aos alemães poderia ser aproveitada? Embora não seja a mesma coisa, vai haver mais gente a pedir dinheiros.  A holding Joe Socrates International ainda há-de causar mais estragos ao país do que um hipotético default de Portugal. Os gregos têm razão e deveriam servir de exemplo - os portugueses devem exigir compensações a Sócrates pela devastação causada e que ainda está longe de estar contabilizada. O legado do ex primeiro-ministro é deveras assinalável e continua a contribuir para falências de empresas portuguesas. Ou seja, o recluso de Évora é um contribuinte líquido para os níveis de desemprego, mas desta feita a nível internacional. Neste caso a Venezuela aparece como cabeça de série de um torneio de cambalachos financeiros. Já ia em 10 países o processo de internacionalização de Sócrates, mas tenhamos calma. Deve ainda haver diversas situações que virão a lume a tempo das legislativas venezuelanas ou lusitanas. Convenha a quem convier. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:24

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:01

António Costa e o Expresso do SMS

por John Wolf, em 01.05.15

original_CM_Capture_2.jpg

 

 

Tenho algumas questões a colocar ao operador. Um. Como é que António Costa obtém o número de telemóvel privado do jornalista do Expresso João Vieira Pereira?  Dois. Já o tinha? Três.Telefonou à redacção do jornal para pedir o número ou cravou-o ao irmão? Quatro. Será que já tinha marcado o número privado do jornalista no seu smartphone? Cinco. Quantos números privados de jornalistas terá António Costa na sua carteira? Seis. Será que julga que pode exercer pressão beneficiando de um estatuto de imunidade/impunidade política? Sete. O envio do SMS a um "desconhecido" não configura um modo de assédio punível por lei? Oito. Qual o quadro de valores éticos que orienta a acção do candidato a primeiro-ministro deste país? Nove. Será que o envio de mensagens pela "porta do cavalo" faz parte do caderno de encargos do Partido Socialista? Dez. E desde quando é que argumentação racional e objectiva constitui um atentado ao carácter de António Costa? Onze. O que mais devemos esperar do candidato socialista? Doze. Será que não aguenta a natural pressão decorrente das suas pretensões políticas? Treze. Esperemos pelo próximo SMS.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:33

A austeridade continua (2)

por Fernando Melro dos Santos, em 29.04.15

União dos Sovietes Europeus na vanguarda da igualdade na mercearia. Senha individual de descamação epidérmica, a fim de promover a equidade celular superficial, será o próximo passo e já está na calha em Bruxelas. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:01

A austeridade continua

por Fernando Melro dos Santos, em 29.04.15

ID: 57296
Tipo: Anúncio de Procedimento
Descrição: Concurso público n.º 4/DRA/2015 para a realização da "EMPREITADA DO CENTRO DE INTERPRETAÇÃO DA CULTURA DO ANANÁS".
Entidade: Secretaria Regional da Agricultura e Ambiente
Preço Base: 349500.00 €

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:59

Ir aos papéis do Partido Socialista

por John Wolf, em 28.04.15

Unknown.jpg

 

Apareceram logo umas damas ofendidas com esta ideia do Partido Social Democrata (PSD): o Partido Socialista (PS) deve submeter à Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) o seu "programa operativo" no sentido deste ser auditado. Não vejo mal algum. Se o PS quer ser governo, então o seu "esboço de programa de governo" deve ser fiscalizado preventivamente. Portugal não tem grande margem de manobra para se meter em aventuras. Os portugueses não estão em condições de passar cheques em branco. Esses tempos findaram. Em política, mas sobretudo em Democracias, todas as propostas devem ser consideradas. Mesmo que não haja enquadramento jurídico para o efeito, o princípio subjacente é válido. A partir do momento que qualquer força partidária apresenta ao público um documento com essa mesma finalidade de disseminação, então o mesmo pode e deve ser analisado de um modo exaustivo. Aliás, a ser a UTAO a apreciar as equações dos socialistas, e assumindo esse organismo enquanto instituto idóneo e imparcial, reforça-se o argumento que seja o mesmo a efectuá-la. Ou será que a UTAO também está minada, corrompida por forças ocultas? Em alternativa, e à falta de abertura de espírito, no mercado aberto, o PSD sempre pode enviar o paper do PS para uma empresa de consultoria do sector privado - sai caro. Mas o  que podemos verdadeiramente lamentar no meio destas considerações, é que representantes da ala jovem e fresca do PS como João Galamba revelem uma mentalidade antiquada, conservadora, porventura oriunda de um outro regime mental, político.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:48






Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Links

Em destaque

  •  
  • Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Instituições nacionais

  •  
  • Instituições internacionais

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas


    subscrever feeds