Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




" Tomaz de Figueiredo - retrato a corpo inteiro "

por Cristina Ribeiro, em 17.04.13







" Politicamente monárquico mas intelectualmente um anarquista, Tomaz criou amizades entre o povo, e a cada passo as citava, ou em conversas ou por escrito, como modelos de bom pensar, bem falar ou de bem proceder. A sua paixão pelas origens da língua, pelas expressões pitorescas e anacrónicas, levava-o a anotar, com minúcias de arqueólogo, o linguajar provinciano e sugestivo onde quer que ele o topasse. ( ... )

As letras, dele ou dos outros, modelares ou apenas honradas eram, como ele mesmo dizia, o seu pão. ( ... ). 

Sardónico, arrebatado, incapaz de condescender com o que ( ou com quem ) de algum modo lhe desagradasse, não temia manifestá-lo desenfreadamente e em público.

De uma fidelidade monástica às amizades, ao amor da terra e das tradições, Tomaz de Figueiredo era a inteligência, era a cultura, a lucidez, a dignidade, a irreverência e o sarcasmo. "




                     A arrumar vários exemplares da revista « Panorama », foi por acaso que, em vésperas de se comemorar mais um ano do falecimento do escritor de Arcos de Valdevez ( nascido em Braga ), resolvi folhear uma dessa revistas: a de Março/Junho de 1970. O escritor acabara de falecer - 29 de Abril - e um dos seus amigos, e colega de tertúlia do café Avis, Luís Cajão, escrevia um artigo, do qual respigo este excerto, sobre o grande escritor, sobre o autor d«A Toca do Lobo ».

publicado às 17:51


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Duarte Meira a 17.04.2013 às 22:08


O figueirense Luís Cajão foi um dos grandes amigos do Tomaz e também um notabilíssimo escritor. Mereciam ficar aqui os dois juntos, mercê da sua muito oportuna e justiceira lembrança, excelente Cristina.

( Ainda no último livro de Cajão, Ao Entardecer da Memória, de 1998, ele lembra vivamente o Tomaz. Não foi a primeira vez. Noutro anterior de memórias, cujo título agora não lembro,creio que publicado já depois de 74, ele o tinha  feito, e até contou uma impressionante, e arrepiante, experiência que teve pouco tempo após o falecimento do amigo. Vou procurar o livro e depois digo-lhe o título, se a Cristina voltar a falar do nosso Amigo. )
Imagem de perfil

De Cristina Ribeiro a 17.04.2013 às 22:23

Sempre a aprender com o Duarte. Uma honra tê-lo desse lado!

Comentar post







Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas