Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Senhor que se segue

por Pedro Quartin Graça, em 17.09.12

Com um Passos ferido de morte, e condenado, mais cedo ou mais tarde, a ser apeado, por sua exclusiva responsabilidade, o PSD já "encontrou" o seu sucessor: RUI RIO. Resta ver ser se o eficaz e rigoroso Rio ainda vai ter de fazer a travessia do dito e aguardar até às autárquicas do próximo ano, ou se, afinal, vai ser chamado mais cedo do que se pensa a encabeçar um "governo de salvação nacional", de iniciativa presidencial, no qual Passos não entrará, evidentemente. Estes são alguns dos dados que já se jogam nos bastidores, nomeadamente em Belém, onde Passos Coelho caíu definitivamente em desgraça. Só mesmo um recuo na TSU e uma rápida remodelação governamental lhe darão mais alguns meses à frente dos destinos do País.

publicado às 11:57


12 comentários

Sem imagem de perfil

De Maria João moreira a 17.09.2012 às 14:57

Tenho a maior simpatia e respeito por Rui Rio, mas nao me parece mt indicado, na minha opinião, porque é um homem com que se tem pouca emparia. O que penso ser tb essencial nesta ocasião mt especial
Imagem de perfil

De Pedro Quartin Graça a 17.09.2012 às 15:18

Uma única questão: e Passos tem?Image
Imagem de perfil

De jo a 17.09.2012 às 18:03

Este nao tem sem qq espécie de duvida. O k quis dizer k Passos ao ser substituído tem de ser por uma pessoa que contemple variadissimas facetas e, na minha opinião, isso falta a Rui Rio.
Sem imagem de perfil

De Pedro Q. a 31.10.2012 às 10:54

"eficaz" e "rigoroso" se nao é um "endorsement", disfarca bem.
Imagem de perfil

De Nuno Castelo-Branco a 17.09.2012 às 18:10

Eu diria "governo de salvação presidencial". A reputação do homem é péssima e nas filas dos supermercados escutam-se coisas inacreditáveis, comparáveis ao que se dizia de sampaio, mas desta vez com a esquerda e a direita em unanimidade. 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.09.2012 às 19:36

Se o Silva conseguir o tal governo de iniciativa Presidencial, a Nela Leite será a futura 1ª Ministra ou das Finanças? E o Special adviser (actualmente aquela figura execrável do Toninho Borgas), será a Leonorzinha? Sim, ele tb acumula com a JM, ela tb pode acumular com a Fundação..
Sem imagem de perfil

De rato do deserto a 17.09.2012 às 21:34


 Cavaco não tarda que faça companhia ao Passos. Cavaco cada vez mais detestado por todos os portugueses e, como tal, qualquer governo saido da sua cartola tem os dias contados.
Sem imagem de perfil

De rato do deserto a 17.09.2012 às 21:39


meses? aonde é que tem andado?
Aquilo que menos convém, neste momento,  a Portugal é um trauliteiro como Rio. dentro do Psd já não há saída para este regime.
Aonde esteve onteontem?
Imagem de perfil

De Pedro Quartin Graça a 18.09.2012 às 06:05

Mas por acaso viu-me defender aqui fosse quem fosse? Limitei-me a fazer uma análise política com os dados de que disponho...


cumps,
Sem imagem de perfil

De Pedro Q. a 31.10.2012 às 10:55

"eficaz" e "rigoroso" se nao é um "endorsement", disfarca bem.

(por lapso o comentário foi postado em duplicado mais acima, mas era aqui que deveria estar)
Sem imagem de perfil

De alice gois a 17.09.2012 às 21:53

Portugal ficará paupérrimo com as opções que apresentaram, Rio não os teve, quando da presidência do PSD,  acobardou-se, a Nelinha berrou por também irem-lhe as pensões, acham que esses "gajos" que enumeraram tem amor ao seu País?O Cavaco onde estava, quando o País galopava para a bancarrota?  A 30 anos andam aos golpes palacianos, as mortes "acidentais" as vira-casacas, a vida politica nesse torrão natal trespassa a ordinarice, ao saque, a cafajestada e afins... Que país pode ser levado a serio com tantos inconsequentes, que não querem aceitar a ruína que escolheram e procuram avidamente e agora são todos tão inocentes!
Boa noite!
 Por Portugal tudo!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.09.2012 às 22:57

Coitada da Nelinha da cabeleira com kilos de laca..até é querida e fofa..mas de facto esta gente é mesmo uma escumalha de sanguessugas. Por isso os Portugueses estão viciados na dependência do Estado e a produtividade é baixa. Pudera, com os exemplos dados por toda esta ralé, cujas maiores especialidades são a extorsão, corrupção e compadrio, como poderia ser diferente? Ainda mais com a diferença social cada vez mais agravada neste País.

Comentar post







Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas