Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




40 anos de estagnação

por João Gomes de Almeida, em 04.10.11

Não queria ter que puxar novamente pelo assunto, mas o Felipe e o João Távora parece que não acharam muita piada ao meu exercício de estilo. Na verdade, como penso que bem sabem, sou sócio do Sporting e para vossa informação também do Belenenses, já fui várias vezes ao T-club, inclusivé à festa branca, não sou de esquerda e vou regularmente às corridas. No entanto, nasci no interior do país, não andei em colégios privados, não tenho irmãos e só tenho um nome próprio e três de família. Tenho blasers com botões dourados, mas tenho imensos amigos com piercings e rastas, que encontro regularmente no Musicbox. Resumindo e concluindo, o que escrevi foi apenas um exercício de estilo, sendo certo que não avalio ninguém pela sua imagem, ou maneira de estar na vida - muito menos os meus companheiros monárquicos.

No entanto, convém frisar alguns aspectos: não consigo perceber como é que são as mesmas famílias e os mesmo protagonistas a liderar desde sempre o movimento monárquico, não compreendo que a nobreza de sangue seja estatuto para dirigir o movimento monárquico, não acho que tenha sido feito qualquer trabalho minimamente relevante, nos últimos anos, no movimento monárquico português e não percebo o porquê dos actuais dirigentes da Causa continuarem a blindar estatutos e a criar reais associações, como forma de se manterem agarrados ao poder. Em suma, não percebo o porquê destes senhores, que afastaram muitos bons monárquicos da Causa, como o Miguel Esteves Cardoso, o Gonçalo Ribeiro Teles e o Pedro Ayres de Magalhães, entre outros, não tomarem uma de duas decisões: ou darem protagonismo e seriedade à Causa Real, ou em contrapartida, saírem e darem lugar aqueles que verdadeiramente podem dar uma lufada de ar fresco à causa e um pontapé no bolor que para lá anda.

publicado às 15:21


1 comentário

Sem imagem de perfil

De José Tomaz de Mello Breyner a 04.10.2011 às 16:29

" (...)não consigo perceber como é que são as mesmas famílias e os mesmo protagonistas a liderar desde sempre o movimento monárquico, não compreendo que a nobreza de sangue seja estatuto para dirigir o movimento monárquico,(...)"

Por acaso vejo aqui TODO o género de gente e não só a "nobreza de sangue" que falas

Órgãos Sociais da Causa Real

Direcção Nacional

Luís Lavradio (Presidente)*
João Távora (Vice-Presidente)*
Sérgio Rau Silva (Secretário Geral)*
Manuel Guerra Pinheiro (Tesoureiro)*
Alexandra Mascarenhas Vasconcellos (Vogal)*
Gonçalo de Brito e Cunha (Vogal)*
Lourenço Pereira Coutinho (Vogal)*
Miguel Esperança Pina (Vogal)*
António Emiliano (Vogal)
Domingos Patacho (Vogal)
José Carlos de Seabra Pereira (Vogal)

Álvaro Barba de Meneses (por inerência)*
Álvaro Diogo de Meneses (por inerência)
Conceição Monteiro Calado (por inerência)
Fábio Reis Fernandes (por inerência)
João Mattos e Silva (por inerência)
João Paredes (por inerência)
Joaquim Costa e Nora (por inerência)
Jorge Leão (por inerência)*
José Aníbal Marinho Gomes  (por inerência)
José Gaspar Robles Monteiro (por inerência)
Luís Damásio (por inerência)

(* membros da Comissão Executiva)

Mesa do Congresso


António de Souza-Cardoso (Presidente)
Vasco Soares da Veiga (Vice-Presidente)
Aníbal Pinto de Faria (Secretário)
António Macedo (Secretário)
João Afonso Machado (Vogal)
Ricardo Abraches (Vogal)


Conselho Superior

João de Brito e Cunha (Presidente)
João Bettencourt (Vice-Presidente)
Tomás Moreira (Secretário)
Diogo Lucena (Vogal)
Fernando Ká (Vogal)
Mendo Castro Henriques (Vogal)
Miguel de Sousa Otto (Vogal)
Rui Moreira (Vogal)
Teresa Sabugosa (Vogal)

Álvaro Diogo Meneses (por inerência)
António de Souza-Cardoso (por inerência)
Augusto Ferreira do Amaral (por inerência)
João Mattos e Silva (por inerência)
João Vicente de Saldanha Oliveira e Sousa (por inerência)
Luis Lavradio (por inerência)
Nuno van Uden (por inerência)
Paulo Teixeira Pinto (por inerência)



Conselho de Jurisdição Nacional


Augusto Ferreira do Amaral (Presidente)
Alberto Baldaque (Vogal)
Luis Barata (Vogal)


Conselho Fiscal


Nuno van Uden (Presidente)
Alexandre Lafayette (Vogal)
Fernando de Sieuve e Menezes (Vogal)


Juventude Monárquica


Álvaro Diogo Meneses (Presidente)
Joel Moedas Miguel (Vice-Presidente)
Francisca Castro (Secretário)



Conselho Monárquico


João Vicente de Saldanha Oliveira e Sousa (Presidente)
José Tomás de Mello Breyner (Secretário)
Adalberto Neiva de Oliveira
Alcino Cardoso
Aníbal Pinto de Castro
António Filipe Pimentel
António José Pinto Coelho
António Lobo Xavier
Bernardo Calheiros
Carlos Macedo
David Garcia
Duarte Athayde
Estêvão Gago da Câmara
Gonçalo Portocarrero de Almada
Gonçalo Ribeiro Telles
Hélder Macedo Sampaio
João Alarcão
João Amaral
João Resende
Joaquim Figueiredo Lobo
Jorge Costa Rosa
José Adelino Maltês
José Pedro Paço d’Arcos
Luís Barata
Luís Coimbra
Luís Pedro Mota Soares
Manuel Lancastre
Maria da Graça Sanches da Gama
Miguel Esteves Cardoso
Miguel Pignatelli Queiroz
Nuno Miguel Guedes
Pedro Ayres de Magalhães
Pedro Caçorino Dias
Pedro Policarpo
Rodrigo Moita de Deus
Rui Barbosa
Rui Carp
Rui Crull Tabosa
Teresa Costa Macedo
Vasco Telles da Gama

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.







Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas


    subscrever feeds