Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




...

por Manuel Pinto de Rezende, em 07.01.10

 

Socialism is the doctrine that man has no right to exist for his own sake, that his life and his work do not belong to him, but belong to society, that the only justification of his existence is his service to society, and that society may dispose of him in any way it pleases for the sake of whatever it deems to be its own tribal, collective good.
For the New Intellectual “For the New Intellectual,” For the New Intellectual, 43

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:00


11 comentários

Sem imagem de perfil

De José Ricardo Costa a 07.01.2010 às 14:20

Sim, é verdade. Mas embora o socialismo seja isso, isso não se esgota no socialismo. Este texto é extensivo a qualquer estrutura social totalitária. O socialismo é apenas uma delas. A "menos perigosa", por acaso, porque a mais óbvia e mais fácil de combater. Perigoso mesmo, sim, é todo o totalitarismo encoberto que está onde menos se espera.
JR
Imagem de perfil

De Manuel Pinto de Rezende a 07.01.2010 às 17:30

O socialismo parte de uma base colectivista.
Também os restantes tipos de totalitarismos.

A própria democracia tem uma base colectivista.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.01.2010 às 19:58

Não D. Rezende. Tudo tem uma base individualista que um espertalhão por artes mágicas da manipulação consegue metamorfosear em colectivista...depois há os sensíveis à persuasão. Assim nascem os clubes de ideias políticas com direito a classificação no ranking nacional, havendo-os que recorrem a empresas de rating....
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.01.2010 às 14:26

Vou consultar o Sócrates e o Vara...que eu gosto sempre de ter dois diagnósticos....

Não assino...que tenho medo do Moita e do Campilho
Imagem de perfil

De Manuel Pinto de Rezende a 07.01.2010 às 17:29

estou intrigado com esse novo problema com o Moita e o Campilho...

alguém me pode contar o que aconteceu?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.01.2010 às 20:40

Então não sabe?

O jovem promissor qu edeixou les crêpes et les parisiennes pour retourner au Portugal...para servir o País?

E o criatura de Deus...o da Moita? Este ficou com a mosca...dediquei-lhe uma quadra do guardador de rebanhos...

O Outro, fechou a estrebaria e apresentou-se como o besta - môr do 31 de paroles...

Não assino...que tenho medo do guarda nocturno...e do IP deles....

D. Rezende...não me diga que faz parte da bande du 31 de Boca?



Imagem de perfil

De Manuel Pinto de Rezende a 08.01.2010 às 12:05

eu? bolas... sou um rapazinho pacífico.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.01.2010 às 21:46

Tá bem...meu caro...ando aqui às voltas com umas coisas...mas deixe estar que logo volto para lhes dar conta do juízo...aos do 31 da Cagada com umas quadras pelo meio...

Não assino, que tenho medo que me apanhem
Sem imagem de perfil

De Joaquim Jesus Monteiro Pinto a 17.01.2010 às 01:08

Desculpem a minha ignorancia , mas gostava de saber que é o Moita??????????????????
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.01.2010 às 16:21

Chiu...vou falar baixinho...

É o Rodrigo Moita de Deus....do 31 da Armada. pode ser excelente pessoa, mas de vez em quando faz cá uns posts meio « a jeito»...

Eu meto-me com ele e ele responde...nem sempre de forma correcta...mas ...deve ser simpático...
Sem imagem de perfil

De Joaquim Jesus Monteiro Pinto a 18.01.2010 às 23:01

Estou esclarecido.
Pensava que era outra coisa que anda por aí .

Comentar post







Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Em destaque

  •  
  • Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas