Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Gases em Gaza: dedicado ao Bloco de Esquerda

por Nuno Castelo-Branco, em 04.01.09

 Os apoiantes portugueses do Hamas e Hezbollah, andam muito activos na blogosfera, recrutando novas consciências e apelando ao fim dos brutais ataques aos seus correligionários na faixa de Gaza. Enquanto o Volksturm gazense vai carregando cartuchos, incorporam-se jovens que entusiasticamente juram bandeira, enquanto as meninas envelopadas agitam a imprensa internacional. Tudo normal, lá no Médio Oriente.

 

Enquanto isso, alguns refractários vão recebendo o merecido tratamento público. É a justiça...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:11


4 comentários

Imagem de perfil

De João de Brecht a 04.01.2009 às 16:30

Não podemos generalizar. Pessoas "boas" e "más" há em todo o lado, quer do lado israelita quer do lado palestiniano foram tomadas atitudes que aos nossos olhos são impensáveis. A questão que se prende agora é saber onde está a legitimidade de ocupação territorial. A resolução da ONU que deu origem ao estado de Israel, dez com que território que naquela altura era ocupado por palestinianos fosse restrito ao espaço que tem hoje e que a cidade de Jerusalém fosse tornada numa cidade internacional. O Hamas não respeitou a decisão da ONU; Foi pedido pela ONU um cessar fogo para ajuda humanitária e ISrael não acedeu.

É uma questão demasiado complexa para se tomar uma posição. O Hamas está longe de ser uma vitima, mas Israel está também longe de ter razão!

Sem imagem de perfil

De Vera Matos a 04.01.2009 às 23:05

Faço das suas palavras Monsieur de Brecht, as minhas.
Sem imagem de perfil

De Aaoiue a 04.01.2009 às 17:32

La duda metódica, el desprecio por las doctrinas doctrinarias, el desinterés y la repugnancia por el gregarismo, el cuestionamiento de conflictos inveterados, el desmaniqueísmo, el análisis profundo, el verdadero pensamiento, etcétera, no las encontrarás en los partidos. Es más fácil encontrar rosas en el mar, como decía aquel poeta (a pesar de ser comunista), Rafael Alberti.
Bom 2009!
Sem imagem de perfil

De Joana a 04.01.2009 às 18:02

Ambas as partes são simultaneamente vítimas e culpadas. É a única certeza na questão israelo-palestiniana.

Comentar post







Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas