Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

 

 

Caro Miguel Tiago,
Não pretendo entrar em discussões teóricas ou ideológicas por um simples facto: tu, que és deputado da nação, incentivas publicamente o roubo e a violência perante aqueles que não vestem a tua cor. Tu, Miguel Tiago, não deverias ter um lugar no Parlamento.
Se vivêssemos num mundo idealizado por ti, Miguel Tiago, viveríamos numa ditadura onde tu, a tua corja e os teus capangas, nunca teriam oposição. Aliás, a oposição não teria direito à propriedade privada nem ao lucro nem à integridade física ou moral.
Tu, Miguel Tiago, deputado comunista imitas Hitler. Hitler disse o mesmo ao povo judeu. Roubou-lhes tudo, incluindo a vida. Entre o que tu dizes e o que Hitler disse só há duas diferenças: o alvo a abater e o bigode (já que aparentemente tens uma mui composta barbicha).
Tu, Miguel Tiago, a partir do momento em que propagas a violência deixas de ser uma pessoa para ser uma mera besta.
Sim, Miguel Tiago, és uma besta. És um Hitler sem bigode, pintado de vermelho.
Tu, Miguel Tiago, que tão veementemente defendes a Constituição, devias lê-la. Mas perdão, sendo tu uma besta - desculpa mas não consigo encontrar outro adjectivo para te caracterizar - não deves conseguir ler. Ou pelo menos, só o que está sublinhado a vermelho. E mesmo assim, deves precisar de desenhos.
Tu, Miguel Tiago, não tens o meu respeito. Como não devias ter o respeito de muitas pessoas. 
O incentivo à violência é crime e tu devias ser posto em tribunal.
Tanto pedes a demissão deste governo e esqueceste-te de uma coisa. És pior que eles. És pior que a corja da corja. És um bully com poder público. És um aspirante a ditador. És tão parecido com os fascistas que tanto renegas que ver-te de bigode à Hitler ser-me-ia igual.
És, Miguel Tiago, neste momento, a maior vergonha do Parlamento. E apesar de todos os problemas que essa Casa tem, tu és o maior deles. O "teu" 25 de Abril não é teu e nunca foi. Sabes porquê? Porque se um regime ditatorial foi deitado abaixo foi para evitar imbecis como tu de alguma vez terem poder de governar. 
A lei, Miguel Tiago, pode não ser do teu agrado. Mas é do nosso. Vale mais um estado que chama a si o monopólio da violência que um qualquer deputado com tiques e toques de Estaline.
És uma besta, Miguel Tiago

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:00


57 comentários

Sem imagem de perfil

De Zé Istá Line a 14.07.2013 às 20:15

"E nós somos mais que eles"?


Em que sentido  este pasconço diz tal coisa? 


 Falando em termos númericos, está  longíssimo dessa hipótese. Eles que toquem na itegridade física e na propriedade privada dos portugueses e levarão uma porrada que nem sonham. Esses burros ainda não perceberam que ter um T1 na Reboleira já significa ser proprietário, ahahahahahahahahah! É por isso que ninguém lhes liga peva.


Deve ser mais um complexo da "superioridade"  que Cunhal revindicava. Até nisso estes cagões são iguais aos nazis. Eles que se atrevam e verão o que lhes acontece. São logo corridos da função pública, perdem os tachos nas fundações, museus, empresas do estado e outros feudos onde chulam o povinho que sem querer os sustenta.


Blogger Barcia, já reparou na fuça do gajo? É um seboso igual àqueles merdas da Aurora Dourada grega.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.07.2013 às 11:21

Quem te dera ter aquela fuça! Aliás, deve ser isso que te incomoda tanto!
Ahahahahahahahahahaha! 
Sem imagem de perfil

De Anti-Comunista de Plantão a 14.07.2013 às 21:09

Eu não sou comunista e também quero ver o parlamento em chamas.

Odeio a actual classe política e se pudesse enforcava esses porcos todos pessoalmente.

Agora processem-me por incentivar ao abate dos porcos.

Cumprimentos
Imagem de perfil

De José Maria Barcia a 15.07.2013 às 14:26

Acredito que o caro Anti-Comunista de Plantão não seja deputado. Se fosse era mais grave uma ideia dessas.
Sem imagem de perfil

De Joana a 14.07.2013 às 21:32


Ser-me-ia, é assim que se escreve/diz, ser-me-ia.

Quanto à lei não agradar ao deputado, pois, parece-me que não agrada é a quem tem governado, dado que são esses indivíduos que não têm respeitado a lei fundamental.

E, já agora, penso que este governo tem incitado muito mais à violência com as ofensivas medidas que toma, do que o deputado em apreço.

Cumprimentos
Imagem de perfil

De Fernando Melro dos Santos a 14.07.2013 às 21:56

Escreveste bem. Eu só achego num ponto, é que tanto ilegitimo um Estado unilateralmente capaz de te foder à cajadada (fiscal ou outra) como uma besta recalcada da estirpe do visado.
Sem imagem de perfil

De Ana a 17.07.2013 às 01:48

O senhor é mesmo mal educado....
Imagem de perfil

De jojoratazana a 14.07.2013 às 22:19

Existem ladrões e gatunos, e existe um estado de direito.
Que infelizmente neste país não vigora.
Quando um calhau com dois olhos, vem por o direito de propriedade, à frente do direito à vida, apenas revela que não é gente.
Sem imagem de perfil

De vitormonteiro a 14.07.2013 às 23:12

caro senhor,insultar miguel tiago é um elogio para ele vindo de alguem como você,porque miguel tiago defende a maioria,nós os pobres,quem imita hitler é você,poruqe defende o direito ao roubo e ao genocidio dos mais pobres,quem propaga a violência nao é miguel,sao o genocido e o roubo ao povo que você tanto defende,sabe que hitler tambem fez o que você defende,nao cumpriu a constituiçao,tambem achava que o direito á propriedade privada e ao lucro se sobrepunham aos direitos do povo que sao a maioria,o que voce queria é que o povo se deixasse assassinar pacificamente,nao miguel que incita á violencia,sao vocês que a provocam com os vosso terrorismo social,e que nós somos mais que vocês ,claro que somos,sabe eu faço parte de grupos de apoio aos sem abrigo,sabe quantos morreram fruto da vossa politica?vocês sao uns assassinos
Sem imagem de perfil

De Anibal Silva a 15.07.2013 às 02:05

Comuna, ganha vida!
Sem imagem de perfil

De PT a 15.07.2013 às 22:09

Olha, o comuna Saramago voltou do Inferno para nos deixar mais um belo texto sem acentuações nem pontuação de jeito.
Vai trabalhar, comuna! E já agora, aprende a escrever, atrasado mental.
Sem imagem de perfil

De Joana a 15.07.2013 às 23:51

A sua ignorância em relação a um dos maiores escritores portugueses de sempre é COLOSSAL!
Sem imagem de perfil

De - a 14.07.2013 às 23:16

Cao que ladra nao morde.
Sem imagem de perfil

De C. Santos a 15.07.2013 às 00:42

Tu, estranho personagem que escreveu o texto que li acima, és um triste, frustrado e a fugir para o ridículo. Tu, dedica-te à pesca, que a escrever nao vais lá.
Imagem de perfil

De José Maria Barcia a 15.07.2013 às 14:29

Cara Cláudia,


Obrigado.
Sem imagem de perfil

De João Luís a 15.07.2013 às 00:49

Ora viva.


Primeiro que tudo, gostaria de informar o caro vitormonteiro que existem mais sinais de pontuação na língua Portuguesa além de vírgulas, e o seu uso é vivamente recomendado pois permite que pessoas como eu, com uma capacidade de atenção perto equivalente à de uma pedra da calçada, acompanhar o racíocinio de outros.  Do seu texto, tudo o que percebi é que é o José Barcia é claramente o pulha nesta história toda.


Agora que me sinto que tirei um peso do peito, avante!


Embora eu partilhe totalmente da opinião sobre o sujeito a quem a carta é dirigida, também consigo perceber a confusão que a carta em si pode gerar na cabeça de muita gente:  é tão inflamada que chegamos ao terceiro parágrafo e aquele que deveria ser o argumento príncipal é perdido:  um deputado não pode dizer anormalidades destas.


Mais, o partido a que pertence não deveria tão pouco admitir que um deputado da sua côr dissesse tais coisas.  Ou todos os restantes partidos.  Ou a população.  Não me venham cá dizer que o senhor disse tal coisa como cidadão privado -- não há tal estatuto quando se detém um cargo público de tamanha dimensão:  é uma figura pública do PCP, partido que tão frequentemente representa por via de abrir e fechar a boca enquanto cospe dogma em canais de televisão (que eu infelizmente não saberia enúmerar; atenção, pedra da calçada, etc e tal).


Mas vá, honestamente José, muito provavelmente terias conseguido meter muito mais o dedo na ferida se tivesses primeiro enunciado as FP-25.  Foi a primeira coisa que me veio à cabeça assim que li o tweet do sujeito.  Acho que a Godwin's Law entrou em efeito demasiado cedo na carta, e isso acaba por ser um ponto pelo qual demasiada gente vai pegar para a eviscerar.  É pena.




TL;DR:  usem pontuação;  o José tem razão q.b.;  pensem antes de abrir a boca -- faz falta um pouco de sanidade na internet e na sociedade em particular.
Imagem de perfil

De José Maria Barcia a 15.07.2013 às 14:32

Caro João Luís,


Um dos melhores comentários que já li.


P.s. Desconhecia a Godwin's Law. Muito bom.
Sem imagem de perfil

De Joana a 15.07.2013 às 15:53


Fez-me lembrar o PM quando questionado sobre o facto de ter ou não pedido fatura da casa que arrendou para férias, disse que era um assunto do foro privado... Vale para todos?

Cumprimentos
Sem imagem de perfil

De João Luís a 15.07.2013 às 20:24

Creio que isto já vai um tanto além do tópico em mãos, mas como tenho opiniões sobre quase tudo, e um gozo inexplicável em sujeitar outros às mesmas, cá vai:  sendo a casa de férias do senhor, sou da opinião que ele está no seu direito de não tornar público ter ou não pedido a factura.


E agora que metade das pessoas me xingaram, e a outra metade me chamou de porco fascista, eu passo a explicar como as coisas funcionariam se fosse eu tivesse voto na matéria:


Qualquer pessoa deve ter o seu direito à privacidade.  Isso implica que ninguém tem nada a ver com quanto pagou pelo carro, quantos carros tem, se pede factura ou tão pouco se anda a pular a cerca com a mulher do vizinho.  Nada disto deveria interessar às restantes pessoas.  Incluo todas aquelas senhoras e senhores que aparecem na Lux (ou revista cor de rosa du jour), o presidente do sporting, qualquer oficial eleito ou nomeado por oficiais eleitos, os meus pais e os vossos tios, tias e primos.  Qualquer pessoa.


Agora, aquilo que na minha opinião *deveria* acontecer, era que todos os oficiais eleitos ou nomeados pelos primeiros, devessem ver as suas vidas escrutinizadas dentro dos âmbitos legais (criando nova Lei se ela estiver faltosa e se necessário), e que todas as informações de tal escrutínio fossem disponibilizadas livremente a qualquer pessoa -- a internet vem-me subitamente à cabeça.



Mais, qualquer declaração em fórum público dever-lhe-á ser imputada.  Não como cidadão privado mas como figuras públicas que são.  Um deputado ou o Presidente da República são eleitos.  Eles voluntariaram-se para essa missão, e ao fazê-lo prescindiram de todas as regalias que um cidadão dito privado tem.  Quando eles abrem a boca em frente a uma camera, ou nas internets, ou num restaurante -- leia-se, em qualquer fórum que possa ser considerado público --, eles fazem-no como representantes dos cargos que mantêm.  O mesmo deveria ser válido para qualquer oficial que obtenha o seu cargo por nomeação -- o Primeiro Ministro, qualquer membro do Governo, cadeia hierárquica abaixo, todos eles deveriam estar sujeitos exactamente às mesmas regras (devendo no entanto aplicar-se uma considerável dose de bom senso, coisa em deficit nos dias que correm).


Portanto, se eu tivesse voto na matéria, diria que o senhor tem de facto direito a não dizer se pediu ou não factura da sua casa de férias (o mesmo não seria tolerável se se tratasse de uma pastilha elástica, que fosse, paga pelo Estado).  Mas também acredito que nós deveríamos ter o direito a passar as nossas noites de insónias a ler as declarações de IRS do senhor, completas auditorias aos seus bens móveis e imóveis, contas bancárias, viagens feitas enquanto ao serviço do Estado, viagens feitas em viaturas providenciadas pelo Estado, etc e tal;  o mesmo para todos os senhores do Parlamento, independentemente de cores políticas.
Sem imagem de perfil

De Joana a 16.07.2013 às 00:00


Concordo com a explicitação total da situação fiscal de cada um dos eleitos, bem como a fiscalização das suas declarações que podem conduzir a conflitos de interesses (talvez fossem evitadas situações como as que se revelaram com Duarte Lima, Dias Loureiro - tudo alegadamente).

Quanto à opinião do deputado citado, parece-me lógica. Numa lógica em que os direitos que este menciona são fundamentais para uma vida de qualidade, também o serão os direitos à propriedade, à integridade física, etc...

Indubitavelmente coerente.
Sem imagem de perfil

De ISABEL a 15.07.2013 às 01:58

Senhor José Bacia!!!
 No mínimo tenha educação e respeito pelo outro. Numa democacia se não sabemos respeitar o nosso semelhante, é melhor estar quieto e não escrever nada.
O senhor quando escreveu este texto estava a sentir-se bem de saúde? Parece que está de mal com o mundo e descarregou no MIGUEL TIAGO.
Continua MIGUELTIAGO, apoio-te a ti e a todos  que defendem os oprimidos.
Bem haja!!!    
Imagem de perfil

De José Maria Barcia a 15.07.2013 às 14:32

Senti-me oprimido pelo Miguel Tiago, e agora?
Sem imagem de perfil

De Joana a 15.07.2013 às 15:54


Microlax
Sem imagem de perfil

De Isabel a 17.07.2013 às 01:53

 Não acredito. Ele não oprime nada nem ninguem, tem civismo a mais para que possa oprimir alguém.
Sem imagem de perfil

De Rxc a 15.07.2013 às 21:36

Sinto-me muito oprimido. Posso ir aí a sua casa subtrair-lhe o carro, as jóias, os electrodomésticos e demais bens de valor que tenha para repor a justiça social? Espero que sim, senão vou ter lhe de partir a fuça...Desculpe lá, mas a ideologia é tramada!
Sem imagem de perfil

De Rafael Ortega a 15.07.2013 às 23:35

Tenha lá calma, que o carro da senhora é para mim!
Sem imagem de perfil

De Joana a 16.07.2013 às 00:01


Espero que a senhora tenha a capacidade de lhe subtrair a si todos os dentes primeiro.

É uma questão de ideologia.

Cumprimentos
Sem imagem de perfil

De João de Portugal a 16.07.2013 às 08:38

Há aqui muito Porco Fascista...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.11.2015 às 10:08

Ainda bem que ha muita mas miita gente pronta a por um par de bandarilhas...fala baixinho e faz as tuas rezas em privado.....Pode algum mais exaltado estragar a cremalheira e as dentaduras estao caras....
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.07.2013 às 22:45

RXC
Pode é ir para os quinto dos infernos porque a educação morreu quando nasceu e a ideologia nunca a viu. É um pobre de espírito. 

Comentar post


Pág. 1/3







Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas