Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O futebol e a pátria

por Samuel de Paiva Pires, em 28.06.12

Por estes dias, falham alguns em entender o mito que é a pátria enquanto, nas palavras de Karl Deutsch glosado por José Adelino Maltez, "uma comunidade de significações partilhadas" e, nestes tempos de paz na Europa, como esta se reflecte numa ligação emocional entre um povo e os seus representantes em actividades onde exista representação nacional, como o caso do desporto - em concreto, nestas últimas semanas, o futebol. Lembrando que a pátria é, como escreveu Miguel Torga, "o espaço telúrico e moral, cultural e afectivo, onde cada natural se cumpre humana e civicamente. Só nele a sua respiração é plena, o seu instinto sossega, a sua inteligência fulgura, o seu passado tem sentido e o seu presente tem futuro", vale bem a pena ler o Filipe Nunes Vicente e o Carlos Guimarães Pinto:

 

Filipe Nunes Vicente, O futebol e os intelectuais:

 

«As vitórias da selecção nacional suscitam orgulho aos portugueses porque o EURO 2012 é um parque de diversões para os símbolos nacionais. Nenhum problema nisto.  Nas guerras, as acções dos soldados, dos generais  e dos políticos suscitam o mesmo espírito e ninguém pensa que essa inflamação patriótica oculta atraso económico, maus hospitais ou insucesso escolar.

A ligação de um povo com a sua selecção não passa pela leitura de Píndaro ou pela exegese de Heidegger: é simples, directa e dura pouco. Como o sexo.

Os que contam bandeirinhas, se incomodam com  a cruz ou anotam os minutos imbecis dos directos, racionalizam o que não é racionalizável. Nunca tiveram um ataque de pânico ou uma obsessão?»

 

Carlos Guimarães Pinto, Os ateus do Futebol:

 

«Os ateus do futebol já fazem parte do folclore das competições internacionais de futebol em que Portugal participa. Para quem não sabe o ateísmo futeboleiro foi inaugurado por Pacheco Pereira e, entre coisas, consiste em passar todo o período das competições de futebol a falar sobre o quão irrelevantes elas são, da irracionalidade do gosto pelo futebol e sobre a forma como estes eventos distraem as pessoas dos assuntos importantes (por assuntos importantes, entenda-se, a política, a troika, o défice, o sacana do Sócrates e o demagogo do Louçã).
Tenho que concordar com eles: a devoção irracional pelo futebol contribui de facto para que muitas pessoas se esqueçam por um período de tempo destes assuntos. Mas não é só o futebol: um bom livro, as séries de televisão americanas, as quecas, os bikinis, os jantares de amigos, um bom cabrito, o sorriso dos filhos são tudo aspectos da vida que, sem motivo racional, nos fazem esquecer desses assuntos “importantes”. Os ateus do futebol estão certos relativamente à relação causal, têm é as prioridades de vida trocadas.»

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:12


15 comentários

Sem imagem de perfil

De Isabel Metello a 28.06.2012 às 16:16


Engraçado, para gente que se diz tão intelectual, estão, aqui, a inverter os termos à equação e a demonstrar uma subjectividade analítica tão subjectiva que mais parece jornalismo tabloidizado- ora vejamos, comecemos pelo Sr. Dr. Filipe Nuno Vicente, um white hunter, só quando lhe interessa (eu cá acho que ao Sr. Dr. LFV lhe faz falta a leitura de autores mais anglo-saxónicas sobre temáticas que são da sua alçada, ou então falar com Um Génio de Coimbra- o Dr. Montezuma, que era odiado por muitos medíocres seus pares (faz parte do programa das fiestas!!! quando o Professor Doutor José Cabrera, com toda a sua simplicidade (lá está o choque cultural!!!:) cá veio ao Prós e Contras tb um ego elefântico coimbrão estava ali com um ar de quem era uma excelência e que tudo sabia...é que (quase:) tudo o que li dele no Mar Salgado demonstrava uma ausência da presença da iluminação, que não de candeeiros de ruas:

1º Para quem denigre tanto a Guerra Colonial, que se iniciou pelo massacre aviltante de civis am Angola em 1961, i.e., para defesa de Crianças, Mulheres e Homens de todas as cores cortados ao meio com serras eléctricas, violados e torturados até à morte, i.e., contra Crimes contra a Humanidade perpetrados pelo facínora do Holden Roberto, o Sr Dr FNV está a exaltar o patriotismo futeboleiro, que nada tem a ver com o Caritas Patriae Camoniano = o Amor Incondicional à Pátria, pois é-lhe contrário- a marabunta alienada por este F opiáceo, que tanto jeito dá a tanta intelectualidade adstrita ao poder num quintal onde os aventais se penduram todos nos mesmos estendais, não estaria disposta a dar a sua Vida pela selecção e muito menos por Portugal, muito pelo contrário, quase se pudessem, como os seus ídolos que Portugal desse a sua Vida por eles, ui, era mais uma Fiesta!!! Ora, muitos dos Combatentes da Guerra Colonial estiveram dispostos a Dar a Vida pela Sua Pátria (Esse É Outro Campeonato bem Distinto!), fora aqueles que para lá foram obrigados, os que se escapuliram pois queriam é tratar do seu ego hedonista ou até os que incitaram via rádio à morte de Patriotas e que até usaram o dinheiro da EMEL para construírem estatuetas a si próprios (este país é uma anedota- nunca Os Verdadeiros Grandes Homens e Mulheres de Portugal mandaram construir totens sacralizados para se auto-sacralizarem, pois tal seria contrário à Sua Essência!!!:)...Image
Sem imagem de perfil

De Isabel Metello a 28.06.2012 às 16:30

Pardon :) troquei o nome ao Sr. Dr Filipe Nunes (pus Nuno- deve ter sido uma associação psicográfica, quiçá???!!!!:) Vicente...

2º Ora, o que o Sr. Dr. FNV se esqueceu de frisar é que estes prazeres hedonistas de muitos deram cabo de Portugal, pois verbas milionárias foram e têm sido canalizadas para uma indústria cultural de alienação de massas que só capitaliza os lucros de outras tb de serviços: os media, que assim têm uma atenção desmedida e até podem, muito baudrillardianamente, como ontem, no programa de Sandra Felgueiras passar do Verdadeiro Horror dos Massacrs na Síria para "o horror" da derrota futeboleira da selecção, comparando, implicitamente, o incomparável!... Os únicos ainda a beneficiar desta "obsessão" e "ataques de pânico" são os pontos de restauração (menos mal, mas mesmo assim é um ganho conjunturalíssimo, pois quase todos estão na iminência de fecharem as portas pela Eterna Política de Transporte  que privilegia o luxo em detrimento do real desenvolvimento interno, i.e., (a) desenvolvendo a agricultura; (b) a frota pesqueira, apostando na modernização dos meios de patrulha da costa da nossa Polícia Marítima, para que possa proteger a ZEE de Portugal e assim proteger os pescadores, hoje, famintos (então, a Brigada anti-hispânica não tem um ataque de pãnico aqui???!!! ; (c) transformando os portos de Portugal como o de Sines e de Setúbal em grandes locus de passagem no transporte de mercadorias (copiando um pouco a lição de Singapura!!!:)
Sem imagem de perfil

