Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os espiões do BE

por John Wolf, em 01.09.16

Spy-Movie-Revie-Image-1.jpg

 

A Catarina Martins aprecia revistas. Diz que foi actriz, mas nunca a vi no Parque Mayer. Mas também nunca poria lá os pés. Portanto, nunca a poderia ter visto. Contudo acredito que tenha aprendido a dar pancadas de Moleiro (sim, a fazer farinha), a inventar estórias e enredos. Esta cantiga urgente sobre a promiscuidade entre "ex-espiões" e empresas privadas, declamada pelo Pureza do bloco, serve apenas uma causa. Serve para distrair os espectadores do grande buraco da CGD, do incómodo ideológico que afinal não é nada disso  - salvar bancos com o dinheiro dos contribuintes. No entanto, o BE perde uma excelente oportunidade. A nova gerência da CGD deveria ter lá plantado um ou dois espiões. Uns elementos insuspeitos que poderiam servir de supervisores do mais que certo descalabro que se seguirá e que dara azo a comissões de inquérito parlamentares para fingir o apanágio de justiça e transparência. Só que desta vez as manas Mortágua e a Catarina Martins fazem parte dos maus da fita. Também assinam a providência monetária que concede 5.000 milhões de euros ao banco público. Quanto isto rebentar espero que o BE demonstre o mesmo entusiasmo com que brindou os responsáveis do BES no procedimento de inquirição. Talvez ainda não tenham percebido, mas a dita Esquerda acaba de passar uma receita neo-liberal - acreditam no capital como entidade salvadora dos males do mundo. Ainda bem que a CGD é pública. É na praça que será julgada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00





Posts recentes


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas


    subscrever feeds