Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Isto(o Oeste) anda tudo ligado

por João Pedro, em 22.10.10

A polícia prendeu hoje no Bombarral um capo da Cosa Nostra siciliana, que estava fugido de Itália. Ao que parece, o indivíduo dedicava-se no nosso país ao mesmo tipo de actividades comuns às máfias, nomeadamente extorsão a empresas. Mas atente-se ao local da detenção: se puxarmos ligeiramente pela memória, damos conta de que há não muito tempo, um elemento da ETA foi preso em Óbidos, ali mesmo ao lado. Não digo que a localização dos dois criminosos não seja uma coincidência; mas pelo sim pelo não, se fosse o ministro Rui Pereira não estava preocupado apenas com a cimeira da NATO e aumentava a vigilância no Oeste: é que não é novidade nenhuma que máfias e organizações terroristas têm estreitas ligações (é ver o que diz Roberto Saviano) e os negócios de uns confundem-se, ou pelo menos favorecem com as actividades de outros. Espero que daqui a pouco tempo não venha a ser descoberto um covil das FARC nas redondezas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 22:49


14 comentários

Imagem de perfil

De Samuel de Paiva Pires a 22.10.2010 às 23:30

Eu só não consigo deixar de rir quando digo alto e bom som: foi preso um chefe da Máfia Siciliana...no Bombarral. Lol

Mas já tinha pensado nisso, aliás, acho que muita gente deve ter pensado nisso, que o Oeste anda cheio de actividades suspeitas...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.10.2010 às 00:00

Então e os outros? E os outros?

Bem..mas o tipo não está minimamente preocupado...esta coisa prescreve e ainda tira uma foto com o PGR.
Sem imagem de perfil

De Luís a 23.10.2010 às 00:58

A nossa «Sicília» não é a região Oeste; é sim o Algarve.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.10.2010 às 01:28

Não, não pode ser o Algarve. Aí estão os hooligans bem comportados, no dope, no joints, no anything ...
Sem imagem de perfil

De Luís a 23.10.2010 às 02:23

O Algarve é a porta de entrada dos estupefacientes provenientes do Norte de África. O negócio envolve muitas famílias locais, mormente armadores, pescadores e construtores civis. Depois há o tráfico de influências e a corrupção de mãos dadas com os negócios do betão e com os PIN, facto exacerbado por se tratar de uma região onde se pratica um turismo de sol e praia. Acrescente-se as máfias de Leste, as suspeitas da presença de terroristas na região, ou as redes que se dedicam a assaltar moradias de férias.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.10.2010 às 11:19

Olhe veja la´, que o ES anda a ser visitado pela lista dos parasitas remunerados. No Algarve só se vive da contemplação....
Sem imagem de perfil

De Luís a 23.10.2010 às 20:12

Antes dos governos de Cavaco Silva e da sua malograda terciarização não era assim: ao invés de se terem aproveitado os potenciais agrícolas, pesqueiros, industriais, portuários e turísticos da região, tendo como pano de fundo um desenvolvimento sustentável, transformaram a costa sul num quadro onde abundam mamarrachos e onde paira a sombra da trafulhice.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.10.2010 às 20:54

Tem razão, toda. A contemplação da costa algarvia tornou-se então o paraíso dos tipos que vendem alucinações...
Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 23.10.2010 às 01:29

Lembrei-me logo da cena de "O COsta de áFrica" quando o visconde de Espinhosele tentava fazer um telefonema e uma fulana berrava ao mesmo tempo: "Bombarral, Bombarral! Sou eu, Bombarral... Socooooooorro!"
Imagem de perfil

De João Pedro a 23.10.2010 às 18:05

Exactamente, Conde com "de" antes de Espinho...e o interlocutor do Bombarral era a farmácia Lopes.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.10.2010 às 01:30

E apesar da Sicilia estar associada ao que sabemos, é linda, simplesmente linda...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.10.2010 às 01:35

Tem uma luminosidade especial, lancis feitos com a pedra do Etna, ruas e ruelas sinistramente belas, gente bonita, e «padrinhos» simpáticos. Todos conhecidos, até os taxistas os conhecem.
O pior é quando se zangam. Ainda me lembro de uns papéis A4 torneados a preto, com uma cruz preta e a palavra vendetta, afixados em várias partes de uma localidade. Num mercado.O taxista disse que aquilo era normal, e portanto, mais dia menos dia ...
Sem imagem de perfil

De tia altisidora a 23.10.2010 às 21:03

La ETA, mafia a la vasca....
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.10.2010 às 22:20

Tia, traduza lá se faz favor...

Comentar post







Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas