Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Reiterando a minha fidelidade a um ideal de sempre*

por Pedro Quartin Graça, em 22.11.12

* Por: FERNANDO DE SÁ MONTEIRO, Convidado do ESTADO SENTIDO

 

Se há algo que para mim, desde muito cedo, nunca foi discutido, é a capacidade de S. A. R. o Senhor D. Duarte para sensibilizar muita gente para as enormes vantagens e virtudes de uma Monarquia em Portugal.

O tempo vai dando razão aos que sempre defenderam o regresso à Monarquia, com as adaptações inerentes a uma sociedade completamente diferente e em transformação constante (muitas vezes, infelizmente, não para melhor).

Creio firmemente que o Duque de Bragança é a Pessoa de que Portugal precisa para um futuro mais consciente da sua Grandeza Histórica. E nunca coloco em causa a Sua indiscutível REPRESENTAÇÃO HISTÓRICA DOS REIS DE PORTUGAL, bem como os seus DIREITOS SUCESSÓRIOS. Fazê-lo é, na minha opinião (como sempre tenho afirmado pública e sistematicamente) um péssimo serviço aos ideais monárquicos e, além do mais, estúpido porque perverso e fracturante.

Quem defende certos "ditos pretendentes" nada mais faz do que colocar-se na posição dum "taliban": destruir sem olhar a meios e a consequências, defendendo "valores" sem qualquer consistência ou base pragmática.

Podemos (e devemos) afirmar a nossa discordância com o Chefe da Casa Real (desde que com sentido de elegância, educação e respeito pela Figura que Ele representa), desde que a nossa discordância tenho um sentido de consciência de cidadão livre e responsável. Já o fiz várias vezes. Mas isso não altera em nada a confirmação diariamente afirmada da minha Fidelidade à Pessoa que para mim, como para a maioria avassaladora dos portugueses (bem assim como para a totalidade das Casas Reais reinantes e Chefes de Estado estrangeiros), é hoje o CHEFE INCONTESTÁVEL DA CASA REAL PORTUGUESA.

Aqui reitero o meu total empenhamento na contínua defesa desta realidade cultural, histórica e ideológica, mantendo-me fiel aos valores e ideais que sempre me nortearam desde muito novo: a superioridade da Monarquia para o Portugal do futuro, como o foi no Portugal do passado em que a História nos fez Grandes no Mundo.

 

Fernando de Sá Monteiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:21

Cavaco já não sai à rua

por Pedro Quartin Graça, em 16.02.12

Começa a tornar-se uma situação altamente embaraçosa e incontrolada. O cancelamento da visita de Cavaco Silva, à última hora, alegadamente por motivos de segurança, à Escola António Arroio, em Lisboa, onde duas centenas de alunos protestam à entrada do estabelecimento de ensino contra as condições de funcionamento da escola, é ilustrativa de um verdadeiro desconforto presidencial face ao grande público, isto depois de ter sido apupado na cerimónia de abertura de Guimarães - capital europeia da cultura, a propósito das declarações que fez sobre os seus rendimentos.

O Presidente está cada vez mais acontonado em Belém e toda e qualquer ausência deste em cerimónias nas quais deveria marcar presença assume agora especial relevância pública.

Que contraste com a simplicidade e o à vontade em qualquer ponto de Portugal e no estrangeiro do Herdeiro do Trono de Portugal, D. Duarte de Bragança...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:12

Uma grande honra para o outro Portugal

por Nuno Castelo-Branco, em 14.02.12

"D. Duarte de Bragança, foi o português que mais lutou e se distinguiu pela causa de Timor e do seu povo (...) desde a primeira hora da invasão, ajudou milhares de timorenses". 

 

Estas palavras do Presidente Ramos Horta e o reconhecimento do Parlamento de Timor -Leste, tiveram imediato reflexo por omissão nos media. Na sua maioria submetidos à Comissão de Censura plutocrática dos interesses que tão republicanamente se reconhecem, preferiram fazer o que era possível para ocultar esta grande honra para Portugal e para aquele que é hoje, sem qualquer dúvida, o mais alto representante da nossa História. 

 

O despeito, a vergonha mal-escondida e a inveja que grassa em certos meios onde a mediocridade dita a norma que "faz eleger", propicia-nos o imenso prazer de observar esta impotência que vai grassando, incapaz até de cortar-fitas de circunstância. Como bem nos lembramos dos tempos em que alguns sucessivos inquilinos de Belém consideravam Timor-Leste como um "caso perdido", uma "ilha indonésia". São estes, os pobres de espírito saltimbancos sampaieiros que deambulam por este pequeno mundo. Hoje é um dia aziago para a crapulagem infrene que por cá ainda pode e comanda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:40

Uma grande honra e uma distinção sem igual a dupla atribuição hoje em Timor ao Duque de Bragança da nacionalidade timorense e da Ordem de Mérito do País pela mão do presidente de Timor Ramos Horta. O corolário de um trabalho incansável de décadas a favor do povo de Timor-Leste desenvolvido por D. duarte de Bragança.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:28






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas