Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A direita hipócrita e Miguel Relvas

por Samuel de Paiva Pires, em 19.05.12

"A Crónica Hipocrisia da Direita Instalada", um post certeiro do Ricardo Lima, a relembrar que há quem prefira o rastejar à verticalidade:

 

«O que está aqui (neste post) em causa não é apenas se Miguel Relvas ameaçou ou não jornalistas, até porque o facto de ter recebido a SMS do senhor das secretas já era de si suficientemente grave, a meu ver, para causar a sua demissão. O que está realmente em causa é que há uma direita que encarava, automaticamente, as suspeitas contra ministros de esquerda como verdade absoluta e que agora encara, automaticamente, as suspeitas contra ministros de direita – supostamente, claro – como farsa inaceitável.

 

(...)

 

Esta é a mesma direita que chamou ladrão e mentiroso a Sócrates quando este meteu o programa eleitoral na gaveta e  aumentou brutalmente os impostos. Sim, a mesma que bajula diariamente PPC, que por acaso meteu o programa eleitoral na gaveta e aumentou brutalmente os impostos.

 

(...)

 

É curiosíssimo que, com o Câmara Corporativa paralizado há quase um mês, comecem a surgir outras Câmaras Corporativas. Com outra cor, nova gerência, mas o mesmo objectivo: apoio cego ao novo governo. E eu nunca acreditei em coincidências.»

 

Leitura complementar (actualizada): "Ser de esquerda é, como ser de direita..."Lembrei-me dela hoje, Miguel RelvasUm sítio mal frequentado, já dizia EçaA Crónica Hipocrisia da Direita InstaladaUma oportunidade para Passos CoelhoA improvável demissão de Miguel Relvas e a fragilização da posição de Pedro Passos Coelho; O caso Miguel Relvas e a crónica hipocrisia da direita instalada (num sítio mal frequentado)

publicado às 23:24


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.05.2012 às 09:39

Conclusão trocada para miudos..

Direitas, esquerdas, etc, actualmente são 2 faces da mesma moeda. manobras para distrair o povo em degladiações estereis, euquanto membros de ambas pertencem a ordens secretas, e aos mais altos niveis se conspira para uma nova ordem mundial, ao estilo orweliano.

André
Sem imagem de perfil

De Sc a 20.05.2012 às 18:08

Comentei em baixo anteiror sem ler este comentário de André. Não esquecer que os liders parlamentares dos 3 maiores partidos portugueses pertencem à maçonaria.
Fingir que não existe ou que não tem importância é impossível.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.05.2012 às 03:17

Anteontem saltou-me um comentário um segundo antes de o terminar, para aplaudir o seu escrito, mas não sei onde é que ele foi parar..., pelo visto aqui não terá sido!
Estou absolutamente de acordo com o que escreveu. Enquanto os povos civilizados não se livrarem desta peste negra pior do que a da idade média, que são as maçonarias localizadas - testas de ferro dos mundialistas/sionistas agindo subterrânea e criminosamente em todo o mundo cìnicamente chamado democrático, onde tiveram a habilidade diabólica de penetrar com a ingénua anuência dos respectivos povos - a humanidade não terá descanso.
As guerras artificiais provocadas; o regresso das doenças incuráveis, a maioria das quais há muito irradicada do planeta; as sucessívas catástrofes artificiais; os acidentes aéreos (sabotados) contínuos; a morte súbita e inexplicável de políticos e intelectuais que têm a coragem de pôr a nu o complôt mundialista; o 'desaparecimento' e/ou 'suicídio repentino' de cientistas e investigadores de renome e prestígio mundiais que se recusam a alinhar nas manobras de bastidores dos donos do mundo; o assassínio à queima roupa de jornalistas que ousaram desmascarar crimes políticos encomendados por governantes no activo e mesmo já fora dele, etc., etc. Todo este inferno irá agravar-se tràgicamente à medida que os povos, cada vez mais habituados ao caos social que os atormenta e lhes rouba a paz e segurança, tudo engendrado em reuniões secretas, que diàriamente se verifica a nível global, já não lhes prestarem a mínima atenção nem derem qualquer importância e, antes, dada a sua terrífica frequência e tenebrosa constância até acharão normal. Entretanto morrerão muitos milhões de seres humanos inocentes, mas aí tratar-se-ão de 'danos colaterais' que 'justificarão' o imenso altruísmo e esforço sobre-humano de quem quis trazer bem-estar e melhorar socialmente a humanidade através de uma nova ordem mundial.
É isto que os donos do universo anseiam ardentemente.  Nesse dia, que não tardará muito desde que não apareça a breve trecho uma força de tal modo poderosa que os consiga dominar e  neutralizar para todo o sempre, terão atingido o seu  objectivo final, ou seja, reduzir à escravidão a metade da população mundial que sobreviver, agora sim, ao genuíno holocausto. Só e então haverá paz na Terra aos homens de boa vontade.
Maria
Sem imagem de perfil

De sc a 20.05.2012 às 18:05

A questão não é tanto de direita/esquerda, mas de ser ou não ser da maçonaria.
Quem se surpreender com defesas de coisas indefensáveis que acrescente este dado e verá como tudo encaixa na perfeição
O método também é sempre o mesmo e começa pela menorização do assunto.
Há vários assuntos graves da vida portuguesa que apenas se compreendem se introduzirmos esta variável (ou será que, em Portugal, é uma constante?) na análise.

Comentar post







Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas