Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Derrota vermelha em Bangkok

por Nuno Castelo-Branco, em 30.08.10

Aconteceu o que há muito se previa. Os azuis e brancos do Partido Democrático, venceram as eleições locais na capital tailandesa, com uma enorme vantagem de votos e de mandatos. Em segundo lugar, o partido "vermelho" ficou-se pelos 15% dos sufráfios e por um número irrisório de assentos. Onde está a "maré vermelha", onde ficou a avalanche proletária e operária que queria construir um "Estado Novo tailandês", uma república ao estilo de outras mais a nordeste? Os seus lídimos apoiantes ocidentais, não tardarão muito em exigir novas eleições e até, sugerir irregularidades eleitorais. O dinheiro fala bem alto e esta gente não hesita na insistência. Podem até aprender com o exemplo de um Portugal de outros tempos, quando a miséria eleitoral do PRP, implicou a adopção de nova praxis, baseada na bomba, difamação e caceteirismo militante. Suspeita-se que dentro de pouco tempo, voltarão as barricadas e a tomada como refém, de uma ou outra cidade tailandesa.

 

"Os vermelhos do Peua Thai, ainda fortes em algumas zonas da capital, receberam com alguma estupefacção os resultados, pois ainda ontem acreditavam na possibilidade de ganhar nos grandes bairros operários dos arredores. Há ou não democracia na Tailândia ? Ou só há democracia quando se tomam de assalto as ruas, se incendeiam edifícios e se alvejam as forças da ordem ?"

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:34







Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas