Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Parolices republicanas...

por Nuno Castelo-Branco, em 08.08.08

p> 

 

 

O antigo presidente do PSD decidiu não permitir  nas imediações do espaço aéreo vizinho da Vivenda Mariani, a passagem de qualquer tipo de aeroplano que incomode sua excelência. Os portugueses já há muito se habituaram ao despautério dos carros topo de gama que abrem caminho à força pelas ruas de Lisboa, precedidos de estridentes sirenes de batedores policiais.

 

Já todos nos acostumámos a ter que esperar longos momentos dentro dos aviões acabados de aterrar, pacientemente resignando-nos às delongas deste ou daquele ministro que se demora na primeira classe, alheando-se completamente dos "passageiros vulgo" que pagam os seus bilhetes, mas que não podem sair antes da alta autoridade o fazer.

 

Também se tornou rotina a abusiva utilização de viaturas do Estado - nossas, estas sim, de todos os portugueses -, para fins partidários ou lúdicos.

 

O consumidor de uma dotação 16 milhões Euro/ano, não está com meias medidas e assim, prejudica as empresas de publicidade, corta cerce os voos  particulares que enxameiam os céus do Algarve e não se importa minimamente com este evidente sinal de desdém e prepotência. É isto a república e quem a quer, que a pague.

 

Como sugestão, sugerimos às dezenas de assessores belenzeiros, que influenciem para a construção de uma bateria de mísseis Patriot nas imediações da Vivenda Mariani, ou pelo menos, que recorram a uns antigos mas comprovadamente eficazes 88mm A.A.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:57


6 comentários

Imagem de perfil

De António de Almeida a 08.08.2008 às 16:31

-Por um lado concordo que as empresas de publicidade aérea estão a ser afectadas, e perdendo Agosto têm poucas hipóteses de recuperar as receitas agora perdidas. Por outro lado, são as mesmas empresas que alugam lugares nos helis, para alimentar essa praga das revistas cor de rosa, que obtêm do ar as fotos que não conseguem obter em terra, devassando a vida privada. Pena que só Cavaco Silva tenha poder para se defender da situação. Penso contudo que a situação poderia ser resolvida de outra forma.
Sem imagem de perfil

De Joana a 08.08.2008 às 19:28

O Sr. Presidente da República, ao invés de andar preocupado com os instantâneos que possam capturar da sua senhora em fato-de-banho no ALLgarve, deveria ter feito as malinhas e rumado até Pequim, apoiando assim os desportistas portugueses. Foi uma pobreza assistir ao desfile da delegação de Portugal sem que se focasse o rosto de um representante da nação. Em compensação, Reis e Príncipes dos vários países europeus lá estiveram, vibrando à passagem dos seus atletas.
Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 08.08.2008 às 20:07

Pois, Joana, as Monarquias t~em que conquistar a popularidade todos os dias, com trabalho (pelo menos é o que o rei de Espanha sempre disse a Filipe).
António, o senhor presidente não se amofine, pois as revistas cor de rosa estão MUITO mais interessadas na funcionária de serviço ao dia do Cistiano Ronaldo. E fazem muito bem...
Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 09.08.2008 às 17:34

Desculpe, queria dizer "têm" e não t~em
Imagem de perfil

De Bic Laranja a 11.08.2008 às 00:03

Quando o sr. dr. era primeiro ministro ninguém podia entrar ou sair da praia de Santa Eulália quando fosse ele a passar. Parece-me bem não haver mistura.
Também me parece bem que se tehna mudado o nome da terra do sr. dr. de Poço para Fonte de Boliqueime.
Cumpts.
Sem imagem de perfil

De Joana a 12.08.2008 às 12:35

Afinal as restrições ao espaço aéreo não foram suficientes! Ainda ontem vi imagens da Sr.ª Primeira-Dama a banhos no Algarve. Curioso que nem mesmo dentro de água dispensou o guarda-costas! Francamente! Esta gente anda mesmo com a mania da perseguição!

Comentar post







Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas