Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Do ódio das manifs anti-tourada

por Samuel de Paiva Pires, em 27.08.11

Quase a chegar a FZZ, recordei-me que ontem vi pela primeira uma vez uma manif anti-tourada dos alegados defensores dos animais, ao passar pelo Campo Pequeno. Sendo um fenómeno que me é indiferente (as touradas) não deixei de notar que o ódio e raiva que os manifestantes destilavam era qualquer coisa de assustador e animalesco. Eram capazes de dar melhores touros do que certos bois.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:46


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Margarida a 27.08.2011 às 14:03

Sam, não assisti a qualquer manif. do género (às vezes vejo na TV, 'en passant') e até admito que o excesso 'apaixonado' seja contraproducente à causa, mas que essa causa é nobre e que torturar animais, seja em que circunstância for, inclusive nesse 'hábito' horrendo a que apelidam de "Festa Brava", isso, para mim, é sagrado.
Os animais pensam e sentem é algo que compreendemos quando convivemos com eles de perto. E 'pensar' também não é à nossa escala mas que está cientificamente provado, dessa responsabilidade do conhecimento, não escapamos.
Permito-me sugerir-lhe uma leitura alternativa aos livros que lerá e que o elucidará - com serenidade e provas - sobre esta tese.
o autor: http://en.wikipedia.org/wiki/Marc_Bekoff (http://en.wikipedia.org/wiki/Marc_Bekoff)
o livro :http://criativemo-nos.blogspot.com/search?q=animais+pensam+e+sentem (http://criativemo-nos.blogspot.com/search?q=animais+pensam+e+sentem)
E, se o meu amigo for sensível e justo como creio que é, mudar-lhe-á a forma de olhar os bichos, inclusive os touros.
Já quanto aos humanos, que havemos de fazer?
Às vezes são mais tontinhos na forma de agir do que os irracionais que pretendem defender.
Mas é por amor, sabe? Por isso releve; por amor todos nós fazemos coisas tontas...
Beijinho, Sam; bom fim-de-semana, com paz no coração.Image
Imagem de perfil

De Herr Flick a 27.08.2011 às 19:11

Por muitos exageros que certas  organizações (defensoras dos animais) possam levar a cabo para concretização de objectivos, esses serão incomensuravelmente menores às atitudes e comportamentos de certos humanos que continuam a utilizar animais (neste particular os touros) de forma abjecta para seu próprio gaúdio e entretenimento sórdido.
Saiba que me revejo inteiramente no seu "animalesco".
Sem imagem de perfil

De Vânia a 28.08.2011 às 10:27

Não posso, tal como Samuel dizer que este é um fenómeno ao qual sou indiferente,digo antes que não me seduz o " massacre ao touro". No entanto fascina-me toda a envolvente das pegas aos campinos. Sou do Ribatejo,bem perto da Golegã e Chamusca e  admito que este é um palco privilegiado, o Ribatejo,berço de toureiros e forcados. Esta nossa Lezíria não seria a mesma coisa sem a paixão da lide tauromáquica.Entendo perfeitamente todos os que à semelhança da Margarida se referem a este como um  " entretenimento sórdido" mas que o digam por uma questão de valores a nível pessoal. Apontar o toiro como "desculpa",pois este sente  e pensa, não está  correcto, são animais de grande porte e logo após à sua saída da arena são levados para um matadouro e comercializados em talhos. Não se pede que sejam apreciadores mas sim respeitadores de todos os aficionados desta antiga tradição.
Imagem de perfil

De Herr Flick a 28.08.2011 às 14:44

Acho que por uma questão de respeito pelos touros, que não podem dar a sua opinião, e para manter o equilíbrio entre "certos humanos". A continuidade das touradas faria sentido com a condição dos touros serem substituidos pelos aficionados da tradição macabra.
Sem imagem de perfil

De Vânia a 28.08.2011 às 15:01

Não sou apreciadora de touradas, no entanto é caso para dizer " cada um é para o que nasce". Pessoas são pessoas, gatos são gatos, galinhas são galinhas e toiros são toiros.  Nós humanos somos muitas vezes bem mais cruéis com os nossos semelhantes do que com animais. Não desprezo de forma alguma os movimentos de protecção dos animais no entanto devo dizer que  a questão das " touradas" é sem dúvida um mal menor da nossa sociedade tão repleta de imperfeições. 

Comentar post







Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas