Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




40 anos de estagnação

por João Gomes de Almeida, em 04.10.11

Não queria ter que puxar novamente pelo assunto, mas o Felipe e o João Távora parece que não acharam muita piada ao meu exercício de estilo. Na verdade, como penso que bem sabem, sou sócio do Sporting e para vossa informação também do Belenenses, já fui várias vezes ao T-club, inclusivé à festa branca, não sou de esquerda e vou regularmente às corridas. No entanto, nasci no interior do país, não andei em colégios privados, não tenho irmãos e só tenho um nome próprio e três de família. Tenho blasers com botões dourados, mas tenho imensos amigos com piercings e rastas, que encontro regularmente no Musicbox. Resumindo e concluindo, o que escrevi foi apenas um exercício de estilo, sendo certo que não avalio ninguém pela sua imagem, ou maneira de estar na vida - muito menos os meus companheiros monárquicos.

No entanto, convém frisar alguns aspectos: não consigo perceber como é que são as mesmas famílias e os mesmo protagonistas a liderar desde sempre o movimento monárquico, não compreendo que a nobreza de sangue seja estatuto para dirigir o movimento monárquico, não acho que tenha sido feito qualquer trabalho minimamente relevante, nos últimos anos, no movimento monárquico português e não percebo o porquê dos actuais dirigentes da Causa continuarem a blindar estatutos e a criar reais associações, como forma de se manterem agarrados ao poder. Em suma, não percebo o porquê destes senhores, que afastaram muitos bons monárquicos da Causa, como o Miguel Esteves Cardoso, o Gonçalo Ribeiro Teles e o Pedro Ayres de Magalhães, entre outros, não tomarem uma de duas decisões: ou darem protagonismo e seriedade à Causa Real, ou em contrapartida, saírem e darem lugar aqueles que verdadeiramente podem dar uma lufada de ar fresco à causa e um pontapé no bolor que para lá anda.

publicado às 15:21


1 comentário

Sem imagem de perfil

De José Tomaz de Mello Breyner a 04.10.2011 às 16:17

Caro João Gomes de Almeida

Ainda bem que eu não estou na Direcção quer da Causa Real quer da RAL pois se estivesse seria ainda hoje que te entregaria com todo o gosto o meu lugar.

E entregava-to para ficar a ver :

1 - Cobrares as quotas aos associados que nunca as pagam.

2 - Tomares iniciativas às quais ninguém comparece

3 - Seres diáriamente criticado quer por fazeres que por não fazeres

4 - Trabalhares de borla e ainda teres de entrar com dinheiro do teu bolso para despesas com as quais te comprometeste

5 - Roubares o teu pouco tempo livre à familia para o dedicares à Causa a que estás empenhado com a consequente quebra de qualidade de vida

Por estes e outros motivos entregava-te o meu lugar com todo o gosto.

Sou apenas Secretário do Conselho Monárquico, lugar honroso, mas de infima responsabilidade, mesmo assim é com muito gosto que se estiveres de acordo to entrego de imediato.

Um abraço


Zé Tomaz


P.S 1. Não esperava um post destes da tua parte na véspera de uma data tão importante para nós Monárquicos.

PS 2 - Para os nossos dirigentes, por favor não desanimem com a critica fácil que o João aqui vos deixa. A maior parte de nós sabe perfeitamente o trabalho que vocês têm e os sacrificios que vocês fazem, e creiam que vos estamos reconhecidos pelo vosso esforço.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.







Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas


    subscrever feeds