Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

mas no lugar da casa junto ao rio estavam pintados dois versos. Versos dedicados à mãe.

Ao lado duas ou três andorinhas de faiança também. Soube mais tarde que eram cópias das que Bordalo Pinheiro criara. Tudo isto na sala, onde, numa época em que os serões não aconteciam já na Casa do Forno, mas numa sala pequena, com dois sofás em vez do antecessor escabelo, e onde o lugar de honra, no cimo da estante, onde o livro mais vistoso era um volume azul, grande e com letras douradas, dos Lusíadas, era ocupado pelos bustos de Camilo e do autor do livro azul.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:33


5 comentários

Imagem de perfil

De Daniel João Santos a 20.11.2009 às 22:21

Que quentinho... fez-me sonhar com um lugar quente assim.

A ultima vez que passei por algo parecido foi em Bragança num turismo de habitação, numa casa reconstruida e em pedra.

Tenho de lá votar, para estar ali ao lado daquela lareira e a uma bela conversa.
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 20.11.2009 às 22:42

É mesmo essa a memória que guardo, Daniel - de aconchego :)
Sem imagem de perfil

De mike a 20.11.2009 às 22:31

E a menina havia de nos trazer Alcobaça... quem diria? A terra onde estudei, quando vivi na Nazaré depois de vir de Angola. Tenho lá família e amigos. E gosto de Alcobaça. :)
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 20.11.2009 às 22:46

Também eu gosto, Mike, e na última vez que lá estive estava um dia lindo. Com que então, Nazaré? Entende-.se tão forte ligação ao mar :)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.11.2009 às 00:47

Esta autora - Cristina - é sensível ... e tem queda para a beleza...de certeza que tem uma áurea púupura ...

Comentar post







Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Em destaque

  •  
  • Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas