Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Depois de vaguear pelo Outono das Tulherias...

por Cristina Ribeiro, em 19.11.08

Vejo n'O Jansenista " a mais chique igreja de Paris, a Madeleine" e lembro o concerto que lá vi, no âmbito de « Les Dimanches Musicaux », num dia 4 de Novembro, comemorativo da morte de Gabriel Fauré. A entrada era gratuita, e a Orquestra Filarmónica de Londres, e respectivo Coro, tocava e cantava o « Requiem» que compusera ele mesmo para quando chegasse o momento da morte, que não temia, antes antecipava como uma libertação.

 

 

 

 

            

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:51


10 comentários

Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 19.11.2008 às 21:40

Oi, Cris, já que falou no Jansenista, vá dar uma vista de olhos ao texto de antologia que o meu irmão publicou hoje. E desperdiça-se neste país, um tamanho talento. Coisas...!
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 19.11.2008 às 22:08

Nuno já tinha lido. O Miguel já nos habituou à sua prosa de alto coturno!
Sem imagem de perfil

De Margarida Pereira a 20.11.2008 às 00:17

Fânzoca # 1: moi!!
Sem imagem de perfil

De mike a 19.11.2008 às 21:52

Considere-se uma privilegiada, menina Cristina Ribeiro. :-)
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 19.11.2008 às 22:09

Claro que sim, Mike :)
Sem imagem de perfil

De Margarida Pereira a 20.11.2008 às 00:16

Vocês querem dar cabo de mim...
Primeiro, Le Grand Seigneur (aka O Jansenista), depois Madame (aka Miss Perls), agora a Cristina?!
Oh, deuses...
Eu preciso esquecer Paris!!!!
Sem imagem de perfil

De JMB a 20.11.2008 às 01:31

Fauré ? Curioso. Outro esquecido que se ouve de vez em quando em concertos de academias de música com códigos postais que por pouco não vêm nas listas.

ok ... obg.
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 20.11.2008 às 21:22

José,só nesse dia, realmente, fiquei a saber deste compositor.
Sem imagem de perfil

De João Pedro a 20.11.2008 às 18:11

A Madeleine, uma das primeiras imagens que guardei de Paris quando me estreei na capital francesa. Lá voltei a passar em frente, anos depois, com o dia a nascer e nas ruas só se viam homens a lavá-las, antes da chega do bulício. Um quadro de que nunca me esqueci.
(E atrás fica a Fauchon)
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 20.11.2008 às 21:24

João Pedro, ir a Paris e não trazer um chá da Fauchon :)

Comentar post







Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Em destaque

  •  
  • Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas