Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Em Angola as movimentações populares também se verificam. Neste caso, e da autoria do próprio Comité de Especialidade do MPLA para a Mudança, foi-nos hoje enviada a Circular 01/CEMPLAM/2011 com o seguinte conteúdo:

"Caros Camaradas
Compatriotas

As revoluções populares que estão a varrer as ditaduras do Norte de
África em breve cruzarão a África Sub-Sahariana.
São os ventos da mudança.
Angola tema uma das mais longas ditaduras em África e no mundo. Angola
tem um dos regimes mais corruptos e arrogantes do mundo.

Caros Camaradas
Compatriotas,

Precisamos de calma, inteligência e solidariedade para realizarmos a
mudança de regime sem violência nem pilhagens.
Como membros do MPLA, lançamos o Comité de Especialidade da Mudança.
Este comité vai juntar a vontade dos militantes que desejam o derrube
pacífico do Presidente do nosso partido e da República, o Camarada
Engenheiro José Eduardo dos Santos.
O MPLA precisa de se adaptar às novas circunstâncias em que a vontade
popular supera hoje as ditaduras.
Em Angola, a ditadura é exercida pelo Camarada Presidente Dos Santos e
um grupo muito restrito de membros do MPLA, como o Feijó e o Manuel
Vicente; oficiais generais, como o Kopelipa e José Maria, oficiais
comissários como o Nandó e o Sebastião Martins; e uma cambada de ladrões
a todos níveis da administração do Estado.
Este não é o MPLA do povo. O verdadeiro patriota nada tem a ver com este
MPLA. Temos de salvar o MPLA, para salvarmos a Nação.

Compatriotas,

O Camarada José Eduardo dos Santos não vai arrastar o MPLA para a
tragédia, como o Savimbi fez com a UNITA, por obsessão, arrogância e
desafio aos ventos da mudança. Como patriotas e membros conscientes do
MPLA não permitiremos que o Camarada Presidente siga o caminho do
Kadhafi que prefere destruir o seu país e morrer no poder.

Camaradas,

Aproveitemos a festa de carnaval que se aproxima, para nos manifestarmos
contra o Camarada José Eduardo dos Santos. Ele vai estar lá. Vamos todos
gritar ABAIXO O DITADOR! Ali mesmo no Carnaval, na Marginal.

Aproveitemos todas as manifestações do MPLA para mostrarmos que o MPLA
não é o Camarada José Eduardo dos Santos.

O MPLA deve estar do lado do povo que sofre.

O MPLA deve  expulsar os corruptos!

Viva o Povo Angolano!

Viva o MPLA!

Abaixo o Camarada Ditador José Eduardo dos Santos

Sambizanga, 26 de Fevereiro de 2011"

 

publicado às 13:36







Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas