Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




And now for something completely different

por Samuel de Paiva Pires, em 10.06.09

Provavelmente a maior piada dos últimos tempos: Sondagem que dá vitória ao PSD não tem validade! Por Claudio Carvalho, via André Azevedo Alves e com a devida resposta de Pedro Magalhães. Já estou como um colega meu do curso de Ciência Política me dizia há pouco, é melhor deixar de ler estas coisas que fico com o sistema nervoso demasiado alterado e não consigo dormir. Por ora não consigo é parar de rir:

 

A sondagem da Marktest para a TSF e para o Diário Económico, anunciada ontem e que dá a vitória ao PSD “reunindo 32,5 por cento das intenções de voto, contra os 29,4 do PS” é o maior fracasso de todas as sondagens realizadas até ao momento.

(…)

A amostragem não foi feita de forma rigorosa e profissional, logo não é confiável e estando describilizada, de nada se pode inferir quanto aos resultados das Eleições Europeias do próximo Domingo.

(…)

Portanto e, muito sucintamente, a conclusão é que a amostragem foi mal elaborada, logo a validade da sondagem é nula!

Lamento, mas não vencerão o Partido Socialista desta forma, por muito que tentem.

Despeço-me com um abraço, hoje, não na condição de socialista, mas de um cidadão atento… muito atento!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:51


4 comentários

Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 10.06.2009 às 02:01

Deve ser... como as sondagens da semana passada...!
Imagem de perfil

De Samuel de Paiva Pires a 10.06.2009 às 17:07

Há coisas que raiam a mais absurda loucura...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.06.2009 às 17:08

Mas mais giro é o que o Samuel disse:

"Há que reter, como fundamental das ideias do MMS, a concepção da reorganização do Estado através da evolução do regime e isto terá de ser feito, obviamente, na nossa esfera interna, [longa hesitação] segundo o partido, não estou a dizer que seja eu, não estou aqui a tomar partido nenhum...

Grite: JOBS JOBS JOBS!

Imagem de perfil

De Samuel de Paiva Pires a 10.06.2009 às 17:13

LOLOLOLOLOL é mesmo isso...Já fui convidado para 3 partidos, um acabou por me recusar a ficha, felizmente pois será uma história gira para contar daqui a uns anos (P/JSD), aos outros dois recusei (PP e MMS). Não acha que se eu fosse como vós (JS, JSD, seja lá o que o meu caro anónimo seja) já estaria num desses centros de emprego que dão pelo nome de partidos? Pense duas vezes antes de dizer asneiras...

E se reparar, estava completamente exausto nesse dia, como se pode notar no video e pelas "paragens" cerebrais que tive..

Comentar post







Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas