Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Na sua frente um silvado

por Cristina Ribeiro, em 05.09.09

 

carregado de amoras, que o sol de Agosto tinha amadurecido. Lembrou-se então de quando, com algumas amigas, ia por esses montes à procura do negro fruto que, tão saboroso que era, a fazia ficar por ali, esquecida do tempo, até se lembrar que eram horas da janta. E, depois, ainda ouvia a mãe:  Nem precisas de dizer onde estiveste. Essas pernas arranhadas pelas silvas, os lábios roxos...; depois não te venhas queixar de dores na barriga, ou de que não tens fome.

Sorriu-se e não resistiu a tirar uma amora, a que se seguiu outra, e outra, e...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 19:03


6 comentários

Imagem de perfil

De Daniel João Santos a 05.09.2009 às 22:40

Também posso tirar uma?
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 05.09.2009 às 22:48

Pode, Daniel; hoje não me contentei com uma, viciantes que elas são :)
Sem imagem de perfil

De Joana a 06.09.2009 às 13:55

E das amoras (bem boas!), o meu pensamento saltou para os medronhos! Não deixam os lábios roxos, mas têm outros efeitos secundários bem conhecidos! ;-)
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 06.09.2009 às 20:10

Outro fruto muito bom, que faz um bom licor,Joana.
Sem imagem de perfil

De john a 07.09.2009 às 14:40

... e uma boa aguardente, Cristina. Lá na zona da Serra de Monchique não há café que não tenha uma garrafinha de aguardente de medronho escondida, para os clientes de sempre (ou pelo menos não havia, até a ASAE atacar os produtores).

Desde que me mudei para Lisboa que nunca mais comi amoras (já lá vão seis anos). Quando vivia lá na aldeia, em meados de Julho já eu andava a percorrer os campos de bicicleta, a ver se já estavam maduras nos silvados onde eu sabia que se encontravam as melhores. Medronhos já não como há mais de uma década... e tenho saudades.
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 07.09.2009 às 20:24

Pois é John; em Faro alguns foram os que ao jantar a juntaram ao café.

Coisas nossas :)

Comentar post







Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas