Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Fidelismo

por John Wolf, em 26.11.16

Cigar.jpeg

 

Venerem e prestem tributo a um campeão de direitos humanos, o lider revolucionário que foi aclamado e eleito por sufrágio universal num país multi-partidário, onde a liberdade de expressão é a imagem de marca, onde a pobreza foi erradicada pela fórmula mágica de socialismo radical, onde as viaturas que circulam nas autoestradas são de última geração e amigas do ambiente, onde não se conhece o paradeiro de 17.000 cidadãos que foram de férias num cruzeiro e que ainda não regressaram, onde as classes sociais foram preteridas e o poder político e a riqueza são tão fraternais que passam de irmão para irmão de um modo tão generoso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:08


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Estúpido Aluga-se a 26.11.2016 às 15:27

Ora aqui está um post fantástico, com a ironia necessária ao momento.
Parabéns.Image
Sem imagem de perfil

De Ricardo a 26.11.2016 às 16:07

Mais importante de perceber o que aconteceu a Cuba(e a outros regimes idênticos)nos últimos cinco décadas é entender as origens do Marxismo(e consequentes derivados) http://conspiratio.blogs.sapo.pt/208738.html
Imagem de perfil

De jojoratazana a 26.11.2016 às 16:24

Acabei de ouvir o jornaleiro especialista em politica internacional Nuno Rogeiro na Sic, afirmando que nunca saberemos o que teria acontecido, se a revolução cubana tivesse sido apoiada pelos EUA em vez de ter sido apoiada pela URSS. Parvoíces de quem se esqueceu ou não sabe, que o homem dos EUA era o Fulgencio Baptista.
Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 29.11.2016 às 12:38

Seria mesmo?


"Seria interessante se a generalidade dos opinadores procedessem a breves leituras introdutórias à história contemporânea de Cuba entre 1898 e 1959, ou seja, o período compreendido entre a intervenção norte-americana que empurrou os espanhóis da ilha e a tomada do poder por Fidel Castro. Descobririam, hélas, que o governo de Fulgêncio Batista era suportado por uma Coligação Socialista Democrática integrando o Partido Comunista Cubano(1), então o maior PC da América Latina - presente no governo desde 1940, e que que o Partido Comunista / Partido Socialista Popular foi introduzido no governo por imposição do State Department (1). Nada é linear, tudo é bem mais complexo do que deixam supor as abordagens sentimentais. Estudar, precisa-se. 

Quando, em Julho de 1953, Castro liderou o fracassado assalto ao Quartel de Moncada, o PCB o emitiu um comunicado do seu comité central, colocando-se ao lado de Batista e assumindo ser sua responsabilidade "desenmascarar las actividades golpistas y aventureras de la oposición burguesa contra los intereses del pueblo".

(1) No governo de Batista ocupavam pastas ministeriais os líder dos PCB Carlos Rafael Rodríguez e Juan Marinello. 
(2) Fulgencio Batista. Piedras y leyes. México D.F: Ed, Botas, 1961"

Imagem de perfil

De jojoratazana a 29.11.2016 às 20:09

O "PCB" devia de ser o Partido Comunista do Baptista.
Sem imagem de perfil

De isa a 26.11.2016 às 17:38

Ora bem, este pertencia ao Grupo que insiste em redistribuir e repartir mas, seguindo à letra, um velho provérbio popular português e, não faltam exemplos do "Quem Parte e Reparte e não fica com a melhor parte ou é tolo ou não tem arte" e, são todos tão bons que cada vez fica mais difícil escolher qual será, entre todos, o melhor artista. 


Morre um mas, nascem às dúzias e, nunca falta, quem queira o Poder de Mandar nas outras Vidas para, assim, Poder Tirar ou Redistribuir o que é dos outros. 
Todos cheios de "boas intenções" mas, destas, está o Inferno cheio e com os esgotos completamente entupidos.
A grande maioria não percebe, nem sequer questiona a razão, de tudo parecer mudar mas, repetidamente, acabarmos sempre pior do que antes, numa espécie de Zootecnia aplicada aos seres humanos ou como pensarão que as Grandes Corporações, num Mundo Global, escolhem os seus melhores "capatazes" para governar aqueles que eles consideram "the little people"? 
Globalização, uma palavra que até parece palavrão.


Estão a ver o 1% escolher alguém que seja adepto do anarquismo, voluntarismo, seja defensor da privacidade ou das Liberdades individuais? 

Para a minoria que tem como objectivo tirar Tudo, já sabemos quem são os seus preferidos, aqueles com cabecinhas colectivistas que, verdadeiramente, só querem controlar tudo e todos e, naturalmente, o 1% psicopata, agradece e recompensa os que sofrem de psicoses controladoras. 


Aliás, Liberdade foi coisa que nunca tivemos, agora está em causa a própria Sobrevivência, nascemos na Terra e desde o tecto, à comida e à água, não sei bem como mas, está a passar tudo para as Corporações e, entre impostos e tomadas de posse abusiva, ainda vão ter na mão o poder de vida ou de morte, bastará não ser um "animal", dependente e submisso, para deixar de ter direito à ração. 
Basta um exemplo, para ver o caminho por onde nos estão a levar: 
Que Entidade Sobrenatural, passou por cima de todos os Seres Humanos deste Planeta e deu o Direito às Nações Unidas de possuir e controlar Todos os Oceanos e seus recursos naturais?
Quem controla, verdadeiramente, as Nações Unidas? 
Infelizmente, vai sempre dar à minoria do costume mas, a maioria, "dorme" na sua santa ignorância e, só acorda, se for futebol, para ter um aumento de 6 euros... ou gozar mais um feriado... para poder dormir mais um bocadinho ;)


A propósito de psicopatas, aquele 1% a quem os triliões já não satisfazem e entram nos jogos de poder e em todo o tipo de aberrações, já ouviu mais uma daquelas que não passa nas "notícias tradicionais"? PizzaGate? 
Entre muitos, deixo um link porque, sobre este assunto, alguns têm sido fechados à força, portanto é aproveitar porque isto de "notícias falsas" só são permitidas se forem notícias falsas, divulgadas pelos meios tradicionais ;)
Deixo um dos mais resumidos porque, com todos os pormenores, podem durar mais de duas horas.
https://www.youtube.com/watch?v=Z4OP--ZXOjc



("A Zootecnia congrega o conjunto de atividades e habilidades destinadas a desenvolver, promover, preservar e controlar a produção e a produtividade dos animais aliada à conservação dos recursos naturais.")
Sem imagem de perfil

De isa a 26.11.2016 às 18:56

Mais um link da mesma "matéria" mas, com mais sobre o caso da Praia da Luz
https://www.youtube.com/watch?v=ggYzv3tYJEI
Sem imagem de perfil

De isa a 27.11.2016 às 12:00

Portanto, se ouviu até ao fim, este último link que lhe deixei, perceberá muito melhor, isto:
https://www.youtube.com/watch?v=IeYDHfp9P_g

Comentar post







Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas