Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Prioridades invertidas

por Samuel de Paiva Pires, em 11.10.10

Políticas de incentivo à natalidade e de combate à crise demográfica: cortar abonos, fechar maternidades, promover o aborto a expensas dos contribuintes (e eu votei a favor da despenalização) e, agora, interromper tratamentos de fertilidade por questões orçamentais. Assim vai o socialismo da justiça social - Infertilidade: Tratamentos na Maternidade Alfredo da Costa “brutalmente” interrompidos após circular da tutela

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:58


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Santos a 12.10.2010 às 14:29

Adoro este blog e já o sigo à alguns dias a seguir todos os artigos. Não percebo quase nada de Internet, será que há maneira de receber os novos posts e os mais recentes comentários no meu mail?
Imagem de perfil

De Samuel de Paiva Pires a 12.10.2010 às 14:33

Obrigado pela preferência! Quanto à questão que coloca, a melhor forma talvez seja subscrever o feed RSS: http://estadosentido.blogs.sapo.pt/data/rss
Pode utilizar qualquer leitor de feeds, por exemplo o Google Reader - http://www.google.com/reader/view/

Se tiver alguma dúvida, disponha!

Mais uma vez, obrigado pela preferência!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.10.2010 às 00:37

É o melhor blogue que anda por aqui. São inteligentes, estudiosos e não escrevem por escrever. Têm conteúdo e se tiverem que «arrear» bordoada, também o fazem...de forma informativa...também....digamos que por estas bandas se lavam os neurónios, enquanto noutros, aqueles degeneram, enferrujam, e cantam as maiores «excrementeiras».

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.10.2010 às 00:48

Eu gostaria muito de saber se a Maternidade Alfredo da Costa, ainda tem por lá, fêmeas vestidas de branco, armadas em pessoal da saúde a gritar assim: «Ó Isabel, traz-me aí a folhas dos abortos».

Já agora gostaria de saber se no mesmo sítio ainda perduram por lá anormais, também vestidas de branco, que gritam aos quatro ventos, pensando que todas comem da mesma «gamela» «Fique descansada que não vai presa»! Bem, aqui já lhes devem ter dito que agora a coisa é diferente, mas ainda assim, os livros não se decoram todos os dias.

Eu também gostaria de saber se no mesmo local, ainda pôem as mulheres de perna aberta, cheias de frio, prontinhas para a intervenção, sujeitas a um frio inaceitável, sujeitas ao gozo de outra anormal vestida de branco, que esclarece a doente que «se há frio é porque o ar condicionado está ligado» e a doente ali fica desprotegida e sujeita à intervençaõ de um conjunto de animais!!

Eu gostaria de saber se nesse mesmo local, continuam anormais, como este outro anormal, o que vai fazer a intervenção, que antes de a fazer, boceja e diz »estou cheio de sono», em voz alta e à frente da paciente.



Comentar post







Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas