Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Correio da Manhã faz um ranking anual dos gajos e gajas mais sexys, paralelamente tem ainda o ranking do top 20 platina, onde competem o Paulo Pires, o Sócrates e o Passos Coelho. Gosto da ideia por ser ridícula, embora fique sempre revoltado pelo facto da Francisca Almeida não constar em nenhum dos "tops".

Paralelamente, acho que o principal problema do movimento monárquico é não ser sexy. Não somos atractivos o suficiente para termos nas nossas fileiras as meninas bonitas de extrema-esquerda e as pitas esotéricas das JSD. Parece que paramos no tempo e que ficamos contentes em termos apenas barões falidos do final da monarquia e tipos intelectuais com a inteligência suficiente para olharem em redor e perceberem que a chefia de estado monárquica tem mais vantagens do que a monarquia.

Sejamos sexys então! Será que já o fomos? Qual foi a altura em que conseguimos mostrar à sociedade que a monarquia é uma ideia de vanguarda para um novo Portugal progressista e descomplexado? Será que já o conseguimos?

 

Lanço pois o top, na minha opinião, de quem são aqueles que conseguiram até agora expor o ideal monárquico de uma forma mais sexy (vivos):

 

1 - Miguel Esteves Cardoso (em duas candidaturas ao Parlamento Europeu fez mais do que nós todos juntos pela causa monárquica).

2 - Luís Filipe Coimbra(era o braço direito do MEC, serve um óptimo arroz de pato em sua casa e é um monárquico verdadeiramente descomplexado).

3 - Gonçalo Ribeiro Teles (a referência, podia ser mais irreverente e estava em primeiro).

4 - Mendo Castro Henriques(libertou-se das amarras da Causa Real e teve a coragem de fazer o IDP e mostrar uma nova dinâmica do "realismo" no século XXI).

5 - Rodrigo Moita de Deus(é o Diogo Salomão desta equipa, embora ache que ele preferia ser o Coentrão por ser do Benfica).

6 - João Távora(um monárquico de alma e coração, era dar-lhe uns cd's de punk rock e chegava facilmente a nº 1 do top).

7 - Ricardo Gomes da Silva e David Garcia (tiveram a coragem de ir para a rua fazer arruadas).

8 - Pedro Quartin Graça (não falha uma iniciativa e por ele mudava o regime já amanhã, mas sempre de forma democrática).

9 - Leonardo de Melo Gonçalves, Nuno Castelo-Branco e Samuel Paiva pires (precisavam de ouvir os cd's punk rock do João Távora, mas são provavelmente os que têm mais potencial desta lista).

10 - Rodrigo Saraiva (deixa lá um bocadinho as Relações Públicas e anda para a rua fazer a revolução).

 

Desafio desde já todos os companheiros monárquicos a fazerem o seu próprio ranking, mas por favor, não vale meter o Paulo Teixeira Pinto.

publicado às 15:27


26 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.10.2010 às 16:07

Eu voto no Samuel.
Sem imagem de perfil

De Luis Salvador Marques da Silva a 29.10.2010 às 16:11

Excelente artigo; passo completamente ao lado desse "ar sexy", mas que se impõe uma mudança nos "costumes" monárquicos, lá isso é verdade...
Sem imagem de perfil

De Nuno Gonçalo Poças a 29.10.2010 às 16:15

O melhor conceito deste post é o de "pitas esotéricas da JSD". Muito bom.
Sem imagem de perfil

De Nuno Braga a 29.10.2010 às 16:58

Eu votava na Isabelinha
Imagem de perfil

De João Távora a 29.10.2010 às 18:41

Não sei se me redime dalguma coisa mas acabo de receber via amazon o útimo disco de Neil "Young Noyse" arranhado a solo com produção de Daniel Lanois.
Um abraço, João :-)
Imagem de perfil

De Jonasnuts a 29.10.2010 às 20:04

Gosto de ver, homens a avaliar a sexyness de outros homens :)

Sem imagem de perfil

De Artur de Oliveira a 29.10.2010 às 20:20

Ser monárquico nunca deixou de ser in... È o futuro, se nós quisermos...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.10.2010 às 23:08

É monárquico porque é «in»? Olhe, eu acho que isso é muito «five minutes ago».
Sem imagem de perfil

De Artur de Oliveira a 31.10.2010 às 01:38

In não no sentido novo-rico de Cascais nos nossos dias, entenda-se... ;)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.10.2010 às 16:54

Tá bem, tá bem.
Sem imagem de perfil

De LNT a 29.10.2010 às 22:22

Não voto nesses canastrões mas em boa verdade vos digo que conheço muitas fidalgas de se lhes tirar o chapéu.
:)

Haja boa disposição.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.10.2010 às 01:33

Canastrões?! I bocê é o quê seu manganaoe?

Avreu: BEM FEITO! A PITA DA PERNA FINA NEM SEQUER EXISTE! BEM FEITO. Aind por cima cum aquele nome, pá, podias ter escolhido uma Karina, pá.
Sem imagem de perfil

De Ricardo Gomes Silva a 30.10.2010 às 11:19

LOL...agradeço-te o 7º lugar
a ideia da capacidade de atracção fisica é uma boa ideia, embora a tenhas misturado com trabalho feito na divulgação, não deixa de passar uma imagem : salta à vista a ausência do género feminino...se calhar o problema passa mais por ai!

Concordo com o texto (realmente a capacidade de captação de bases é risivel no movimento monárquico....mais por falta de vontade do que outra razão qualquer)...mas não se trata só do caracter "sexy" . O movimento monárquico não tem muito para oferecer (face aos partidos) ,muito embora pudesse contrapor essa menor capacidade com outras dimensões da ambição humana .
Os exemplos nem sequer são poucos....a Comissão Monárquica de 69 teve (apesar de larga recepção politica , divulgação em jornais e apresentação de propostas) um resultado eleitoral anedótico e ainda hoje se vão cometendo os mesmos erros!

Em larga medida o movimento monárquico (com os quase 20 movimentos independentes ou inseridos na Causa) prefere uma abordagem a partir do topo do edifício politico, em vez de investir na captação de jovens que existem ,dentro e fora do núcleo de amigos e familiares de monárquicos...ou seja fazer o que sempre se fez em Portugal, regeneração (em vez de revolução) a partir da base com um discurso real de compromisso em vez de ideias vagas sobre ideais que só existem no papel.

A juventude que tem "garra" quer um discurso de risco, um compromisso para o futuro....juntem isso com umas caras atraentes e teremos metade do caminho feito

podia juntar aqui uma dissertação sobre as diferenças intrínsecas entre a moçoilas do PSD, PS ou PCP...mas o discurso ficaria impróprio para menores de 18 anos ou militantes do CDS (que se diga de passagem tem o melhor "lote" de raparigas....muito apesar de fazer lembrar o ísotopo 14 de Carbono- tanta energia e não serve para nada-)

;)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.10.2010 às 14:41

Borrou a pintura no final. Havia de me falar de «mulheres» alive, para eu lhe dizer o que fazer com o aspecto fisico...isso é puro sexismo. Contrate as loiras iguais do Hugh Hefner, mande o homem mudar de roupão e fazer uns enxertos faciais e quem sabe, arranja um governo para Portugal d eum dia para o outro.
Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 30.10.2010 às 18:32

Meu caro, em primeiro lugar estou eu, sexy até dizer chega.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.10.2010 às 23:25

Fui ao seu blogue e gostei. Na verdade, gostei.
É permitido dar «bordoada» por lá? É que vi a imagem de Cristo!
Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 01.11.2010 às 00:14

É. Cristo não era efeminado. Expulsou os vendilhões.

Comentar post


Pág. 1/2







Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas