Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Recenseamento sexual de Manuel Clemente

por John Wolf, em 08.02.18

ManuelClemente.png

 

D. Manuel Clemente, perito internacional em questões de natureza sexual, psicólogo familiar e terapeuta de grupo nas horas vagas, recomenda, a católicos recasados, como medida preliminar, o recenseamento erótico no sentido do repúdio da prática lúdica de ordem orgânico-genital. Por outras palavras, um homem que nunca provou o mel do amor libidinoso, o perfume que irradia humanidade e empatia, é um preservativo em si. O representante da Igreja Católica em Portugal é um contraceptivo andante e falante, um fiscal da génese que alimenta a fé, a paixão, esse mesmo pulsar que edifica famílias e fecunda sociedades com jorros infindáveis de esperança e a crença num futuro auspicioso. O fundamentalismo que tomou conta de certas falanges políticas e outros sistemas religiosos, parece ter inoculado este mesmo cardeal, que deixa de ser patriarca do que quer que seja. Mas Clemente é tão parecido com tantos outros. Não assina por inteiro o Index Librorum Prohibitorum Coital - deixa escorrer que se trata de uma extensão da vontade do Sumo Pontíficie - a parábola da ejaculação abstinente. Depois varrem para debaixo do tapete sepulcral as transgressões, as vidas devassadas por abusadores que se escondem atrás do manto da impunidade de Cristo, fora da lei, longe da ética, à vista de todos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:10


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.02.2018 às 19:02

diálogo desactualizado
'-ó minha mãe, minha mãe
já me morde a passarinha!
~ó filha coça-a com o dedo,
que eu também cocei  a minha'
Sem imagem de perfil

De pitosga a 09.02.2018 às 16:59

O Anónimo de 08.02.2018 às 19:02 disse-o muito bem.
Já o Lobo disse-o muito mal. Um homem que acredito ser inteligente, até passaria por pequeno (vd. Latim).
Quando se publica — se torna público — não se deve publicitar as nossas fraquezas mas as nossas grandezas. E, tanto quanto sei, o Lobo tem grandezas. Volta e meia republique-as: é bom lembrar aos outros quem somos.
Não é uma questão de honestidade! É uma questão de honra.
Eu não tenho nada a ver com as minudências alheias. Não julgo. Tenho quem me julgue.
Mas detesto ser tomado por desonesto, pois não o sou.

Comentar post







Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas