Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Bem-vindos Sócrates, Guterres e Barroso!

por John Wolf, em 15.11.13

Uma vaga de imigração está a assolar Portugal. O primeiro a chegar à Portela foi Sócrates. Sabemos que Guterres já se instalou em território nacional e agora chega-nos a notícia que José Manuel Barroso provavelmente voltará a ser Durão Barroso. Observo que a casa portuguesa começa a ficar apertada, cheia de visitas políticas de última hora. Resta saber que profissões desejam exercer na Lusitânia. Como forma de acreditação junto dos esquecidos, Sócrates e Guterres já têm livros para contar versões integrais ou parciais dos seus percursos - falta Durão Barroso lançar um volume no seu regresso oficial. Um livro de capa dura à Diplomacia de Kissinger com o título: "Breves notas sobre o abandono de Portugal e o meu regresso". Para já, Sócrates está a agitar as hostes socialistas - António José Seguro e António Costa que se cuidem porque não me parece que o ex-lider se quede pelas noites de Domingo. Guterres ainda não deu muito nas vistas - está a cumprir um período de nojo antes de provavelmente iniciar um estado de graça. António Costa, Seguro ou Sócrates não se têm de preocupar com Guterres. Se este correr para algum lado, será quase de certeza para Belém. Durão Barroso, que ainda não sabemos ao que vem, vai ter de acertar agulhas com o PSD para saber se é o homem presidencial (ou se tem lugar no novo partido da esquerda de Rui Tavares, para revisitar as suas origens ideológicas). Marcelo Rebelo de Sousa fará aquele jogo que conhecemos - não irá colocar as cartas todas em cima da mesa. Vai deixar os outros tomar a iniciativa, como tem sido o seu estilo, e depois, dirá à Judite de Sousa o que irá fazer (e ela, comovida pela confidência oferecer-lhe-á um cabaz de Natal ou um ramalhete de flores). Ainda faltam uns quantos que não caem na categoria de regressados à pátria. Refiro-me a outros que andam por aí a bailar e à espera do momento propício. O que deve ser sublinhado nestes regressos auspiciosos, tem a ver com a noção que inunda os seus espíritos - a ideia de que ainda podem prestar serviços à nação. Eu disse serviços. Não disse bons serviços, nem lindo serviço. Os portugueses que decidam que destino dar a estes trabalhadores - que eu não tenho voto na matéria.

publicado às 11:12


2 comentários

Imagem de perfil

De Equipa SAPO a 15.11.2013 às 17:30

Boa tarde,
este post está em destaque na área de Opinião do SAPO.
Cumprimentos,
Isabel Oliveira Dias - Portal SAPO
Imagem de perfil

De John Wolf a 15.11.2013 às 17:57

Boa tarde cara Isabel Oliveira Dias,
Muito obrigado pelo destaque concedido ao post.
Cordialmente,
John 

Comentar post







Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Links

Estados protegidos

  •  
  • Estados amigos

  •  
  • Estados soberanos

  •  
  • Estados soberanos de outras línguas

  •  
  • Monarquia

  •  
  • Monarquia em outras línguas

  •  
  • Think tanks e organizações nacionais

  •  
  • Think tanks e organizações estrangeiros

  •  
  • Informação nacional

  •  
  • Informação internacional

  •  
  • Revistas