De Isabel Metello a 28.06.2012 às 16:45


(d) revitalizando com contundência o comércio tradicional, pelas novas tendências (não é preciso muitos esforços- basta ir ao google e procurar ecofriendly shops...:), dirimindo outro dos grandes tiros no pé, tb muito associados  à estética e inteléctica (foi só para rimar!!!:) novo-riquista que associou a construção pandémica de uma dezena ou mais de estádios de futebol à de centros comerciais, com uma estética pavorosa, que deram cabo do primeiro sector. Ora, qualquer pesssoa que tenha os mínimos conhecimentos de marketing já previa há anos ser aí a aposta, pois essse segmento é que tem uma real congruência organizacional com a imagem de Portugal; (e) ora, e isto leva-nos a outra actividade fulcral à nossa sobrevivência (pois, eu tb fui percebendo pelas palavras do Dr. FNV que adora o hedonismo alimentar, mas se se detiver na expressão Caritas Patriae, há-de entender que esta pressupõe Descentração, i.e., Amor ao Próximo, Caridade que não das falsas beatas queirosianas (esqueça por uns momentitos o sexo (outro catalisador emocional de audiências- vê-se logo que não lê eminentes autores anglo-saxónicos dos Cultural Studies, que não têm pruridos nenhuns em estudar a cultura pop nas suas várias vertentes, contrariamente a muitos académicos Portugueses- mas lá está a diferença entre analisar de forma crítica, com distanciamento narrativo, fenómenos actuais (e olhe que é muito mais difícil, mas tb muito mais enriquecedor manter-se uma postura de objectividade analítica sobre fenómenos que fazem parte do nosso dia-a-dia, do que estar a analisar o passado, tantas vezes à la carte...:) e deixar-se assoberbar-se pelas suas obsessões- que as tenha, mas que estas não prejudiquem alguém (lá iremos tb descortinar esses dois termos clínicos do Dr. FNV...:), solicito-lhe, Sr. Dr, porque Freud levar-nos-ia, até na questão do Futebol, muito longe!!!:)Image
Sem imagem de perfil

De Isabel Metello a 28.06.2012 às 16:59


Tantos erros e só esta reparação: "deixar-se assoberbar"...
 
(e) ora, voltando ao busílis da questão: a actividade a que me referia era o turismo que, bem segmentado, direccionado para vários públicos-alvo, e não num regime de miserável e medíocre miscelânia pela e na qual quase ninguém se entende, na maioria dos casos, até nas vias de autopromoção que revelem inteligência pragmática e não uma total ausência dela (o case study Allgarve, por exemplo, foi uma verdadeira hecatombe e olhe que, pelos gastos, sem algum retorno, muito pelo contrário, tb foi um pólo de hedonismo para os mesmos de sempre, que só pensam no seu ego despótico!:), assim como na reconstrução de monumentos lindíssimos, espalhados por esse país fora, hoje, devolutos, o que interessa de sobremaneira aos novos-ricos boçais e a outra indústria muito produtiva, não haja dúvidas absolutamente algumas!!!- a especulação imobiliária ! Para quê? Para  lá irem construir mais um mamarrracho (continuem que, qualquer dia, ficamos sem turistas!!!:) para os herdeiros ou para ostentarem os brilhantes ou mesmo ajudar os amigos a terem fontes de rendimento miolionárias pela modelação de musas, sem que algum dia tenham aberto Os Lusíadas!!!...chega a ser aviltante, face`a outro F que dá tanto jeito a quem vê os pobres como gado: a Fome!ImageNão é, Sr. Dr.FNV???!!!!Então, cadê uma caçada a a sério contra bestas reais e não provindas das suas e das dos outros white hunters obsessões tão convenientes???!!!! Falta garra, falta Descentração, falta Verdadeira Humanidade e Capacidade de Sacrifício pelo Outro, não falta? Claro que sim!!!
Sem imagem de perfil

De Isabel Metello a 28.06.2012 às 17:13

I.e., falta CORAGEM, HOMBRIDADE, CARÁCTER que permita castigar, como OS COMANDOS MOÇAMBICANOS QUE SE RECUSARAM A SAIR DE MOÇAMBIQUE POIS QUERIAM DEFENDER POPULAÇLÔES INDEFESAS (de facto, tal não é para meninos de coro que, se virem um Leão ou uma Leoa, ao vivo e a cores, dão de frosques nos seus bólides a 199km/h- foi só mais uma dica psicográfica!!!  CRIMES CONTRA A HUMANIDADE tão óbvios e tão aviltantemente desprezados, ainda sendo as vítimas alvo de ameaças ad aeternum, pois estamos num estado de sítio que defende os criminosos, principalmente se forem VIP ! Ah, está bem, mas tal fazia parte de uma investigação intelectualóide "ao mais alto nível" (como diria o Edgarzinho do Remédio Santo!!!:)  e a obsessão e os ataques de pânico voluntários por um dos F opiáceos que têm afundado esta nação a olhos vistos, desviando a atenção da marabunta alienada para o que interessa aos donos do quintal, enquanto as almoçaradas bem regadas entre vários campos sociais continuam, não se compadecem dos ataques de pânico é stress pós-traumático a sério involuntários de quem pagou na pele pelas obsessões patológicas tb "ao mais alto nível" dos outros!!!Image
Sem imagem de perfil

De Isabel Metello a 28.06.2012 às 17:31


Quanto ao CGP, assusta-me a sua associação da fé futeboleira à Fé Religiosa (no que concerne À Autêntica e não à meramente formal, sem conteúdo, das falsas beataspapagueantes indulgentes, claro está, que aí terei de concordar com Marx, Eça de Queiroz et alii.....), ainda que compreenda que palettes de gente ainda modelada pela matriz da sociedade de consumo que a canalizou e canaliza para uma OVM (Orientação Valorativa Materialista- já leu, Sr, Dr, FNV, a obra que analisa este fenómeno??? Se não, recomendo-a- procure-a pela keyexpression em Inglês- só lhe digo a Editora :) A American Psychological Association...:), i.e., para o culto do exterior, esvaziando, mais ainda um vácuo intrerior abismal, facilmente modelável pelos sofistas do costume...aí está um dos busílis da questão!!!!  Pois, reforçando, A Autêntica Fé Assenta na Descentração, no Amor ao Próximo,na Empatia (não viu A Lista de Shcindler???!!!! até nesse campo somos uns desnaturados, pois enquanto Schindler salvou Vidas para as usar como mão-de-obra, Um Verdadeiro Santo, o Sr. Cônsul Aristides de Sousa Mendes, Salvou-as sem interesse absolutamente algum, i.e., pelo Amor Agapé, pelo Amor Cristão, que claro, gente hedonista, autocentrada e autosentada nunca compreenderá!!!!:), na Capacidade de Dar a Vida pelo Outro, mesmo que Este nos Seja Distante, na Auto-Superação e nunca, jamais, em tempo algum, na competitividade ego e etnocêntrica!!!!
....quando falo do desenvolvimento de Portugal não é por etnocentrismo, é por HUMANIDADE, de HUMANE, que de human being já todos sabemos do que esta espécie é capaz, não é Sr. Dr. Filipe Nunes Vicente???!!!! Já viu, acho que teremos sempre uma contundente pega virtual, pois temos essências opostas!!!ImageDou-lhe mais um conselho :) não fica muito bem a uma pessoa da sua área fazer palpites superficiais online, descredibiliza-o, mostra a quem realmente sabe os interesses que estão ao redor, percebe?- olhe, por exemplo, se me aparecesse, aqui, um obsessivo pelo F opiáceo, com ataques de pânico por bolas que rolam no relvado, eu nunca o conduziria ao seu consultório, pois sempre me apercebi que das duas uma :) (a) ou não detém competências para analisar a estrutura profunda; (b) ou tal não lhe interessa, o que bem demonstra do que entende por Ética...dê cumprimentos por mim à Azelha do Mar!
Sem imagem de perfil

De Isabel Metello a 28.06.2012 às 17:43

Ah, por falar em listas, mas desta vez, um pouco ao contrário, o Sr. Dr. FNV não quer pertencer à lista de testemunhas da Criatura Circularmente Viciosa, em mais um proceso de inversão de situações em que passa o difamador pela coisa difamada,  para que o circo circular seja mais divertido? Traga mais 4, para além das leaks informativas que, se houvesse, aqui, um Serviço a sério de Internal Affairs acho que "a porta da rua seria mesmo a serventia da casa" como dizia o vosso protégé- a  Criatura  :), mas vamos lá à lista :)  (a)  a que está sempre a trocar a consoante inicial bilabial com a linguodental, à semelhança daquela anedota sobre uns ténis, mostrando uma obsessão que, caramba! Ó Sr. Dr, por favor, ajude-a, a mulher não pensa noutra coisa, credo!!!; (b) o Professor que aparecia de mota e de máscara cirúrgica na FAC (era já um visionário, na altura!!! :))); (c) o maschambeiro, para dar um toque neo-realista à coisa!!! Pode ser???!!!! Olhe, já sabe que eu, à vossa custa, já li muito Freud, muitos artigos sobre rebanhos de pensamento desviado, enfim, já vos fiz o perfil...e atente num aviso :) NÃO VOLTE A TENTAR MANCHAR QUEM TEM CARÁCTER, HOMBRIDADE E CORAGEM, SR. DR...não confunda campeonatos!!!...Image
Sem imagem de perfil

De Isabel Metello a 28.06.2012 às 18:16


Oh, esqueci-me do ESSENCIAL- essa confusão à la carte de campeonatos só comprova o que sei há muito tempo :) (a) que o regime do Sal e Azar não mudou, até se acirrou com corjas reticulares de vários campos sociais que se nutrem umas às outras, demonstrando uma ausência de SENTIDO DE ÉTICA E DE DEONTOLOGIA AVILTANTES!!!  Corjas que são os   seus herdeiros legítimos, em termos de autoritarismo e parcos horizontes, por mais que viagem (ao menos, o Professor Oliveira Salazar, ao menos, tinha desculpas para a sua "retórica do silêncio e da invisibilidade" :) o assumido provincianismo, a fobia aos aviões e a fobia social e o facto de ser Touro (uma mistura explosiva, pois os Touros não são, tendencialmente, conhecidos pela Humildade, muito pelo contrário!!!! :)...ora, estas corjas oligárquicas, que actualizam uma total e aviltante promiscuidade entre campos sociais, sendo muito piores que o seu antecessor, pois não só são completamente hipócritas e sofistas - ao menos, no regime anterior, estava tudo explícito-, deveriam mas é enxergar-se, de preferência com óculos para todas as patologias oculares e mais algumas, pois ciolocam interesses sobre PRINCÌPIOS, o que vai recair na "banalidade do mal" de Hannah Arendt!!! I.e., vai dar tudo ao mesmo, ainda que se invoquem defensores de Princípios e Valores que lhes passam ao lado!!!- dêem poder a um cobarde e ele transforma-se num assassino literal ou metaforico ( se bem que há uma clara diferença entre assassinatos à la carte e algum por Legítima Defesa!!! bem, mas é melhor não pensar em tais questões, pois sou CRISTÂ, mas, como sou GÈMEOS E TIVE UM TREINO ESPECIAL COM UM ADESTRADOR DE SE LHE TIRAR O CHAPÈU, SOU TB UMA COMANDA, NA DEFESA DE INOCENTES, COMO TAL, CREIO QUE ALGUMAS BESTAS QUE SE NUTREM DO POVO COMO GADO NÔ FAZEM CÀ FALTA MESMO!!!
(b) o Sr. Dr. FNV, como psiquiatra, já parece S. Eminência- deu sempre tiros na água, o que me faz perguntar? Como é que construiu a sua credibilidade profissional se nem de análise discursiva entende?

Vá, sue me- estou-lhe a tomar o gosto, até porque´já que sou processada por um difamador que passou a coisa difamada que o seja, mais uma vez, PELA LIBERDADE DE EXPRESSÂO; PELA ENUNCIAÇÂO DE VERDADES INCONVENIENTES ÀS CORJAS QUE DESTRUÌRAM ESTE PAÌS!

Image 
Sem imagem de perfil

De Isabel Metello a 28.06.2012 às 18:27


Ah, voltando ao início :) olé! Viva España, que já estou farta de viver num país em que Homens com Carácter, Hombridade e Coragem, i.e., com eles no sítio (passo o carácter vernáculo da expressão, mas sei que o Sr. Dr. FNV tem um pouco de Toulouse Lautrec- aprecia ambientes mais coloridos, aliás, muitos intelectualóides lusos y tansos o apreciam- ainda não ultrapassaram o trauma da proibição de certas obras no regime anterior- daí a avidez com que as consumiram no pós 25/74 (faz sentido- um dos ícones de barro da "revolução dos cravos" tb ficou conhecido por andanças cinematpgráficas algo weird...:), com que se estimulam hoje (daí que, comparativamente a Espanha, as estatísticas sobre a afluência na Feira Erótica aqui são bem maiores (juro que gostava de ser mosca paparazzi e fotografar lá as beatas falasas e, por acaso, darem de caras com a mulher ou quiçá com as filhas ou filhos, que isto hoje já não se sabe :))))...está, aqui a perscrutar, Sr. Dr. FNV mais um F objectivante alienatório associado à OVM, propulsionada pela sociedade de consumo, na qual se consomem uns aos outros? Não???!!!! ohhhhhhhhhhhhhhhhh!
Pois, olhe, grandes teóricos da Comunicação e Grandes Psiquiatras anglo-saxónicos o perscrutam- há até 2 que defendem que Portugal é uma estufa de desvios escondidos por baixo do "manto diáfano" das aparências!!!
...olé, outra vez, Viva España!!!....Image
Sem imagem de perfil

De Isabel Metello a 28.06.2012 às 18:31


Mas dizia eu :) viva España que, aqui, há uma deflação enorme de Homens de Carácter, Coragem, com Hombridade e Real Virilidade- são como o ouro no Alentejo- diz-se que dizem que há muito quando lá se chega, só se encontra bodes feiosos, mal-cheirosos e desvitalizados que só têm grimpa, mas quando se lhes olha na retina pufff!!!...
...pronto, obrigadíssima, já fiz a minha terapia psicográfica do dia!!! e escolhi este spot, pois assim é um 2 em 1!!!Image
Sem imagem de perfil

De Duarte Meira a 28.06.2012 às 21:39


A Exma. Srª Isabel Metelo tem carradas de razão.

Agora, em respeito à memória de Miguel Torga e do trecho citado pelo Samuel.  - O futebol é precisamente o contrário de realização humana e cívica: não passa de uma brincadeira de garotos a correrem de um lado para o outro atrás duma bola. Uma brincadeira não é trabalho e, por conseguinte, modo crescido e humanamente digno de ganhar a vida. Aliás, o mesmo vale para qualquer desporto assalariado e escravizado à indústria de entretenimento de massas. A perversão é tanto mais grave quanto há tanta gente a trabalhar a sério e duramente por ordenados que mal chegam para comer.

Postal lamentalvelmente infeliz da sua parte, meu caro Samuel, mormente no estado de calamidade social e moral em que estamos. Para quê sofismá-lo com drogas e pueris ilusões, que só perpetuam aquele estado, agravam a ressaca e dificultam a recuperação de um mínimo de juízo e de saúde?

(Não disse que as "massas" não tenham circo; digo que este deve ser reduzido pelas pessoas sensatas às suas dimensões sensatas.)
Imagem de perfil

De sobrevive-se a 29.06.2012 às 11:18

Tão mais infeliz quanto compara futebol a um bom livro ou ao sorriso dos filhos. Terá filhos, o autor do post (e o do texto nele citado)? Experimentou alguma vez (experimentaram, um e outro), verdadeiramente, apesar de toda erudição meritória e copiosamente por aqui já demonstrada (o autor do post ), o conforto de um livro que marca, por vezes numa curta frase que para sempre se guarda?

Pacheco Pereira e outros, nesta questão do futebol, "limitam-se" a ser Velhos do Restelo. No verdadeiro significado camoniano. Não naquele, por estes tempos, tão convenientemente enraizado. E errado.

Tempo virá...

Costa
Sem imagem de perfil

De Isabel Metello a 29.06.2012 às 03:12


Muito obrigada, Duarte Meira, não por concordar comigo, que adoro a polilogia, mas pelo Respeito e Educação demonstrados! Muito Grata!Image

Comentar post


Pág. 1/2







Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas