Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pronto, aqui têm a bandeira endireitada

por Nuno Castelo-Branco, em 05.10.12

 

Pronto, descansem, agora a coisa já surge direita

 

Não foram os omminosos monarchicos que prepararam o paninho, colocando-o às avessas. Foram precisamente eles, os da festa, quem em boa hora o fez, aliás seguindo a sugestão de um comissário alemão. Lá em baixo, sob aquela varanda, estavam quarenta curiosos, postando-se diante da caverna do Ali Babá camarário que hoje também fez das suas, com o único fito de alijar um Seguro prestes a "morrer de velho".

 

Já no escondidinho Pátio da Galé , o Costa dos nossos tempos decidiu-se a abrir a sua campanha eleitoral no PS, delimitando o seu terreno e preparando-se para todas as eventualidades consequentes do atoleiro em que o sibarita parisien o meteu. Um discurso SICamesque considerado como "forte", mas que a realidade do momento, aponta como mais um sortido de luminosas excentricidades sem nexo. Dinheiros, investimentos, mais isto e mais aquilo, promessas e a enxurrada de palavrório de comício, talvez com o pensamento numa bandalheira chupista lá para os lados do Campo Grande.  Do residente na parvónia de Belém, nada há a dizer. Não existe.

 

A única nota interessante durante as pouco solenes exéquias da república: a Sra. Dª Luísa Trindade. Alguém a convidou para a jantarada em Alenquer? O Sr. Soares podia dar-lhe uma boleia, provavelmente no carro que o Estado colocou ao seu serviço.

publicado às 11:20


1 comentário

Sem imagem de perfil

De xico a 05.10.2012 às 15:57

O cindo de Outubro morreu?
http://cartasdascaldas.blogspot.pt/2012/10/o-cinco-de-outubro-morreu.html (http://cartasdascaldas.blogspot.pt/2012/10/o-cinco-de-outubro-morreu.html)

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.







Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas


    subscrever feeds