Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"Ground Zero"!

por Pedro Quartin Graça, em 07.04.13

Passos Coelho promete agora ir fazer aquilo que deveria ter sido a primeira coisa que devia ter feito - e não fez: cortar as despesas do Estado.

De resto, uma perfeita vacuidade. Pobre Portugal que não merece um governante deste nível.

publicado às 18:57


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Susana a 07.04.2013 às 20:19

Se o La Feria o tivesse aceite no casting isto seria evitado... bad luck.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.04.2013 às 21:34

Comparar Sócrates a Passos Coelho, é o memo que comparar, respectivamente, o ouro a merda. Grande Sócrates, Grande Politico, Grande Homem. O melhor P M de Portugal desde 1910.
Sem imagem de perfil

De MIGUEL a 07.04.2013 às 23:05

LÁ ISSO VERDADE:
1910: AFONSO COSTA: BANCARROTA!
2010: JOSE SOCRATES : BANCARROTA!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.04.2013 às 01:01

Que exagero Miguel Branco. Você é mau. Banca-ROTA é a actual situaçāo criada por Passos e Gaspsr. Cortar tanto ( para os outros, pois para filhinhos dos papás do PSD já houve guita para entrarem às dexenas comp assessoras com ordenados escandalosos, sem ter exproência de nada), que agora nāo entra dinheiro nos cofres do Estado. Para estes, cortar despesa resume-se a apoios sociais.
Contratem Sócrates para International Relations e vāo ver aquela porca alemā a ficar com a dita aos pulos e a dizer a tudo que sim para Portugal. Quando ele ia a Berlim e Bruxelas e ela o via, aqueles olhos até deitavam faíscas. Pode ser chanceler mas nasceu, é e morrerá vadia e seca.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.04.2013 às 16:44

Sim, sim e toda a gente vai acreditar que o passos vai começar a fazer o melhor para Portugal!!!!!!

Comentar post







Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas