Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Francisca Almeida - Primeira-Ministra (quota PSD) - Os tipos do FMI não vão querer outro chefe de governo do PS, logo tem que ser alguém do PSD. Esta Sra. Deputada é a mais gira de todas, foi para a Assembleia sem ir pela quota da JSD e tem um site organizado e actualizado com tudo o que vai fazendo em S. Bento. Querem melhor? E é de Braga e toda a gente sabe que o Marcelo Rebelo de Sousa nunca ia dizer mal de uma primeira-ministra de Braga - paralelamente, o Sp. Braga está na liga dos campeões e o Guimarães ganhou uma pipa de massa com a venda do Bébé, o que mostra que os minhotos percebem de contas.

 

Marta Rebelo - Vice-Primeira-Ministra (quota dos não alinhados do PS, tipo Carrilho e Mário Soares quanda fala das presidenciais)

 

Joana Amaral Dias - Ministra da Saúde (quota da Fundação Mário Soares e uma maneira do BE ter uma ministra que não tente nacionalizar tudo no mesmo dia / ao mesmo tempo era uma maneira de tratarmos da saúde ao Louçã).

 

Fernanda Câncio - Ministra da Blogosfera, Propaganda e relações institucionais com o João Marcelino. (quota de José Sócrates e Silva Pereira)

 

Rita Rato - Ministra dos Negócios Estrangeiros com a China e Coreia do Norte / Presidente da Comissão de Trabalhadores das Ministras de Portugal. (quota do PCP)

 

Ana Drago - Um cargo à sua altura: Subsecretária de Estado da Ministra-Adjunta da Vice-Primeira-Ministra (cargo possível constitucionalmente). (quota do Bloco de Esquerda)

 

Teresa Caeiro - Ministra da Defesa (quota do CDS, assim pode comprar submarinos e fica uma mulher de armas na defesa).

 

Tânia Ribas de Oliveira - Ministra de Qualquer Coisa (pode ser que se lhe oferecermos um tacho ela saia da RTP e metam lá uma tipa gira)

 

Carolina Patrocínio - Ministra da Agricultura, do Desporto e da Juventude (Agricultura porque percebe de fruta, principalmente uvas e cerejas), (quota da Juventude Socialista e da VdA Advogados).

 

Manuel Luís Goucha - Ministro da Igualdade (pá, não sabemos como são os tipos do FMI, pode haver algum que...)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:30


22 comentários

Imagem de perfil

De Samuel de Paiva Pires a 15.10.2010 às 13:57

ehehe o que eu me fartei de rir :D
Imagem de perfil

De João de Brecht a 15.10.2010 às 14:11

Genial!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.10.2010 às 00:49

Com que então, palavrões, hein? Onde aprendeu a expressar-se assim, D. Rezende?
Imagem de perfil

De João Távora a 15.10.2010 às 17:17

:-))))
Sem imagem de perfil

De LUIS BARATA a 15.10.2010 às 17:20

Genial! E já agora desafio a Cristina e a Sílvia a apresentarem a sua proposta de governo de salvação nacional...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.10.2010 às 00:52

Cristina, Silvia, não se preocupem. Escrevam-me que eu ajudo. A Luísa Correia faz as fotografias, e apresentamos o «elenco» como veio ao mundo. Assim, não se engana ninguém.
Sem imagem de perfil

De Francisco Castelo Branco a 15.10.2010 às 19:01

com este governo Portugal ia de vento em popa

gosto da primeira ministra, vice primeira ministra e ministra da saude

a carolina patrocinio fica ai muitaaa mal
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.10.2010 às 19:19

menino joão, o menino foi afectado pelos ares da serra...olhe-me só as pernas da patricio, maiores que o buraco do orçamento chupista.

E a primeira? tem cara de quem toma leite em pó. E que não tira a ramela dos olhos.
Imagem de perfil

De Daniel Martins a 16.10.2010 às 00:16

That was fuckin awesome!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.10.2010 às 00:37

A srª. Câncio parece mais adequada para «madame» de certaines maisons....tipo, «lá em cima, tenho uma garina, que chegou há pouco». bom, até pode ser um garino, que isto hoje em dia, não há diferenças.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.10.2010 às 00:39

O Goucha? Esse só ficou com os cabelos em pé. O resto está á espera de melhores oportunidades, tipo bolas de berlim, ou travesseiros.

Comentar post


Pág. 1/2







Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas