Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Não há crise... na Assembleia

por Nuno Castelo-Branco, em 05.06.12

Estes deputados andam a pedir "peixe espada" graúdo. Não contentes com as periódicas notícias acerca de viaturas de luxo, viagens pagas para "residentes no estrangeiro" que habitam em Lisboa - com casa paga porque "habitam" no estrangeiro - e com outras "ajudas de custo" que esmifram o orçamento, sabe-se agora algo mais acerca do finíssimo palato das excelências do hemiciclo.

 

Vamos então ao que pretendem degustar:

 

- Porco preto, mas com a condição do dito cujo ser alimentado a bolotas, coisa que alguns deputados bem mereceriam ter como pratinho do dia.

 

- Lebre.

 

- Perdiz. Estes nossos famous grouses gostam de caça. Aproveitem o máximo que puderem, pois a caçada poderá um dia destes ocorrer em circunstâncias muito diversas.

 

- Bacalhau do Atlântico. Mas existem bacalhaus no Mediterrâneo ou no Índico?

 

- Pombo torcaz e rola. Caramba, nem sabíamos que estes bichos podiam ser comidos. Já imaginamos os serviçais menores do Parlamento de rede em punho Rossio fora, apanhando alguns sucedâneos capazes de enganar a deputação nacional. Conhecendo-se as peças, engolem facilmente gato por lebre.

 

E ainda,

 

- Café de 1ª qualidade, whisky de 20 anos - uma mania copiada da famosa viagem de Soares e do abarrotado  Lockeed da Tap ao Japão -, oito licores, doze vinhos verdes e oito tintos alentejanos e do Douro.

 

Esta gente enlouqueceu de vez. Ah!, e viva a República! 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:30


7 comentários

Sem imagem de perfil

De Observador do CDS a 05.06.2012 às 09:59

Deixe lá os deputados Nuno. Concentre-se num escalão superior. Viu o Prós e Contras sobre educação na RTP ontem? Viu as intervenções do dirigente do CDS que está a exercer a função de secretário de estado da educação?
Que desastre....aquele nem para assessor de um assessor de deputado servia. Só repetia frases feitas atrás de frases feitas. Se em termos de pensamento educativo aquilo é o melhor que existe no CDS....o partido bem pode fechar as portas.
Quem não viu, aconselho que vá ao site da RTP ver. Um autentico tratado de mediocridade, o governante do CDS!

http://educar.wordpress.com/2012/06/05/um-certo-incomodo/
Sem imagem de perfil

De JR a 05.06.2012 às 10:39

Pois, é que os Reis nem comem nada do género com o dinheiro dos mesmos....
Sem imagem de perfil

De Pedro Matias a 05.06.2012 às 14:54

Nas Monarquias existe uma família real cujos membros activos (o rei a consorte e o sucessor) são mantidos pelo Estado que aproveita a instituição para arrecadar dinheiro. Neste caso temos 230 deputados e todos os funcionários anexos. Quer comparar? Como?
Sem imagem de perfil

De Observador do CDS a 05.06.2012 às 11:06

As "melhores" partes do secretário de estado da educação já estão no You Tube:

http://educar.wordpress.com/2012/06/05/a-gestao-das-escolas-no-pros-e-contras-de-4-de-junho-de-2012/
Sem imagem de perfil

De xico a 05.06.2012 às 11:09

O pombo torcaz não se passeia pelo Rossio. Qualquer deputado que se preze sabe disso, cambada de ignorantes. Muita sorte tem esta piolheira em ter deputados com gostos tão apurados e refinados. Bons demais para esta ralé. O melhor é substituí-los por outros mais adequados ao chinelo nº 5 deste povo.  Gente das avenidas novas que se lustrou em Paris que agora tem de levar desaforo destes piolhosos comentadores. Tchh. Tchh.
aqui vai uma receita, seus invejosos: http://www.bbc.co.uk/food/recipes/moroccanpigeonpie_89167 (http://www.bbc.co.uk/food/recipes/moroccanpigeonpie_89167)
Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 05.06.2012 às 12:15

Pois, eu não disse que existem pombos torcazes no Rossio. Apenas declarei serem os que por lá andam uns perfeitos substitutos. Escrevi sucedâneos.
Sem imagem de perfil

De xico a 05.06.2012 às 13:22

)):

Comentar post







Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas