Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Eficácia alemã: eles traduzem os nossos posts!

por Nuno Castelo-Branco, em 01.11.08

 Pela primeira vez, procedi a uma operação de espionagem no sitemeter e procurei saber quem andava a ler este blog. Chegando a uma entrada (by location) alemã, de Hamburgo, logo pensei tratar-se de um português que ali vive e nos visita. Surpresa! O texto surge integralmente em alemão e fiquei assim a saber que existe um serviço de tradução imediata dos posts. Será que existe o mesmo para outras línguas? A minha ignorância nestas manigâncias internéticas é total. Por curiosidade, aqui vai o  link.

 

Bei der Passage der Hundertjahfeier des Regicide, gibt es bestimmte Bewegungen innerhalb Castrense und sehr deutlich, die allgemeine erschien zu warnen, Leandro garcia fuer die Schwierigkeiten innehalb der FAP eher einwigartig undd kann so ausgelegt werden, als eine Warnung, die allgemeine war Tuch Hintergrund, die ehemalige - und renommierten Real - waffen der portugiesische Escudo, die gleiche einsseitige illegal stuerzen durch die Verfassung von 1911.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:12


6 comentários

Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 01.11.2008 às 21:44

Nuno, ainda antes de ler o post,segui o link, e fiquei tão surpreendida!...
Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 01.11.2008 às 21:54

A Alemanha É a Alemanha e o resto é conversa...
Sem imagem de perfil

De Margarida Pereira a 02.11.2008 às 10:01

ich habe im Karlsruhe gelebt...
Nuno! As 'conversas' em alemão contagiaram!
:))))
'Vielen danke', hã?...
Sem imagem de perfil

De gdr a 01.11.2008 às 22:09

Que eu saiba, o Google tem um serviço de tradução de páginas para inúmeras línguas, pelo que é fácil seguir sites estrangeiros, ainda que as traduções sejam más. Curiosamente também a GdR tem um visitante regular de Hamburgo...
Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 01.11.2008 às 23:13

Obrigado, Gazeta. Não sabia!
Sem imagem de perfil

De JMB a 02.11.2008 às 00:01

Esta é fantabulosa. Nunca me passaria pela ideia.

Comentar post







Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Em destaque

  •  
  • Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas