Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Chego a casa deprimida,

por Cristina Ribeiro, em 23.09.09

depois de no jantar terem sido expostos cenários de um futuro negro, em que ninguém tem ilusões sobre a politização do " povo contentinho ", que se queixa do mau governo que tem, como mostra à saciedade este post, mas que as sondagens ( eu sei que elas erram, mas...) elevam ao governo do contentamento de tantos sondados ( como?!? ), e só a leitura deste artigo me faz renascer a esperança no discernimento da outra parte de portugueses: Esta é a hora de reforçar a nossa força política. Sem vacilar, e contra as sondagens.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:12


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Miguel Neto a 23.09.2009 às 11:37

Parabéns para a sua mãe pelo dia de ontem.

Não se deixe apanhar pela "asfixia da esperança". E se no dia 27 ganharem "os vendedores da banha-da-cobra", apesar de isso nos ir sair muito caro, no estado em que está o mundo e em particular Portugal, não voltam a ganhar outras eleições nos próximos 20 anos.
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 23.09.2009 às 12:37

Obrigada, Miguel.
Tal como Anacoreta Correia, lá me deslocarei às urnas no dia 27, contra essa tal de ventania ...
Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 23.09.2009 às 12:25

Parabéns à mãe, coisa bem mais importante que toda a partidocracia junta. Quanto ao que o Miguel Neto diz, subscrevo. Espero bem que no domingo haja sol de praia
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 23.09.2009 às 12:40

Obrigada Nuno.
Se estiver um dia como o de hoje, é praia garantida, mas só depois de " cumprido o dever cívico " :)
Imagem de perfil

De António de Almeida a 23.09.2009 às 13:14

Também penso votar, sem entusiasmo na escolha, muito possivelmente também será a minha opção...
Sem imagem de perfil

De João Quaresma a 23.09.2009 às 13:34

Não se anda durante mais de 30 anos com a Esquerda a dominar todos os mecanismos de formação da opinião política sem que isso dê resultados. Quem me conhece sabe que há muito que venho avisando para este cenário. Gostaria de encontrar alguns - nomeadamente do Largo do Caldas - dos que, do alto da sua ignorância, desvalorizaram os avisos feitos por mim e por alguns outros, e nos consideravam alarmistas.

Agora, encontrem umas soluções moderadas para sair disto!

Comentar post







Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Em destaque

  •  
  • Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas