Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Entendamo-nos. Quando, uns posts atrás,

por Cristina Ribeiro, em 14.09.09

me referi ao " rotativismo ", não tinha em mente a verdadeira rotatividade, entre partidos diferentes na ideologia, como sucede na Alemanha, Inglaterra, Espanha...; mas ao " rotativismo " em tudo semelhante ao que houve no Portugal do século XIX, após a morte de Fontes Pereira de Melo, em que entre Partido Regenerador e Progressista não havia diferenças substanciais: apenas mudavam as pessoas, que diziam coisas diferentes, mas faziam o mesmo... É o que, num artigo de opinião, Rafael Barbosa reitera: socialistas e sociais-democratas fazem o que podem para parecer diferentes. Mas no fundamental são parecidos. Nem Manuela Ferreira Leite é uma liberal que pretende desmantelar o Estado Social,* nem José Sócrates é um socialista da velha guarda.

 

Pertencendo à mesma família ideológica, a social democracia, sucede, apenas, que " estes " líderes não encaixam.

 

 

*  ressalvando, porém, que o Estado Social não é um exclusivo da social democracia; tem é de ser bem gerido.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:34


4 comentários

Imagem de perfil

De Daniel João Santos a 14.09.2009 às 21:59

não acredito neste bloco central que nos governa há mais de 30 anos.

Estamos onde estamos graças a uma falsa rotatividade entre o PS e o PSD.
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 14.09.2009 às 22:15

É como escolher entre o branco e o branco numa ligeira nuance.
Sem imagem de perfil

De Luísa a 15.09.2009 às 00:14

Pois eu não discordo da ideologia, Cristina – sendo certo que não sei bem com que «ideologia» concorde… ;-D
Mas discordo veementemente, isso sim, de algumas personalidades. Acresce que a dita ideologia não é (completamente) assumida pelo PS, o que torna a sua governação errática, inconsistente e frequentemente eivada da mais irritante hipocrisia.
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 15.09.2009 às 12:10

Mas na prática, Luísa, têm os dois a mesma ideologia ( que pode ser extremada, ou não, consoante a personalidade do líder - por isso se vê tantos sociais democratas e socialistas, menos extremados, a apelar à coligação entre os dois. Acho uma bizarria muito portuguesa - o normal é que suceda como na Alemanha, onde a um governo social-democrata se segue um que verdadeiramente o não é..

Comentar post







Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Em destaque

  •  
  • Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas