Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




CHICAGO - Viagens de Além Mar 1

por Nuno, em 22.10.09

Esta grande cidade localiza-se no Norte dos EUA, no Estado do Ilinois e é a terceira maior em termos demográficos do país. Antes encontram-se Nova Iorque e Los Angeles.

São perto de 3 milhões de pessoas a viver nas margens do grande lago Michigan. Tal como Lisboa esta urbe cresceu ao longo das margens e a sua vida e clima está muito determinados pela proximidade da água. Os americanos adoram os “nicknames”, aquilo que chamamos alcunhas, Chicago é apelidada de a “Windy City”, a cidade ventosa. Recorrendo ao que me lembro do que aprendi em Climatologia na universidade, a existência de massas de água condiciona o clima em terra. Isto porque a superfície terrestre ganha ou perde calor muito mais rápido que a água. Isto gera fluxos de ar das áreas mais frias para as mais quentes (altas para as baixas pressões). Em termos práticos no Verão sopram ventos frescos do lago para a cidade, no Inverno sopram ventos gelados do interior para o dito lago. Isto significa que no período estival o clima é muito agradável e no Inverno é terrível com ventos frios constantes. Quem tem possibilidades económicas, nessa altura parte para férias em áreas mais quentes (Florida, Caraíbas etc.).

 

 

Até ao final do século XIX a maior parte da cidade foi constituída por edifícios de madeira. Na década de  1890 ocorreu um gigantesco incêndio que destruiu tudo. Quando estava no curso de Geografia o projecto de urbanização de Chicago foi-nos apresentado como um modelo de sucesso. O que hoje podemos encontrar no seu centro são belos edifícios de estilo Arte Nova e Arte DECO muito bem conservados, datando das primeiras décadas do século XX.

As margens pantanosas do lago foram convertidas naquilo que eles chamam “The Emerald Neckless”, o colar de esmeraldas. Uma ampla cintura de impecáveis parques onde decorrem uma imensidade de actividades culturais  durante o Verão. Existem ainda muitas praias de areia bastante concorridas onde se pode tomar banho no lago e apanhar algum sol.

 

A artéria principal de comercio da cidade é a “Magnificent Mile”, a milha magnifica. Essa área de comercio é uma das mais luxuosas do mundo, encontrando-se lá representadas as marcas mais conhecidas. Nessa área e para informação daqueles que são sócios do Holmes Place, encontra-se o único health club dessa rede no EUA.

Igualmente próximo está situado o grande parque de diversões da cidade, num pontão extenso que penetra lago adentro e que permite uma bela vista da cidade.

Em redor do centro existem bairros habitados por comunidades emigrantes, italianos, escandinavos etc.

Nas ruas encontrei muitos pedintes “profissionais” e não só, maioritáriamente afro-americanos. Observei que existe um certo fanatismo em torno da equipa de basebol da cidade, “The Chicago Cubs”, os filhotes de Chicago ou algo do género, que curiosamente apesar de perderem os jogos de uma forma consistente, não vêem o entusiasmo do seus fãs esmorecer. A impressão que me ficou é a de que Chicago é uma das mais belas cidades dos EUA.

Um bom local talvez, para quem quiser estabelecer-se longe da nossa Democracia de sucesso e seja pouco friorento.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:55


3 comentários

Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 22.10.2009 às 23:36

Parece interessante! Já agora, obrigado pelo mail com as fotos de pinturas. Algumas são verdadeiramente espectaculares e inovadoras.
Imagem de perfil

De João Pedro a 23.10.2009 às 03:04

Uma das mais belas cidades dos EUA, sem dúvida.

Por acaso há anos que estou para escrever sobre Chicago, mas o Nuno antecipou-se com a síntese necessária.

Apenas uma correcção: é que o grande incêndio da cidade deu-se em 1871. Teve um pouco o mesmo efeito que o terramoto de 1755 provocou em Lisboa: a construção de uma nova cidade. Chicago tornou-se um laboratório de arquitectura moderna, e chegou-se a pensar que se tornaria a maior cidade do mundo. Recebeu a Exposição Universal de 1890 e foi o berço dos arranha-céus. Um dos mais bonitos é o do Chicago Tribune, mesmo no centro (o prédio da segunda fotografia, onde estive, é outro bom exemplo, assim como a bolsa). E ao longo dos tempos construíram-se outros, como a Sears Tower, hoje o mais alto edifício dos EUA.

A cidade ficou conhecida também pelo gangsterismo dos anos 20 e 30, por ser a criadora dos blues e pela sua universidade de onde saíram 21(!) prémios nobeis.
Imagem de perfil

De Nuno a 23.10.2009 às 13:50

Tem razão em relação à data do incêndio , estava convencido que tinha sido um pouco mais tarde. Trata-se sem duvida de uma cidade que vale a pena visitar. A América do Norte é um território com muitos locais de interesse, que tenho vindo a conhecer a pouco e pouco com detalhe e em geral menos dispendioso do que a Europa Ocidental.

Comentar post







Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas