Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Palácio de Belém confirma

por Nuno Castelo-Branco, em 30.01.12

Hoje, o Sr. Arnaut exortava o Chefe do Estado a vetar o diploma que atirará o feriado do 5 de Outubro para o lugar que merece. A resposta parece que é outra. O Sr. Arnaut merece a consolação vinda dos monárquicos que também facilmente lhe reconhecerão o mérito de obra feita no S.N.S., mas daí a exigir a permanência de uma desastrosa comemoração de um lamentável acontecimento, vai uma grande distância.

 

Os jornais noticiam o reconhecimento do exemplo de vida, a obra e a estatura moral da Infanta D. Maria Adelaide de Bragança, digna afilhada dessa outra benemérita que foi Rainha de Portugal, D. Amélia de Orleães.

 

O equilíbrio é mesmo este, imposto pela justiça que finalmente chegou, para desespero dos prestidigitadores que há tantas décadas deturpam a verdadeira História. Amanhã à noite, no jantar comemorativo do centésimo aniversário da Infanta, chegará de Belém o reconhecimento do povo português.  É isso mesmo, o reconhecimento do humilhado, abusado e há tanto tempo desprezado povo português. Cavaco Silva fez o que há muito devia ter sido feito.

 

Isso basta, nada mais há a acrescentar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:46


5 comentários

Sem imagem de perfil

De José Tomaz de Mello Breyner a 30.01.2012 às 20:49

E uma das pessoas a quem temos de agradecer é ao Nuno Castelo-Branco, autor deste post que desde a primeira hora neste grupo : http://www.facebook.com/groups/donaadelaide/ deu um enorme contributo nomeadamente nos artigos que sobre este assunto lá publicou.

Nuno espero ver-te amanhã. Um abraço

Zé Tomaz
Sem imagem de perfil

De Pedro a 31.01.2012 às 01:28

Nuno Castelo Branco, eu sou português e não fui chamado para essa cerimónia. Não confunda uma representação protocolar ou de cortesia, como tantas outras a que vai o presidente, com o "reconhecimento" do povo português. Não me parece que o povo vá aclamar o rei à porta da cerimónia. Como vai ter oportunidade de constatar, o povo português, por quem agora chora lágrimas, vai-se estar nas tintas. ingratos, é o que eles são...
Sem imagem de perfil

De A. João Soares a 31.01.2012 às 06:29

Não +posso dixar de concordar com o texto e os comentários que me precedem. Porque não acabar também com o feriado de 25 de Abril?
Porém discordo do Pedro quando quando se refere ao «povo português» na terceira pessoa, pois, somos portugueses, portanto nós, portugueses somos ingratos, egoístas  e ...etc. Felizmente há excepções e a D. Maria Adelaide Bragança é uma honrosa excepção.
A homenagem acaba por ser a festa do centenário e não o reconhecimento do valor que sempre demonstrou possuir. Se não tivesse chegado a esta idade, teria falecido sem um gesto de gratidão de Portugal.


Cumprimentos
João
Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 31.01.2012 às 09:11

Caro Pedro, no seguimento daquilo que o João diz, há também que reconhecer a generosidade espontânea dos portugueses. Esta é uma indesmentível verdade e ainda recordo com orgulho, o magnífico ímpeto vivido naqueles dias "Por Timor!" Se isto não é generosidade, não sei o que será.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 31.01.2012 às 09:48

Certo, mas não falava disso. A única coisa que eu queria dizer é que o comparecimento do PR a uma cerimónia de homenagem a alguém não é nenhum reconhecimento do povo português.

Comentar post







Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Em destaque

  •  
  • Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas