Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Um cromo descolorado

por Nuno Castelo-Branco, em 17.01.12

A gira "presidenta" da Assembleia da República, "useira e vezeira" nas lides da rebaldarice que infelizmente grassa naquele tão extraordinário casarão, simplesmente não dá conta do banal recadinho. No nosso auto-convencido ersatz da Meg Ryan, as gaffes multiplicam-se a cada minuto que passa, as suas oras não fazem bater a bota com a perdigota, não conhece o regimento, não reconhece os deputados - não lhe levem a mal, pois bem a compreendemos - e os risinhos patetas soam como flatos em minuto de aflição. Enfim, cada vez mais pairam umas certas desconfianças do porquê daquele entusiasmado unanimismo partidista no alçar parlamenteiro à segunda magistratura do Estado. Melhor faria esta gira em colocar um avental e dirigir-se à sua cozinha, preparando uns fritos caseiros.

 

Uns meses mais e começa a zurrar. Que desastre!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:20


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Marco a 17.01.2012 às 22:50

Valente porco
Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 17.01.2012 às 23:13

Aceito a porcaria que ao contrário daquilo que é comum na blogosfera, está assinada. Diga lá: é mentira? A senhora não tem jeito para o cargo e ponto final.
Imagem de perfil

De Samuel de Paiva Pires a 17.01.2012 às 23:14

Tenho a impressão que o comentador acima estava a adjectivar a "presidenta". Mas posso estar enganado. 
Sem imagem de perfil

De Zephyrus a 17.01.2012 às 23:17


Além de não ter jeito, não dá o exemplo e não abdica voluntariamente de regalias concedidas pela República. Longe vão os tempos em que os portugueses se lançavam ao mar e punham em risco a vida no Índico ou no Norte de África em nome do ideal do Quinto Império. Esta canalha instalada confortavelmente vale zero.
Sem imagem de perfil

De Zephyrus a 17.01.2012 às 23:14

Tento no que escreve. O Nuno tem razão. Se esta senhora fosse elevada já teria dado o exemplo várias vezes. Mas não foi isso que sucedeu. Os tempos que correm exigem sacrifícios voluntários das elites de Estado, e exemplo. Antes o Fernando Nobre, provavelmente, que só não está lá porque «traiu» a Esquerda ao aceitar o convite do «fássista» Passos Coelho.
Sem imagem de perfil

De Carlos Velasco a 17.01.2012 às 23:24

O Tempora! O Mores!
Sem imagem de perfil

De Marco a 18.01.2012 às 00:00

Peço imensa desculpa e vou me retratar. A senhora é uma porca e tu és um porco.
Sem imagem de perfil

De O Careca da Alfama a 18.01.2012 às 12:37

Porra, nem a verdade se pode dizer nesta terra.
Sem imagem de perfil

De O Bastonário da Ordem dos Otários Portu. a 18.01.2012 às 12:26

Esta, até em mim, doeu...

:-D
Sem imagem de perfil

De deMello a 20.01.2012 às 19:00

Esta é mais uma bandida legalizada, parte da corja de chulos que nos governa e que tem a lata de dizer que gastámos demais. Sim, a CORJA gastou! Este tal de 'Marco', deve ser mais uma PORCA do regime, que vive à custa da chulice e se escuda na arrogância e na baixaria. E com gentalha desta, só nos resta uma opção: jogar com as mesmas armas do anonimato e chamar as PORCAS pelos nomes.

Comentar post







Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas