Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O site de BARAHONA POSSOLLO

por Nuno Castelo-Branco, em 11.11.08

Conheci o Carlos Pedro Barahona Possollo em 1992. Frequentávamos o mesmo ginásio - o ACM - na Pedro Álvares Cabral e  embora nunca tivéssemos falado, o facto da sala ser tão pequena, habituava-nos facilmente a todas as caras que por lá passavam. Um dia, o Cá-Pê - diminutivo pelo qual é tratado por todos -, apresentou-se e um tanto embaraçado disse que era estudante de pintura nas Belas-Artes e que gostava de saber se me importaria de posar para ele. Concordei e não pensei muito no caso ..."bah! um retrato feito por um estudante... não podia recusar"...

 

Lá fizemos a sessão fotográfica e notei de imediato a extrema educação, simpatia e interesse da conversa daquele miúdo, perfeitamente adequada ao ambiente do seu atelier recheado de peças nas quais se inspirava e reproduzia naquilo a que eu pensava serem "estudos". Uma semana depois o Cá-Pê telefonou-me e foi dizendo que já podia dar uma espreitadela no quadro, pois uns dias mais e a coisa era concluída. Curioso, lá fui ver a obra e fiquei boquiaberto. Não esperava tanto e então arrependi-me daquele "bah!" e encolher de ombros de há apenas pouco mais semana e meia. Habituado como estava ao desleixo que a ESBAL emanava no ensino dos cânones académicos, o retrato pareceu-me absolutamente espantoso e fruto de um grande e inato talento.

 

Que eu saiba, Barahona Possollo é de longe, o  melhor que Portugal possui neste género. O seu interesse foca-se numa longa viagem no tempo, onde reminiscências de uma Antiguidade - na qual idealmente vive, sem que alguém disso se tenha apercebido -, encontram um eco mais próximo no fascínio pelo Orientalismo transportado para a tela e que nos apresenta aquele desaparecido Egipto das aventuras fantásticas do Indiana Jones, sucedâneo mais aguerrido de Howard Carter.  

 

A sua obra é primorosa e convido todos a uma viagem no tempo.

 

Visitem o site http://barahonapossollo.com e cliquem sobre as imagens. vale a pena.

 

"Acredito que a realidade, o mundo que nos rodeia, seja dotado de um carácter múltiplo, que não se pode resumir a uma equação ou um rótulo. A dualidade matéria-espírito está presente em tudo o que observamos".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55


3 comentários

Sem imagem de perfil

De De Puta Madre a 13.11.2008 às 00:14

Nuno mostra o quadro à gente ... vá-lá...
Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 13.11.2008 às 00:38

Bah, vão ao site. É o São Francisco e o outro, o D. Sebastião. Os dois, de 1992.
Sem imagem de perfil

De De Puta Madre a 13.11.2008 às 01:35

;) eu sei ...
Temos que combinar um coffee em Setúbal ;) y ir ao museu ... ;)

Comentar post







Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Em destaque

  •  
  • Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas