Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

Não houve qualquer massacre, nem actos de brutalidade sobre os bandoleiros capturados. As perdas foram mínimas e a eficiência, absoluta. Aqueles escudos humanos que temiam pelas suas vidas, foram protegidos, alimentados, tratados e acarinhados pelos soldados de Rama IX. Defendendo o seu Trono, o monarca defendeu as liberdades do Reino e do Povo.  Chegou a vez da reconstrução, reforma e imprescindível justiça. Quem é criminoso, não pode ficar impune.

 

"Não, isto não foi por acaso. Aconteceu, foi decidido e instigado. Foi, até, interpretado como o início de uma nova era. Tudo, claro, em nome da democracia polvilhada por mentiras, como uma ferida nauseabunda coberta por panos de cânfora. Nas fachadas devastadas do coração de Banguecoque está inscrito a fogo o ódio contra a civilização, a propriedade, a empresa, o mérito de quem corre riscos, dá emprego, liberta-se pelo trabalho. Os bárbaros que quiseram matar a monarquia - símbolo da perpetuidade - e a democracia - símbolo da responsabilidade de cidadania - esconderam até ao momento derradeiro a sua verdadeira face."

 

Leia mais  A Q U I

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:29







Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas