Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Tinha eu 10 /11 anos quando sofri uma humilhação que nem consigo adjectivar, no salão onde fazíamos ginástica. Já vestidas as alunas,à espera do toque de saída, e a professora, sentada na secretária, reparou que a minha bata estava mais curta do que a saia. Aos berros,literalmente, começou a dizer que a minha mãe devia ser uma daquelas mulheres de soalheiro, que " passavam a vida a dar ao serrote ", em vez de baixar a baínha da minha bata; com um nó na garganta, e, talvez umas lágrimas nos olhos, eu pensava " trabalhasses tu como a minha mãe, desde madrugada à meia-noite ! ; ela nem tempo tem para ver o comprimento da minha bata "; isto numa altura da vida em que as crianças crescem tão rapidamente, que, quando menos esperamos, a roupa deixa de nos servir. E, suprema maldade, disse a uma minha colega para me deitar toda a bainha abaixo. E eu sem coragem para dizer nada ( quantas vezes me penitenciei pelo facto - mas tive medo! )

Voltei a lembrar-me deste episódio ontem, quando aquelas duas alunas se dirigiram à professora naqueles termos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:13


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Helena Branco a 07.04.2010 às 23:09

Cristina a sua professora a da bainha abaixo não enxergava nada acima da própria ignorância...enfim ...
quem sabe se muitos erros do passado volveram maus alunos do presente...não quero com isto aceitar as práticas selvagens de certos alunos mas...o que se semeia por vezes colhe-se! Serão vinganças dos próprios pais outrora humilhados??? o mal deixa sempre mancha! que melhores dias venham

ABRAÇO
Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 07.04.2010 às 23:19

Hoje em dia, o caso da bainha teria sido MUITO pior e nem me atrevo a aventar as hipóteses...
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 08.04.2010 às 12:28

Quando as coisas se extremam, seja para que lado for, os resultados são sempre maus, Helena.

Abraço
Sem imagem de perfil

De carlosbarbosaoli a 08.04.2010 às 00:04

Hoje em dia, se alguma professora se atrevesse a dizer uma coisa dessas seria de imediato suspensa e teríamos videos no You Tube...
Quanto àquelas alunas é melhor calar-me.
Imagem de perfil

De António de Almeida a 08.04.2010 às 11:14

Voltei a lembrar-me deste episódio ontem, quando aquelas duas alunas se dirigiram à professora naqueles termos.

Que termos Cristina? Poderia colocar um link? Costumo acompanhar as notícias, mas nem sempre...
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 08.04.2010 às 12:25

António, este caso já foi retirado do you tube, mas encontrei-o no Lisboa-Telaviv: aqui a humilhação é da professora...

http://lisboa-telaviv.blogspot.com/2010/04/numa-escola-perto-de-si.html
Sem imagem de perfil

De mike a 08.04.2010 às 20:05

Eu, de ser da sua criação, não estranho, Cristina. Pois se os meus pais, no primeiro dia de escola, quando me acompanhavam, faziam questão de dizer à professora que não se acanhasse na "pedagogia activa" se eu me portasse mal... preciso de dizer mais alguma coisa? ;-D
Imagem de perfil

De Luísa Correia a 09.04.2010 às 16:33

Mike, gosto desse conceito de «pedagogia activa». ;-D

Comentar post







Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Em destaque

  •  
  • Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas