Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Saíra de casa com a ideia de errar sem destino

por Cristina Ribeiro, em 13.01.10

 

Fora com as duas mãos que agarrara o convinte dos amigos dos pais.

Era Junho, e estava mesmo precisada daquelas férias. Toda a tarde vagueara por entre searas verdes , mas que, pelo que lhe haviam contado os seus anfitriões, depressa se tornariam douradas. Ia neste pensar, quando pela frente lhe surgiu uma casa abandonada que logo lhe lembrou a casa da Menina dos Rouxinóis, que encantara Almeida Garrett; também ali havia uma janela, coberta de verdes trepadeiras que lhe atiçava a imaginação. Como o escritor, interrogou-se quem teria lá vivido. Mas não viu ninguém que pudesse satisfazer-lhe a curiosidade. O sol começava a pôr-se já, e achou por bem encetar o caminho de volta, mas a sua cabeça ia conjecturando segredos guardados para sempre por aquelas paredes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:58


4 comentários

Imagem de perfil

De Daniel João Santos a 13.01.2010 às 22:43

que bom passeio que acabei de dar consigo, obrigado por me deixar ir na sua companhia.
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 13.01.2010 às 22:52

Ate trocámos impressões sobre quem poderia ali ter vivido, numa casa com uma janela tão bonita, não foi, Daniel? :)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.01.2010 às 00:10

Na verdade, a Cristina troca-me as voltas...não consigo criticar nenhum post dela.

Pois esta imagem que ela nos traz já desapareceu há muito tempo...eu ainda vi casas asim, verdadeiras, naturais, com cheiro a lareira e cacau...com rebanhos a irem para os campos...mas depois os emigrantes, corajosos, porque deixaram este pedaço, deixaram-se encantar pela maison avec la fenêtre au milieu de quelque chose e estragaram muito...tudo com a bênção dos patos bravos que de tanto infestarem Portugal, deixaram marca em todo o lado...os tipos começaram a ser abatidos e os mercedes a rarear.

Hoje, a coisa é vendida como luxo...como em Sortelha...a estrangeiros, ainda por cima.

Educadinha
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 14.01.2010 às 12:55

Por cá ainda há algumas, Educadinha - a minha irmã está a reconstruir aos poucos uma casa minhota de granito amarelo, com sequeiro, no meio de campos verdes que é um sonho -mas, como diz, os patos bravos tudo invadiram. É uma das grandes tristezas destes tempos...

Comentar post







Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Em destaque

  •  
  • Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas