Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




J'accuse!

por Cristina Ribeiro, em 01.01.10

Um provérbio chinês diz algo como " uma caminhada começa por um simples passo ", por isso quando o Presidente da República vem agora dizer que Portugal pode caminhar para uma situação explosiva, eu dou largas ao meu " direito à revolta ", porque, se é a mais pura das evidências a mediocridade, imoralidade e poder destrutivo dos actuais responsáveis pelo pântano, essa caminhada começou há já muito tempo e todos os que passaram por Orgãos de decisão, sejam eles o Governo, o Parlamento ou a Presidência do Estado, contribuiram para essa caminhada, dado que foi o primeiro passo.

Revolta contra todos os políticos que decidiram em nome dos Portugueses, e nos colocaram nesta situação!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:42


7 comentários

Imagem de perfil

De Daniel João Santos a 02.01.2010 às 00:55

Ou contra todos os portugueses que continuam a votar nesta gente.
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 03.01.2010 às 15:52

O povo está narcotizado, Daniel, mas também os políticos em quem podem votar deixam muito a desejar.
Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 02.01.2010 às 11:36

É como diz, Cristina. Como se não o conhecêssemos de ginjeira!
Sem imagem de perfil

De zedeportugal a 02.01.2010 às 12:21

Excelente síntese, minha preclara (ou perclara, como escreve Camões) amiga.
Análise, diagnóstico e acção terapêutica, tudo em apenas dez linhas.
Quanto a mim, confesso já não me conseguir conter na fase de "erbosen" e estar a entrar completamente na fase de "erzürnen".
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 03.01.2010 às 15:54

Zangado, Zé? Seja bem-vindo ao clube.
Obrigada :)
Sem imagem de perfil

De Luísa a 02.01.2010 às 15:15

Concordo, Cristina, que o presente não se fez ontem. Mas o ontem foi decisivo, porque não só não inverteu o rumo, como agravou muitíssimo a situação. A diferença é que, há dez ou quinze anos, éramos governados por gente que sabia ler e contar e que, por conseguinte, tinha alguma noção do que fazia e do que podia fazer. Errou nalgumas coisas, acertou noutras. Já ontem, como hoje, somos governados por gente com níveis de literacia confrangedores, que não sabe, definitivamente, nada do que realmente interessaria que soubesse; ou seja, gente que não tem soluções para coisa nenhuma.
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 03.01.2010 às 15:56

Agora ainda é pior do que nessa altura, Luísa, mas já então íamos na direcção errada...

Comentar post







Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Em destaque

  •  
  • Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas