Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Da regeneração do Ocidente

por Samuel de Paiva Pires, em 22.11.12

 

Faço parte do extenso "clube" de pessoas que várias vezes se riram da tese de Samuel Huntington quanto ao Choque de Civilizações. Felizmente que, sendo seres humanos e, portanto, propensos a erros, somos também capazes de os reconhecer e admitir. Hoje em dia, cada vez mais sou levado a partilhar a tese de Huntington. As sementes de algo que terá proporções históricas dramáticas estão plantadas no Ocidente, em particular na Europa. Será um choque de civilizações, de culturas, de religiões, que provocará uma regeneração da Europa e o enterro do multiculturalismo e do ideário neo-marxista da Escola de Frankfurt e do Maio de 68. Será feio, e provavelmente será derramado muito mais sangue do que com o Holocausto nazi. Nietzsche, entre outros, pressentiu e previu que o século XX seria um século de guerras, adiantando ainda que o século XXI seria o da confrontação do Ocidente com o nihilismo. Só que esta confrontação extravasa e muito o plano das ideias. Mais cedo ou mais tarde, uma das sociedades europeias implodirá. As outras seguir-lhe-ão as pisadas. Aguardemos. 

publicado às 19:15


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Duarte Meira a 22.11.2012 às 23:39


«Só que esta confrontação extravasa e muito o plano das ideias. Mais cedo ou mais tarde ... »

Caro Samuel:

Extravasa, sim, mas não será para nenhuma guerra no velho sentido convencional do belicismo militarizado, a não ser em certas zonas muito localizadas, que podem chegar até ao nuclear. Mas isso será localizado  e  mais ou menos cuidadosamente controlado.

Mais cedo do que tarde, no tempo da sua vida (não da minha...), assistirá o Samuel ao abraço matrimonial e mortal da Alemenha com a Rússia, quando a Alemanha já não puder aguentar sozinha a UE contra os EU e a China. A UE será a União Eurásica, e estes três dominarão o campo de concentração do mundo por umas décadas.

Falei claro?

Depois, sim, virá a "regeneração do Ocidente"...

Quem viver, verá. (Quem sobreviver ao "último homem"...)
Imagem de perfil

De Samuel de Paiva Pires a 23.11.2012 às 14:43

Caro Duarte,


Também creio, há muito, que mais cedo ou mais tarde veremos esse abraço entre a Alemanha e Rússia, com a consequente entrada desta na UE. Ainda demorará, contudo. Parece-me que mais rapidamente assistiremos ao conflito na Europa, mais próximo de uma gigantesca guerra civil do que uma guerra organizada no sentido convencional.

Cumprimentos
Sem imagem de perfil

De HM a 18.03.2013 às 15:05

Publiquei:

http://www.historiamaximus.blogspot.pt/2013/03/da-regeneracao-do-ocidente.html

Comentar post







Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas