Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Oficial: Constâncio muda-se para Frankfurt

por Silvia Vermelho, em 15.02.10

Constâncio ficará com a responsabilidade de tutelar a estabilidade e a supervisão financeiras na nova arquitectura da UE.

 

 

Nos filmes, e nos livros, nas histórias e até na vida real, é dado a muitos casais jovens um cãozinho para cuidar. Ou uma plantinha.

 

Só depois de assegurarem que o cãozinho - ou a plantinha - vive e está de boa saúde, é que o casal avança para o filhote.

 

Vítor Constâncio mata a plantinha e recebe uma autêntica prole de bandeja.

 

Boa sorte para a mudança de fraldas. Merda já ela existe.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:57


5 comentários

Imagem de perfil

De Samuel de Paiva Pires a 15.02.2010 às 22:06

Bom, eu ainda não consegui parar de rebolar a rir com a anedota do século!!!!
Imagem de perfil

De Silvia Vermelho a 15.02.2010 às 22:07

Há 18,25 de probabilidade de te fazer continuar...
Imagem de perfil

De Samuel de Paiva Pires a 15.02.2010 às 22:08

LOLOLOL pena não ser 19 mesmo :)
Imagem de perfil

De J.Ferreira a 15.02.2010 às 22:20

UMA TEMÁTICA À PARTE... OU NEM POR ISSO...
Agora Sim...! Com as devidas Hiperligações...
Perdoem-me mas não a posso deixar passar despercebida.
Trata-se de uma mensagem dirigida a todos os portugueses interessados em mais justiça, mais transparência, mais exigência na dedicação e empenho na por parte dos Políticos Portugueses na construção de um país mais justo.
Numa época em que cada vez mais se fala na necessidade de avaliação de todos, o exemplo deve começar por cima, isto é, pelos próprios políticos, únicos "empregados" que devem servir o Povo Português, mas que decidem o seu próprio salário.
Vamos nós determinar quanto podem receber. Eles são nossos funcionários... E foram candidatos porque quiseram...
Por isso, está online uma petição que valerá a pena... Basta que os portugueses queiram que seja uma realidade... Não há mais lugar para ataque aos vencimentos dos políticos se esta petição morrer pelo caminho. Chegou a HORA DA VERDADE... Vamos colocar os políticos AO SERVIÇO DO PAÍS e não a SERVIREM-SE DO PAÍS.! Leiam... Petição Por Políticos Mais Responsáveis.
Se é contribuinte neste país e sente-se "assaltado" ou simplesmente "escandalizado" com o que se paga como salário e ajudas aos políticos? Vamos colocar uma ordem nisto... Que os que servem o povo sejam reconhecidos pelo que fazem... avaliados e como tal, merecedores do que recebem... Está uma petição on-line disponível.
Aqui fica o link da Ler a Petição . Por favor, leia a petição até ao fim... Cremos que vale a pena! Para assinar, existe um botão que abre a janela ou então, volte aqui e escolha Assinar a Petição “Por Políticos Mais Responsáveis”..
Este é um assunto diferente do tratado. Mas creio que merece ser divulgado... Perdoem-me este pequeno abuso...
Não Calarei A Minha Voz... Até Que O Teclado Se Rompa !

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.02.2010 às 15:05

Portugal libertou um «trolha» das finanças. O tipo faz buracos e atamanca, nada sabe de máquinas calculadoras e não tem formação para manusear o que de mais avançado há.

Faz contas de cabeça, conta pelos dedos e é perito em estimativas, quase sempre erradas.

Tem no CV uma grande cratera, mas como neste Mundo anda tudo ao contrario,viram naquela a maior obra de arte do Número...Mais um a acrescer a Burroso. Vai ser reconduzido no lugar...tem todas as qualidades para isso.

Constâncio. deste nota positiva à mediocridade. Sou tua fâ, sobretudo quando levas as mãos às queixadas e pões aquele ar de quem está a resolver aritmética.
E também falas línguas...de burro..écerto, mas isso para mim é um must. Se fosse mais novinha e jeitosa, com nova onda de «encornanços» que anda no Pêéche, tirava-te a aliança do dedão...e punha-te uma toalha em cima da cabeça. Contigo, só basta ver a tua cara uma vez, fica-nos para sempre gravada na memória

Saudades, mas fica lá longe

Comentar post







Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Em destaque

  •  
  • Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas