Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Óculos escuros e touradas

por Nuno Castelo-Branco, em 21.08.10

 

Pelos vistos, em Espanha os os touros já sabem que foi aprovada uma lei que coloca um final a um certo tipo de práticas e vai daí, este decidiu chamar a atenção do mundo. E conseguiu.

 

No país que esperemos que para sempre se limite a ser vizinho, esta polémica não é de hoje. De facto, quando da instauração da 2ª república, uma das primeiras iniciativas da "nova gente", foi o bisbilhotar do conteúdo das gavetas do Palácio do Oriente, à cata de indesmentíveis provas de "luxo perdulário da realeza decadente". Foi com grande alegria que no quarto de Vitória Eugénia de Battenberg, encontraram uns famosos óculos de sol que a rainha usava esporadicamente, quando por razões de Estado, era obrigada a assistir a touradas. Na época e seguindo fielmente os dichotes que outrora os seus camaradas portugueses faziam cicular sobre D. Amélia, circularam panfletos e escreveram-se artigos na imprensa subversiva, acusando Vitória de seguidismo de modas "impróprias para senhoras", ao "estilo das estrelas de cinema", etc.

 

Os ferozes aficcionados espanhóis do barrete frígio, tiveram uma desagradável surpresa, porque os óculos eram escuros, mas totalmente opacos. Para cegos.

Em Londres, 1907: Maud da Noruega, Augusta Vitória da Alemanha, Amélia de Portugal e Vitória Eugénia de Espanha

Afonso XIII, o Kaiser Guilherme II e os anfitriões, Alexandra e Eduardo VII da Grã-Bretanha

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:01


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Nuno Resende a 21.08.2010 às 12:14

Ahahaha! Nuno, é delicioso este post!
Sem imagem de perfil

De Helena Branco a 21.08.2010 às 13:09

NUNO...ora aí está um assunto com o qual discordo e acuso quer Espanhóis quer Portugueses da prátrica de "festivais primitivos as touradas" já não bastam as políticas que sangram o povo ... Fiquei confesso! por momentos significativos a apaludir o touro! e mais ainda quando soube que felizmente(claro) não havia ferimentos sérios.È dos espectáculos mais deprimentes mais vazios que o homem sustenta! muito para caminhar o Homem... Agora NUNO os óculos serem opacos...parti-me a rir e não sei usar linguagem mais cuidada!!!!!!
Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 21.08.2010 às 18:53

Pois, Nuno e Helena, este tipo de atitudes, chegam sempre via... rainhas!
Sem imagem de perfil

De Rogerio a 22.08.2010 às 00:43

Belíssimo!
Belíssimo!
Belíssimo!
Espectáculo degradante este! Pode ser que com esta "iniciativa" deste touro, mais seguidores lhes sigam! Claro está, sem ferir as pessoas que presenciam este degradante espectáculo!
Sem imagem de perfil

De CMF a 22.08.2010 às 03:48

Nuno, de certeza que sabe que a recente farsa catalã nada tem a ver com "um certo tipo de práticas". Surpreende-me que tanta gente em Portugal tenha caído na esparrela.

Já agora, posso ajudar à f(i)esta: a Rainha Sofia assiste a touradas por obrigação, e olha sempre para o lado no momento da morte do touro.
Por outro lado, atenção anti-taurinos!, pois é o sangue humano e a morte na arena (neste caso, seria na bancada) que mantém a viva a festa.

Ass: um não-aficionado fascinado pela cultura e arte da Fiesta.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.08.2010 às 14:35

A Rainha Sofia em vez de olhar para o lado, devia simplesmente, até pela popularidade de que desfruta, ou não comparecer ou fazer algo para se evitar o sofrimento dos animais em causa.

Comentar post







Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas