Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Memória electiva de Soares

por John Wolf, em 31.05.13

Se  Mário Soares alerta Cavaco Silva para a perda de pacifismo dos Portugueses, também estaremos no direito de alertar Mário Soares para a falta de memória, a falta de memória política de um dos mestres da democratização portuguesa. Pelo tom do discurso inflamatório de Soares, que pisa o risco de incitação à violência, julgar-se-ia que estamos na presença de um indivíduo que não assinou capítulos inteiros da história contemporânea de Portugal. O estado a que chegou o País é o resultado de uma sociedade repartida por quotas desiguais de responsabilidade. Cotas ou mais recentes, têm todos culpas no cartório, que pesam na carteira dos Portugueses, nas suas vidas e nos seus sonhos. O idealismo socialista assumiu-se como o libertador das amarras do antigo regime, mas a ideologia, elevada ao seu mais alto grau de incompetência, atraiçoa a sua missão original. Os socialistas, quer queiram quer não, encontram-se no início e no fim do comboio que descarrilou; mesmo que queiram atribuir o fim da linha a outras carruagens partidárias, fazem parte da máquina desgovernada que ainda mexe. Quantos anos esteve Mário Soares no poder? E será que nada tem a ver com a desgraça? O que é necessário para fazer reemergir a platina da lembrança? Palha de aço? ­­(não chamei palhaço, não senhor!). Tudo isto me faz lembrar aqueles cães que nunca deixam de urinar sobre o tapete. Por mais que se lhes esfregue os "detrimentos" na cara, nunca assumem, de um modo humilde, que foram eles. Que foram também governos socialistas, recentes ou esquecidos, que lá estiveram. Nunca colocam a cauda entre as pernas para ganir baixinho e de um modo sincero. A haver um genuíno sentido de Estado, o fundador Mário Soares deveria procurar uma ilha de sobriedade para se remeter a reflexões mais profundas condizentes com a condição de ancião da pátria. Ao tentar vender as últimas amostras de Esquerda unida que traz na mala de viajante, o ex-proeminente revela que pouco aprendeu em tantos anos de mester político. A Esquerda e a Direita já não existem nos termos em que o doutrinário está a pensar. De certo modo, há uma triste ironia no seu discurso. Ao dirigir tais palavras aos concidadãos, está a alcançar o país real - pobre e envelhecido. Que ainda se lembra do tempo da outra senhora, mas que se lembra também do tempo desta senhora. E Cavaco, que é a menina que se sabe, deveria tomar uma posição em relação à ameaça velada que Soares faz em nome dos Portugueses - a incitação à violência. Outro aspecto ainda: Soares quer lá saber do que Seguro anda a fazer nos últimos tempos! Anda o Seguro a esforçar-se a abraçar as frentes sindicais e a festejar as virtudes do consenso, e o Soares, em perfeita rebeldia com a ideia de encontro de vontades, promove a fractura de um modo muito básico. E estamos nós comprimidos nesta reserva política que tão rapidamente gostaríamos de esquecer.

publicado às 10:23


22 comentários

Sem imagem de perfil

De joaquim a 31.05.2013 às 12:01

Parabens
Imagem de perfil

De John Wolf a 31.05.2013 às 12:03

Image

Obrigado!
Cordialmente,
John 
Sem imagem de perfil

De Zé Alentejano a 31.05.2013 às 14:25

Um Soares igual a ele próprio, agora enrugado e chateado porque para além de estar a cair da tripeça já não tem o protagonismo vaidoso de outros tempos, como se ele no tempo dele tivesse feito alianças à esquerda, ele quis foi sempre ter os melhor ministros das finanças do PSD ou da direita como alguns preferem a resolverem o que ele nunca conseguiria resolver, um verdadeiro profissional partidário tal como Seguro que aliás apadrinhou durante tantos anos como seu pajem e menino dilecto. Quanto ao BE é uma espécie de circo, uma escola de demagogos idiotas e frustrados incapazes de governar seja o que for, e que, a fazer-se o que preconizam, o estado, num mês, não teria dinheiro para pagar a ninguém, eles incluídos que são pagos pelo estado. O PCP, continua o processo de modernização e renovação com grande sucesso, produzindo jovens com cabeça de velho.
Imagem de perfil

De John Wolf a 31.05.2013 às 14:40

Obrigado Zé Alentejano,
Poucos fariam um resumo melhor...
Cordialmente,
John
Sem imagem de perfil

De Lucas Matias a 31.05.2013 às 16:01

FRASES DE SOARES EM 1984: Os problemas económicos em Portugal são fáceis de explicar e a única coisa a fazer é apertar o cinto” - DN, 27 de Maio de 1984 "O importante é saber se invertemos ou não a corrida para o abismo em que nos instalámos irresponsavelmente - junho 1984 "Portugal habituara-se a viver, demasiado tempo, acima dos seus meios e recursos - RTP junho 1984 “A terapêutica de choque não é diferente, aliás, da que estão a aplicar outros países da Europa bem mais ricos do que nós” - RTP, 1 de Junho de 1984 "Quem vê, do estrangeiro, este esforço e a coragem com que estamos a aplicar as medidas impopulares aprecia e louva o esforço feito por este governo.” - JN, 28 de Abril de 1984.
Imagem de perfil

De John Wolf a 31.05.2013 às 19:32

Caro Lucas Matias,
Muito obrigado por fundamentar as minhas afirmações com provas do próprio.
Cordialmente,
John 
Sem imagem de perfil

De antoniopestana a 01.06.2013 às 13:00


ACTUALIZE-SE!
Se considera que o que foi dito e feito por Soares há 30 anos tem algum cabimento na situação actual,presumo que deve ser dos que ainda propõe soluções medievais para os diferendos entre pessoas e países.
Sem imagem de perfil

De SerraBrava a 01.06.2013 às 14:00


Tem o principio, o meio e o fim de qualquer "CABIMENTO".
Enganou um Povo e destruiu uma Nação. Foi o principal culpado! Por exemplo: - "As figuras não sabem nadar"?
Experimente que, afinal, são capazes de aprender....
Sem imagem de perfil

De murphy a 31.05.2013 às 16:40


D. Mário I, o Inimputável… o Sr Soares da Aula Magna estaria a falas do Sr. Soares defensor do FMI? Tenham memória srs jornalistas e “fazedores de opinião”, melhor, tenham vergonha!

http://jornalismoassim.blogspot.pt/2012/11/dr-mario-soares-vs-dr-mario-soares.html (http://jornalismoassim.blogspot.pt/2012/11/dr-mario-soares-vs-dr-mario-soares.html)
Imagem de perfil

De John Wolf a 31.05.2013 às 19:33

Obrigado Murphy,
Exactamente. Fazedores de opinião e de ilusões. Contribuem para fazer esquecer o inesquecível.
Cordialmente,
John
Sem imagem de perfil

De antoniopestana a 01.06.2013 às 12:48

Ó senhor João Lobo "em pele de cordeiro"!
[Error: Irreparable invalid markup ('<p [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Ó senhor João Lobo "em pele de cordeiro"!
<P class=incorrect name="incorrect" <a>1º-Passados</A> tantos anos,culpar o Mário Soares pela situação actual do país é tão absurdo como culpar o D.Afonso Henriques.</P>

2º-Se houver boa-fé e o cuidado de mencionar o estado actual da europa e do  mundo e enquadrar o estado do País no contexto europeu e global,restam poucas responsabilidades a imputar a nível nacional que não sejam às actuais políticas de austeridade.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.06.2013 às 20:32

Comentário apagado.
Sem imagem de perfil

De antoniopestana a 02.06.2013 às 09:33

Em Portugal temos o hábito perverso de culpar os outros em vez de assumir os próprios erros.

As responsabilidades de qualquer político cessam a partir do momento em que o governo seguinte teve tempo de corrigir os erros do anterior .É nessa perspectiva que o novo 1º ministro Italiano disse na sua tomada de posse que se demitia se ao fim de 18 meses não conseguisse apresentar resultados.

A partir do momento em que um governante cessa funções,as suas  responsabilidades para com o país são iguais à de qualquer outro cidadão,a menos que se queira atribuir-lhe políticas maquiavélicas de efeito retardado,o que é pouco provável.
Isto porque no nosso sistema,até mesmo a oposição pode suscitar a inconstitucionalidade de qualquer medida do governo,o que deixa qualquer partido da oposição com a mesmíssima responsabilidade do governo e do Presidente da República,sobre tudo o que se faz de bom e de mau no país.
Sem imagem de perfil

De SerraBrava a 01.06.2013 às 13:21


Há quem escreva textos curtos e transmita muito! Mais, ainda! Até os comentários tendem a ser de elevada qualidade, complementadores, animadores de memórias dos mais - desculpem-me, sim? - letárgicos, sábios e a rondar o bom senso com uma racionalidade que me faz inveja!
Ainda não houve jornalista ou comentador que desenvolvesse o tema da Reforma da Segurança Social proposta na reta final do 2º mandato de Cavaco Silva! Já previa a idade de reforma para os 65 anos mas, SÓ para quem ingressasse na Função/Administração Pública, a partir daí! Quem se lembra que foi esse um dos motivos que levou Guterres ao "arco de triunfo", antecâmara do lamaçal e que nos deixou a "fazer contas" pois, como disse perante as TV´s, as SCUTS , são estradas que se pagam a elas próprias.? E, mais uma vez, "com papas e bolos se enganaram os tolos!"
Não conhecia este Blog (um dia destes, faço um, quem sabe ...) mas, o John, por este caminhar, irá conseguir acordar/despertar consciências lembrando que certos políticos de ocasião e conveniência partiram logo do princípio que o povinho (eu incluido) tem memória curta! E, foi mesmo isso que aconteceu! Assalto ao Poder prometendo o que não deviam e distribuíndo o que ainda havia e, muito mais, do que não haveria! Mário Soares e a "máquina socialista" (o socialismo dele e o P.S. onde se reflete a sua imagem de monarca...) é insaciável.
O comentário termina aqui. Caso contrário, escrevo muito e digo pouco!
Vou adicionar este Blog aos meus Favoritos no IE.
Imagem de perfil

De John Wolf a 01.06.2013 às 14:02

Viva Serra Brava,
Muito agradeço o comentário ao texto. O que está em causa é o sentido de responsabilidade. Responsabilidade repartida por vários e distintos políticos, independentemente da sua filiação ideológica e partidária. Assistimos à falência ética e moral, por outras palavras, à falta de vergonha dos governantes presentes e passados. Neste caso foi o Soares o visado devido a problemas de memória, como poderia ter sido o Cavaco ou outros do elenco e arco de governação (que alías não poupei em inúmeros artigos anteriores). Tento lidar com princípios e causas.
Por favor, não deixe de contribuir com as suas opiniões. Este espaço será sempre de diálogo.
Bom fim de semana.
Cordialmente,
John 
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.06.2013 às 13:30

Ainda ontem Morais Sarmento acusava Mário Soares de não respeitar a democracia.


Acham que o atual Governo está a respeitar a democracia!
Quando prometeram uma coisa aos eleitores, e no Governo estão a fazer tudo, mas mesmo tudo ao contrário do que lhes prometeram.
E se ao menos estivessem a ter êxito e a melhorar as contas públicas como se comprometeram, mas não, está a acontecer o contrário, e quase todos os dias saem indicadores piores que os anteriores.


Este  Governo merece toda a contestação, e mais alguma, tem falhado em toda a linha,  inclusive nas promessas e nos compromissos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.06.2013 às 13:47

Este Governo, não existe! Caiu no fundo do BURACO logo que tomou posse. E, por lá ficou...
Mário Soares, é que ainda não deu conta! Não viu... Apenas anda muito preocupado com os subsidios, que são dos nossos €uros,  para a sua - dele - Fundação.
Já agora, e a talho de foice, o que se funda nesta Fundação? Para que serve? Pode ser utilizada por quem?
Imagem de perfil

De John Wolf a 01.06.2013 às 14:06

Infelizmente a austeridade que é uma consequência, passou a ser uma causa. O actual governo já foi longe demais, mas no rol de associados ao descalabro, constam todos sem excepção. Do PSD ao PS, de Cavaco a Soares, e os que se encontram entre um e o outro. Como podem observar não tenho dogmas que afectem a minha humilde tentativa de tentar perceber o que está em causa.
Sem imagem de perfil

De SerraBrava a 01.06.2013 às 15:07


Duplico um grande "obrigado Sr. John " ! Neste momento, tem 100% de razões. Concordo consigo.
Fala em humildade? Também eu penso que um pouco de humildade seria benéfica a muita boa gente! Eu uso disso e tenho sonos tranquilos ... e a consciência, também!
E, para cerca de, vamos lá ... com boa vontade, cerca de 90 % dos políticos , homens do dinheiro, ... $$$€€€€ ... e afins ou correlacionados? Eu penso assim: - Quando quiserem ter consciência, honestidade, pudor, vergonha e ser democráticos ... ??? Compram à medida. Ao peso? Ao litro? À hora...
Um bom fim de semana!!!!!!

Sem imagem de perfil

De ana a 01.06.2013 às 15:56


Este sr há muito que devia estar calado e não percebo porque o Governo lha dá dinheiro para uma Fundação que não presta
Sem imagem de perfil

De António a 01.06.2013 às 19:03

Oh meu amigo bochechas!
Está na hora de calçar as pantufas. Já chega de dizer e fazer baboseiras. O seu tempo já era. Gozou que nem um lorde e agora tem uma reforma choruda à nossa custa e com o protagonismo que lhe dão, ainda é capaz de pensar que é o o REI disto tudo.
Deixe-se disso. Palavras, essas leva-as o vento e o seu, já passou há muito tempo.

Comentar post


Pág. 1/2







Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas