Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Curiosidades em ano de Centenário da República

por Nuno Castelo-Branco, em 22.02.10

 

Salário de Barack Hussein Obama, presidente dos  EUA..... 294.000 EURO/ano (400.000 USD)

 

Salário de Armando Vara no BCP (2009)........................... 480.000 EURO/ano (653.000 USD)

 

e agora, uns pequenos detalhes acerca de gente mais comum:

 

 

- Fernando Pinto: TAP, 420 000,00 €
- Faria de Oliveira: CGD, 
371 000,00 €
- Henrique Granadeiro: PT, 
365 000,00 €
- Vítor Constâncio: Banco Portugal, 249 448,00 €
- Guilherme Costa: RTP, 250 040,00 €
- Fernando Nogueira 
247 938,00 €: ISP, Instituto dos Seguros de Portugal, ( este não é o ex-PSD que se encontra em Angola);
- Carlos Tavares: CMVM, 245 552,00 €
- Vítor Santos: ERSE, Entidade Reguladora da Energia, 233 857,00 €
- Amado da Silva : Anacom, Aut. Reg. da Com. Social, 224 000,00 €(ex-chefe de gabinete de Sócrates)
- Mata da Costa: presidente CTT, 200 200,00 €
- José Plácido Reis: Parpública, 134 197,00 €
- Guilhermino Rodrigues: ANA, 133 000,00 € 
- Pedro Serra: AdP, 126 686,00 €
- António O Fonseca: Metro do Porto, 96 507,00 €
- Afonso Camões: Lusa, 89 299,00 €
- Luís Pardal: Refer, 66 536,00 €
- Joaquim Reis: Metro de Lisboa, 66 536,00 €
- José Manuel Rodrigues: Carris, 58 865,00 € 
- Fernanda Meneses: STCP, 58 859,00 €
- Cardoso dos Reis: CP, 69 110,00 €

 

 

E ainda faltam as Estradas de Portugal, EDP, Brisa, Petrogal, etc, etc. Compreende-se agora o afã de certa gente nas comemorações. Pudera!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:44


12 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.02.2010 às 00:34

Ó Nuno, Ó nuno,

Ó Nuno Castelo Branco, não me ponha mal disposta.

Já me pôs mal disposta...Estas coisas devem ser postas GARRAFALMENTE pelos grafiteiros... na rua, num outdoor em frente à Assembleia da Republica...

Sem imagem de perfil

De editor69 a 23.02.2010 às 01:01

É mostrar a este povo adormecido o quanto o roubam diáriamente...!
Sem imagem de perfil

De PF a 23.02.2010 às 10:24

Acho que é lógico que para se ter boas gestões, é preciso bons gestores, para se arranjar bons gestores, é preciso pagar bem. Não sei quais são as competências de cada um dos que aparece nessa lista. Mas foi infeliz comparar o ordenado do Obama, era mais simples ir buscar o ordenado do gestor do Goldman Sachs (que o estado Americano ajudou a salvar com o dinheiro de todos), e de certeza que tinha que multiplicar por algumas 100x o ordenado do Vara. Para comparar o Obama tem de pegar no PM ou no PR.

Cumprimentos
Imagem de perfil

De José António Abreu a 23.02.2010 às 11:04

Caro PF : em princípio, até estaria de acordo com a sua opinião. Só que há dois pequenos detalhes não totalmente irrelevantes:

1 - Os salários dos gestores portugueses não deveriam ser iguais aos dos gestores americanos (ou ingleses, ou alemães) porque nenhuns outros salários em Portugal são iguais aos de pessoas com a mesma profissão nesses países. O resultado é que a disparidade entre quem ganha mais e quem ganha menos dentro das empresas portuguesas é exagerada (muito acima do diferencial médio em países mais desenvolvidos), e isso cria uma sociedade desequilibrada e injusta.

Isto é especialmente verdade quando:

2 - Está por provar a qualidade da maioria dos gestores nacionais, e especialmente dos que exercem cargos em empresas públicas ou semipúblicas , nomeados quase sempre por critérios políticos.

Na verdade, e infelizmente, o argumento da busca de competência é pouco mais que uma desculpa para os gestores (muitas vezes, mais políticos do que gestores) se poderem ir aumentando a si mesmos.
Sem imagem de perfil

De LUIS BARATA a 23.02.2010 às 11:15

Tem sempre interesse é comparar alguns destes salários com os homólogos estrangeiros, designdamente de países infinitamente mais ricos. E aí é surpreendente perceber que o Dr. Constâncio ganha mais do que o seu homólogo norte-americano, Ben Bernanke, Presidente da Reserva Federal!
Ou comparem-se os salários de alguns dos nossos "reguladores" com os cargos equiparáveis na Alemanha ou no Reino Unido.
Mas depois pede-se "contenção salarial" à função pública e por arrastamento ao sector privado...
Imagem de perfil

De manuel gouveia a 23.02.2010 às 11:44

Não queres comparar a responsabilidade do Obama com a do Armando Vara, pois não?...

Não gostei do tag associado... esta não é uma questão de regime mas de decência e sempre escutei que nada temos a ver com os ordenados na privada...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.02.2010 às 13:25

Que faz o VARA? Ele trabalha?


Educadinha
Sem imagem de perfil

De José Manuel Barbosa a 23.02.2010 às 23:33

É claro que não. Faz lobby, coisa que supostamente não existe em Portugal, logo é pago para fazer tráfico de influências. Trabalhar ? Claro que não. O perfil do menino até diz que é candidadto a tráficante de armas ou de droga. Pela burrice, ficou na órbita do José Sócrates em vez de ter chegado a "capo" dum cartel qualquer.

Cumprimentos,

JMB
Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 23.02.2010 às 21:56

Exactamente por isso é que coloquei o Obama. existe qualquer tipo de comparação possível? Para te dizer a verdade. é totalmente indiferente o preço pago por qualquer entidade privada, mas o que há que salientar as crescentes disparidades que se verificam neste país. No caso Vara, as implicações políticas são claras e assim, a questão "privada" não o é de forma alguma. Cheira demasiadamente a vasos comunicantes.

Nota: não tenho inveja. Tenho é vergonha de tudo isto.
Imagem de perfil

De manuel gouveia a 23.02.2010 às 23:57

Na realidade esta privada quando está aflita recorre aos dinheiros públicos, por isso, a minha ironia quanto a "não se poder comentar" os ordenados privados... enquanto o prejuízo for público, temos sim uma palavra a dizer!

Quanto ao Armando Vara é um caso que demonstra que em Portugal o mérito é recompensado!
Imagem de perfil

De António de Almeida a 23.02.2010 às 15:04

O chamado bloco central interessado na manutenção do status quo...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.02.2010 às 00:48

Copiando o Nuno Castelo Branco num certo post sur l´ami Soares. Hoje tive oportunidade de ouvir o inglês fáxico do nosso Primeiro Sinistro.

A «coisa» está no Corta - Fitas, se quiserem seguir, aqui vai a «tradução»:

Uma ode ao inglês de socrates ao som da lira das gargalhadas de quem o cercava. Eis como ele se expresou rodeado de quem muito o parabenizou...mas pela sua inocência...assim creio.

«Becoze dize a écte déte úí du becoze a pórtuguize conpany du ize autemoste tu meique técnalójicale pócibilitiz tu aconécquete da xenguéne sistame ande da data sistame ove da niú mémbere steites.
Détsse a dabal praude fore mi tu bi iare laique a de presidente ove da cauncile bate olssou tu bi iare becoze a pórtuguize conpany do hize contribuxon tu more fridome fore uroupe.


No meio ,várias gargalhadas se ouviam, todas revelando boa disposição, simpatia, e a sonora gargalhada fácil que Sócrates facilmente consegue arrancar a quem não acredita em mentirosos.

Comentar post







Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas