Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ainda há umas horas saiu o Manifesto...

por Nuno Castelo-Branco, em 01.02.12

...e a guerra já vai bem rija. Por exemplo, aqui. Vão lá dar uma ajuda, ou melhor, reguem o lume com mais gasolina em forma de comentário.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:21


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Carlos Velasco a 01.02.2012 às 21:13

Caro Nuno,

Fiz um comentário naquele pasquim há algumas horas. Obedeci os limites da boa educação e me limitei a fazer algumas observações bem técnicas. Há pouco voltei ao pasquim, para ver como andava a "discussão". Comentários posteriores foram publicados, alguns com uma linguagem nada apropriada, e o meu "vaporizou". Já sabia que isso iria acontecer, afinal, já fiz o teste anteriormente, várias vezes, e constatei que tudo não passa de uma farsa. Bom, sabendo quem é o boss(al) daquele papel de enrolar comida de cão transformada em fertilizante...
Ainda por cima, enquanto os meios do regime censuram tudo o que vai contra o interesse dos seus patrões (é só ver quem o Belmiro financia), é incrível a quantidade de comentários de anónimos e nomes do tipo José Manuel nos blogues contrários ao regime, quando convém calar a oposição, e todos com o mesmo estilo. Soube há algum tempo que há gente paga pelo Estado só para andar na net e encher as caixas dos blogues e jornais mais visitados, de maneira a dar a impressão de que a maioria pensa como o regime quer. 
É só fazer uma visita à caixa de comentário dos vários blogues e jornais para constatar isso. Nada daquilo se encaixa com a realidade da rua. Mas ainda bem que esses paus mandados do regime estão ao nível dos tipos que escrevem aquelas legendas que agora metem no rodapé dos telejornais. Ainda assim, essa impressão de que estamos perante uma maiora esmagadora, que é falsa, acaba por ser uma arma psicológica muito poderosa.
Bom, como se diz no meu Portugal das Américas, acho que já enchi o saco.

Um abraço.

 

Comentar post







Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas