Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Esta frase do nosso genial Gil Vicente bem que poderia ser o título da farsa que, por certo, não deixaria de escrever, soubesse ele da outra faceta, até agora desconhecida, do também genial autor de Hamlet, ele que não desperdiçava uma oportunidade para rir e fazer rir, ao mesmo tempo que denunciava as fraquezas humanas, desde a mais insignificante até às mais desprezíveis.

publicado às 15:01


7 comentários

Sem imagem de perfil

De zeca marreca a 03.04.2013 às 15:27

Estimada Cristina, faz um favor a tí própria e ao teu futuro. Limita-te a publicar citações, e reprime, como até agora, essa vontade incontrolável de publicar verborrei da tua verve... O sítio fica bem mais higiénico...
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 03.04.2013 às 15:36

Conhece aquela: " quem não está bem muda-se "? Conhece? Óptimo... :)
Sem imagem de perfil

De Vânia a 03.04.2013 às 16:09


Vão repetir a Prova Escrita de cultura geral, por alegadas irregularidades, nomeadamente na troca de enunciados rasurados. Yupiiiiiiiiiiiii,
Sem imagem de perfil

De zeca marreca a 03.04.2013 às 16:32

Mais uma monarquica, certamente, com uma contribuição decisiva quanto as suas inanidades e a reforçar a minha tese sobre a encefalite dos pamonhas-reais!...


"rasurados. Yupiiiiiiiiiiiii,..............................."


E mais não digo. Viva o Rei, a rainha,  o cemitério que os acolhe e os heróios revolucionários que para lá os enviaram!!!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.04.2013 às 16:55

Caro senhor Zeca Marreca não tem nada mais útil para fazer?
Sem imagem de perfil

De asa a 03.04.2013 às 17:37

Ó estúpido vives ou viveste à custa do estado?


Faz-te à vida como a maior parte dos portugueses, Parvo
Sem imagem de perfil

De zeca marreca a 04.04.2013 às 00:11

Eu não. E vocemercê? E os seus cicerones???

Comentar post







Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas