Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais uma da Câmara Municipal "de Lisboa"

por Nuno Castelo-Branco, em 08.02.12

Não há dinheiro para restaurar a estátua equestre de D. José I e dourá-la, nem pensar.  No entanto, os empreendimentos "Costa & Salgado Lda.", têm novidades de truz.

 

Mais um "Centro Cultural", desta vez com electricidades à mistura. Um novo mastodonte mas "de qualidade garantida" e bem previsivelmente à espera dos derrapanços da norma. Como se não houvesse outro bem perto, ali mais para ocidente da gare fluvial de Belém. Em que terreno? Talvez não muito longe daquele sobre o qual o Sr. Carvalho e Melo ergueu o patíbulo dos Távoras, não?

 

Enfim, volumetria e PDM de lado, quem pagará mais este disparate? A China?

publicado às 20:13


4 comentários

Sem imagem de perfil

De xico a 08.02.2012 às 20:38

Tendo simpatia pela causa monárquica, não me preocupa muito a falta dos dourados na estátua de D. José. Estátua em demasia para tão fraca figura. Já estou como o Eça, livrem o cavalo de tal adorno e ponham-lhe uma charrua, mas enfim. Acho que a Câmara devia deixar-se de pieguices de centros culturais e tapar os buracos da duque de Loulé, por exemplo. Digo eu...
Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 08.02.2012 às 23:19

Boa ideia, essa dos buracos da Dq. de Loulé. Ainda por cima, nem sequer se fala dos buracos prédios que esta avenida apresenta. Bem lembrado. Quanto à estátua, enfim, o que hoje os historiadores dizem acerca de D. José, foge completamente à lenda, pois Pombal nada fazia sem a sua autorização. Há mesmo quem diga que a "política pombalina" mais propriamente deveria denominar-se de "josefina". Era um homem preparado e ducado para o mister.
Os dourados: estariam de acordo com aquilo que a estátua mostrou aos lisboetas naquele dia do ano de 1775, quando da sua inauguração. Se for a Viena ou Paris, veja o efeito da folha de ouro nos sombrios dias de inverno e tente imaginar o Terreiro do Paço com um efeito desses. 
Sem imagem de perfil

De xico a 09.02.2012 às 09:49

Tem toda a razão. Mas se é um encanto ver Joana d'Arc brilhando dourada com todo o esplendor, a mim parece-me que ficaria chocado por ver revestido de sol um homem que foi sombra. Mesmo que isso fizesse muito pela praça, com é o caso da estátua que é lindíssima, das melhores que já vi. Nem Viena, nem Paris, se podem gabar de uma praça e estátua assim. O mesmo se diga da estátua do Marquês. Mas isso diz bem o povo que somos. Estatuária magnífica para déspotas.
Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 09.02.2012 às 11:09

Deixe lá, as melhores estátuas são sempre dedicadas a quem deixou marca na história. Vá a Roma, S. Ptersburgo ou Paris e verá que é uma constante. Temos uma das melhores e mais belas praças da Europa. Há que aproveitá-la plenamente. Repito: imagine a estátua restaurada como deve ser, enquadrada por toda aquela pedra e pelo rio. 

Comentar post







Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas