Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Zorro que aconselhe o Zorrinho

por Nuno Castelo-Branco, em 11.10.12

 

O PS poupou? Como e com que dinheiro? O Sr. Zorrinho fala de automóveis de topo de gama, como estivesse a apanhar laranjinhas ou a referir-se a carrinhos Dinky Toys. Num país que enfrenta a catástrofe final, deliberadamente provocada pela desastrosa governação de duas gerações, vir hoje a terreiro defender em nome da "transparência" certos gastos que nada mais são senão esbanjamento sumptuário, é de pedir meças ao capeta. 

 

Neste momento, o governo devia seriamente ponderar a retirada das mordomias automobilísticas a todos os detentores de cargos públicos abaixo da categoria de Secretário de Estado. Automóveis de representação para uso de entidades públicas, apenas se justificam no caso de deslocações fora de portas e sempre no âmbito da acção governativa. Alegando os convivas do orçamento, uma muito oportuna - no pior sentido do termo - questão de balanço preço-qualidade, estes nossos donos fazem uma rotineira má escolha de marcas, invariavelmente cedendo à vertigem micro-burguesa pelos  BMW, Mercedes ou Audi. Nestas sucatas a prazo, sonham repimpar os rotundos traseiros de "altas individualidades". Os veículos fabricados em Portugal, deviam ter a máxima prioridade.

 

Detentores do poder, sigam o exemplo do Duque de Bragança e viagem de VW Sharan, Made in Portugal. Não vos cairão os parentes na lama. 

publicado às 17:01


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.







Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas


    subscrever feeds